Pular para o conteúdo principal

Discografia Emmanuel Mirdad: Single “I'm a Silent Bird” (2023) — Jahgun


São tantos caminhos e possibilidades na vida, e você circula, a se aventurar no giramundo, acumulando as mais variadas experiências e sensações, alegrias e tristezas, êxitos e fracassos, até perceber que a estrada mais importante a ser percorrida é a feita em silêncio, para dentro de si, rumo ao magnífico encontro consigo mesmo. Esta é a mensagem de “I’m a Silent Bird”, o último single do álbum “Silent Dreams”, do cantor Jahgun, reggae star da Califórnia (que vai ser lançado em fevereiro).

É um road reggae, alto astral, com uma pegada R&B e gospel, um cântico a ser curtido nas estradas da vida, e Jahgun impressiona com a sua voz cristalina, cheia de sentimento e emoção, ao gravar também, sozinho, o coral que faz de “I’m a Silent Bird” um clamor pelo autoconhecimento e a sensação de bem-estar consigo mesmo.

I’m a Silent Bird” foi gravada na Bahia e em Los Angeles, produzida por Emmanuel Mirdad (que também é o compositor da música) e Átila Santana (multi-instrumentista que toca guitarras, teclas e palmas da faixa), e conta com a participação especial da lenda-viva do reggae Fully Fullwood, jamaicano do Soul Syndicate, no baixo, e a enciclopédia do reggae Iuri Carvalho na bateria.

Um lançamento do selo Surforeggae, disponível em todas as plataformas.

Ouça no Spotify aqui

Ouça no YouTube aqui

Ouça na Apple Music aqui

Ouça no Deezer aqui

Ouça no Tidal aqui

Ficha técnica

Jahgun
Single “I'm a Silent Bird”
(Surforeggae, 2023)

I’m a Silent Bird
(Emmanuel Mirdad)
BR-N1I-22-00010

I traveled for many places
I knew so much moonlight
I dreamt in all rivers and skies

I saw the beginning of your cities
I denied religions and money
My God was a simple life

I learnt the border of my hunger
I had so many weird families
But my pain told me the other way 
My destiny is to find myself

I go, I go inside my eyes
To prove that I have a soul
To prove that I can find myself

I go and I’ll fight for my faith
To prove there’s only one face
To prove that I can find myself

I’m a silent bird

-----

Jahgun
(voz e backing vocal)

Átila Santana 
(guitarras, hammond, farfisa e palmas)

Fully Fullwood
(baixo)

Iuri Carvalho
(bateria)

Produção musical: Emmanuel Mirdad e Átila Santana

Produção fonográfica: Emmanuel Mirdad

Gravação, mix e master:
Átila Santana no estúdio Ilha de Criação, Salvador, Bahia

Foto: Jahgun

Capa: William Aragão

-----

Jahgun
(voice & backing vocal)

Átila Santana
(guitars, hammond, farfisa & claps)

Fully Fullwood
(bass)

Iuri Carvalho
(drums)

Produced by Emmanuel Mirdad & Átila Santana

Recording, mixing and mastering:
Átila Santana at Ilha de Criação, Salvador, Bahia, Brazil

Photo: Jahgun

Cover: William Aragão

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seleta: Lisa Hannigan

Lisa Hannigan (foto daqui ) Conheci a cantora e compositora irlandesa Lisa Hannigan graças ao emocionante filme “ Maudie ” (2016), da diretora irlandesa Aisling Walsh (baseado na história da artista canadense Maud Lewis ). A música dos créditos finais é “ Little Bird ”, e a suavidade, timbre, afinação e interpretação tátil da bela voz de Lisa Hannigan me fisgou na hora! Contemplei três dos seus álbuns, “ At Swim ” (2016), “ Passenger ” (2011) e “ Sea Sew ” (2008), e fiz uma seleta com 20 canções que mais gostei. Confira o belo trabalho da irlandesa Lisa Hannigan ! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 1) Tender [At Swim, 2016] 2) Funeral Suit  [At Swim, 2016] 3) Home [Passenger, 2011] 4) Little Bird [Passenger, 2011] 5) Paper House [Passenger, 2011] 6) An Ocean and a Rock [Sea Sew, 2008] 7) Prayer for the Dying [At Swim, 2016] 8) Nowhere to Go [Passenger, 2011] 9) Anahorish [At Swim, 2016] 10) We, the Drowned [At Swim, 2016] 11) Splishy Splashy [Sea Sew, 2008] 12) T

Leituras 2020

Os 10 livros lidos em 2020 Li 10 livros em 2020 , com destaque para a poesia, e selecionei trechos das obras de Alex Simões , Lúcio Autran , Wesley Correia , Mariana Botelho , Nina Rizzi , Érica Azevedo , Ana Valéria Fink e Cyro de Mattos , e trechos dos romances de Franklin Carvalho e Victor Mascarenhas . Além dos livros, elaborei uma seleção de poemas de Zecalu [publicados nas redes sociais em 2019], outra seleta de trechos de crônicas de Santiago Fontoura [publicadas no Facebook], e uma seleção de poemas de Martha Galrão . Por fim, reli a autobiografia de Rita Lee e divulguei trechos também. Boa leitura! “Contrassonetos catados & via vândala” (Mondrongo, 2015) Alex Simões Leia trechos  aqui “soda cáustica soda” (Patuá, 2019) Lúcio Autran Leia trechos  aqui “laboratório de incertezas” (Malê, 2020) Wesley Correia Leia trechos  aqui “o silêncio tange o sino” (Ateliê Editorial, 2010) Mariana Botelho Leia trechos  aqui   “A ordem interior do mundo” (7Letras, 2020) Franklin Carv

Seleta: Rock

Foto: Griffin Wooldridge Para curtir, dirigir, criar, transar, cozinhar, fazer trilha na mata, correr na orla, mergulhar no íntimo, vasculhar os recônditos da mente e se sentir vivo & pulsante na existência, confira as  1 3 playlists de rock da Seleta , com Pink Floyd , Radiohead , The Cranberries , Placebo ,  Led Zeppelin ,  Dire Straits , Creedence Clearwater Revival , U2 ,  The Wallflowers , Counting Crows ,  Audioslave ,  Black Sabbath e Bjørn Riis . Entre 2018 e 2022 , selecionei  1.080 músicas prediletas, presentes em  132 álbuns , 09 EPs e 17 singles , um universo de sensações guitarreiras & poéticas! PS: Esse post será atualizado a cada nova Seleta Rock criada. Seleta: Pink Floyd (2022) 145 músicas | 18 álbuns Ouça aqui Seleta: Radiohead (2022) 130 músicas | 11 álbuns, 07 EPs e 14 singles Ouça aqui Seleta: The Cranberries (2021) 90 músicas | 08 álbuns Ouça aqui Seleta: Placebo (2022) 110 músicas | 15 álbuns e 1 single Ouça  aqui Seleta: Led Zeppelin (2022) 85 mús