Pular para o conteúdo principal

Postagens

Composições de Emmanuel Mirdad: New Help [com Ildegardo Rosa]

“ New Help ” é um roots reggae repleto de esperança, pois sonhar ainda é preciso, apesar de tanta coisa que acontece no mundo, devemos acreditar no lado bom da vida, ter forças para seguir enfrentando as dificuldades, renovar a ajuda ao próximo e a nós mesmos. Com uma voz cristalina e gruvada, o cantor Jahgun , reggae star da Califórnia, compartilha a mensagem de amor e esperança feita por pai e filho, o poeta Ildegardo Rosa (1931-2011) e o escritor Emmanuel Mirdad [que, além da letra, compôs a melodia]. “ New Help ” é o terceiro single do “ Silent Dreams ”, novo disco de Jahgun . A música foi gravada na Bahia e em Los Angeles, produzida por Emmanuel Mirdad e Átila Santana [que apresenta a sua face multi-instrumentista ao máximo: gravou as guitarras, baixo, escaleta, piano, hammond, farfisa e percussão]. Na bateria, completando o power trio de “ New Help ”, a enciclopédia do reggae Iuri Carvalho . Um lançamento do selo Surforeggae , disponível em todas as plataformas. Ouça no Spoti
Postagens recentes

Quinze passagens de Clarice Lispector nas crônicas de 1971

“Está fazendo um dia lindo de outono. A praia estava cheia de um vento bom, de uma liberdade. E eu estava só. E naqueles momentos não precisava de ninguém. Preciso aprender a não precisar de ninguém. É difícil, porque preciso repartir com alguém o que sinto. O mar estava calmo. Eu também. Mas à espreita, em suspeita. Como se essa calma não pudesse durar. Algo está sempre por acontecer. O imprevisto me fascina.” “Se você não tomar cuidado vira número até para si mesmo. Porque a partir do instante em que você nasce classificam-no com um número. (...) O registro civil é um número. Seu título de eleitor é um número. Profissionalmente falando você também é. Para ser motorista, tem carteira com número, e chapa de carro. No Imposto de Renda, o contribuinte é identificado com um número. Seu prédio, seu telefone, seu número de apartamento — tudo é número. (...) E quando a gente morre, no jazigo, tem um número. E a certidão de óbito também. (...) Não somos ninguém? Protesto. Aliás é inútil o pro

Lançamento do livro de memórias “O enigma de Mutujikaka — A jornada para escrever um romance”, de Emmanuel Mirdad

O escritor Emmanuel Mirdad promove o lançamento virtual do livro de memórias “O enigma de Mutujikaka — A jornada para escrever um romance” na próxima quarta, 07 de dezembro de 2022. “ oroboro baobá ” é o romance de estreia. 1.914 horas em 500 dias para escrevê-lo. Um laboratório, um curso, um aprendizado. 20 versões , entre esboço, conto, roteiro e romance. Em 2017 , uma versão é finalista do prêmio Sesc ; outra, do prêmio Cepe . Três anos depois, Mirdad lança-o de graça no seu blog, e a Penalux publica o romance. “ oroboro baobá ” é finalista do prêmio São Paulo em 2021 . Entre 2020 a 2022 , durante a pandemia do SARS-CoV-2, Mirdad escreve a “ biografia ” do finalista; “ O enigma de Mutujikaka ” é o making of de “ oroboro baobá ”, registrando toda a jornada para escrevê-lo. O processo de criação é esmiuçado: as várias influências, o que o autor fez, leu & amou, as expectativas, sonhos, frustrações, armadilhas, acertos, vergonhas, os presentes das leituras dos escritores e a

Dez passagens de Jorge Amado no romance Os pastores da noite

          “E, se não fôssemos nós, pontais ao crepúsculo, vagarosos caminhantes dos prados do luar, como iria a noite — suas estrelas acendidas, suas esgarçadas nuvens, seu manto de negrume —, como iria ela, perdida e solitária, acertar os caminhos tortuosos dessa cidade de becos e ladeiras? Em cada ladeira um ebó, em cada esquina um mistério, em cada coração noturno um grito de súplica, uma pena de amor, gosto de fome nas bocas de silêncio, e Exu solto na perigosa hora das encruzilhadas. Em nosso apascentar sem limites, íamos recolhendo a sede e a fome, as súplicas e os soluços, o estrume das dores e os brotos da esperança, os ais de amor e as desgarradas palavras doloridas, e preparávamos um ramalhete cor de sangue para com ele enfeitar o manto da noite.           Varávamos os distantes caminhos, os mais estreitos e tentadores, chegávamos às fronteiras da resistência do homem, ao fundo de seu segredo, iluminando-o com as trevas da noite, enxergávamos seu chão e suas raízes. O manto d

Quinze passagens de Clarice Lispector nas crônicas de 1970

“O que nos salva da solidão é a solidão de cada um dos outros. Às vezes, quando duas pessoas estão juntas, apesar de falarem, o que elas comunicam silenciosamente uma à outra é o sentimento de solidão.” “Sou uma pessoa muito ocupada: tomo conta do mundo. Todos os dias olho pelo terraço para o pedaço de praia com mar, e vejo às vezes que as espumas parecem mais brancas e que às vezes durante a noite as águas avançaram inquietas, vejo isso pela marca que as ondas deixaram na areia. Olho as amendoeiras de minha rua. Presto atenção se o céu de noite, antes de eu dormir e tomar conta do mundo em forma de sonho, se o céu de noite está estrelado e azul-marinho, porque em certas noites em vez de negro parece azul-marinho. O cosmos me dá muito trabalho, sobretudo porque vejo que Deus é o cosmos. Disso eu tomo conta com alguma relutância.” “Arrume-se direito antes de sair. Mas — e isto é importante — depois procure esquecer a própria aparência. Você já fez o que pôde — agora deixe o barco correr

Discografia Emmanuel Mirdad: Single “New Help” (2022) — Jahgun

Um roots reggae repleto de esperança, pois sonhar ainda é preciso, apesar de tanta coisa que acontece no mundo, devemos acreditar no lado bom da vida, ter forças para seguir enfrentando as dificuldades, renovar a ajuda ao próximo e a nós mesmos. Assim é “ New Help ”, o novo single do álbum “ Silent Dreams ”, álbum do cantor Jahgun , reggae star da Califórnia. Com uma voz cristalina e gruvada, Jahgun compartilha a mensagem de amor e esperança dessa composição feita por pai e filho. “ New Help ” foi gravada na Bahia e em Los Angeles, produzida por Emmanuel Mirdad (que também é o compositor da música, ao lado do seu pai poeta Ildegardo Rosa ) e Átila Santana , que apresenta a sua face multi-instrumentista ao máximo: gravou as guitarras, baixo, escaleta, piano, hammond, farfisa e percussão. Fyah! Na bateria, completando o power trio de “ New Help ”, a enciclopédia do reggae Iuri Carvalho . Um lançamento do selo Surforeggae , disponível em todas as plataformas. Ouça no Spotify aqui Ouça

Reggae Sunpower

Image by Darwin Laganzon from Pixabay O verão se aproxima e para aproveitar o sol, o mar, a paz, o amor e as boas vibrações de um novo tempo, aquecer a esperança, elaborei quatro playlists no Spotify com as melhores músicas das maiores lendas do reggae: Bob Marley & The Wailers , Alpha Blondy , Edson Gomes , Burning Spear , Culture , Israel Vibration e Peter Tosh . Fyah! Reggae Sunpower #01 Ouça no Spotify aqui As melhores músicas das maiores lendas do reggae Reggae Sunpower #02 Ouça no Spotify aqui Bob Marley & The Wailers, Alpha Blondy, Edson Gomes, Burning Spear, Israel Vibration, Culture e Peter Tosh Reggae Sunpower #03 Ouça no Spotify aqui Bob Marley & The Wailers, Alpha Blondy, Edson Gomes, Burning Spear, Culture e Israel Vibration Reggae Sunpower #04 Ouça no Spotify aqui Bob Marley & The Wailers, Burning Spear, Alpha Blondy, Culture, Israel Vibration e Edson Gomes Image by kordula vahle from Pixabay Reggae Sunpower #01 Ouça no Spotify aqui 01) Afriki [Alpha Blo