quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Olhos abertos no escuro - Absoluto - A farsa - Sem dó - Leitura de trechos pelo autor



A assessora de imprensa Madá esbagaça a sua vida por conta de uma obsessão tresloucada pelo misterioso mímico de rua Absoluto, sem palavras, só gestos.


Ele é um grande canalha que finge estar só.
Ela é uma atriz que pergunta o que nunca poderá compreender. Não existe “nós” no “eu te amo”.


Uma mulher disposta ao matriarcado 
que não consegue arrumar um companheiro.



Não consegue visualizar o player? Clique aqui

Vídeo gravado em 23/08/2016, no escritório do autor na Pituba, Salvador, Bahia, Brasil.

Câmera: Sarah Fernandes

Os trechos selecionados foram esses aqui  |  aqui  |  aqui

Informações sobre o livro aqui

Nenhum comentário: