domingo, 26 de julho de 2015

Escrevo os meus livros neste lugar

Pituba, Salvador-BA, julho de 2015


Quando escrevo é assim: sozinho, no menor cômodo do apartamento, PC com o som ligado à frente, e, atrás, a estante. Escrevo por parágrafos, pauso, viro a cadeira e toco nos meus livros, de Nelson Rodrigues, Hélio Pólvora, Pepetela, Mayrant GalloTchekhov, entre outros, e o tato me faz refletir, o que devo cortar ou acrescentar. Volto-me ao monitor.


Pituba, Salvador-BA, julho de 2015


Viro a cabeça à esquerda, vejo o Shopping Itaigara pela janela, mas os olhos seguem pelo horizonte, até avistar, bem longe, o que acredito ser as majestosas palmeiras da Fazenda Grande do Retiro. Daí, o som do Hammock, ou do Sigur Rós, ou Pink Floyd, ou Radiohead, me vibram de volta ao texto.


Pituba, Salvador-BA, julho de 2015


Nenhum comentário: