Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de agosto, 2021

Mirdad e a pedradura nas plataformas digitais

Depois do som psicodélico-progressivo da Orange Poem , agora é a vez do bolo doido de Mirdad e a pedradura ser lançado nas plataformas digitais nesta sexta , 03 de setembro . Rock, groove, MPB, jazz, bossa, reggae, blues, pop, psicodelia e experimentalismo, com o molho dos solos do naipe de sopro, e os versos com polêmica, sarcasmo e acidez. O álbum “ la sangre ” é o único registro disponível com Emmanuel Mirdad no vocal, depois que largou a voz da Orange Poem , e as canções são em português. Clique aqui  e faça o seu pré-save. Formada em Salvador da Bahia em 2007 , justamente na virada da geração 00, que ainda tinha o rock e os seus subgêneros como unidade musical, para a geração 10, que trouxe a diversidade para o foco da música alternativa, a Pedradura apresentou uma fusão de rock com um escambau de ritmos. Mirdad (voz e violão) montou a banda com músicos que não se conheciam: Edu Marquéz (bateria), Artur Paranhos (baixo) e Eric Gomes (guitarra), acrescidos pelo naipe Medina

Música para Escrever #70 — Immanu El, The Mighty Missoula, Simple Being, Raphael Weinroth-Browne, Kajsa Lindgren, The Echelon Effect, perila, Slow Meadow, We Are All Astronauts, Francisco Sonur, YNICORNS, Matt Evans, Kuiper, Thomas Bingham, Adam Dodson, Fogweaver, Circadian Eyes, Atrium Libre, Devin Shaffer e he follows roads

À distância, um eixo de precipitação cai de uma nuvem, que evapora antes de atingir o solo. Há eco e fissura em mundos de dentro. Há a harmonia momentânea, à deriva pela décima vez. Alguém pergunta: “Quanto tempo fica entre você e eu?”. Feliz Ocidente, um outro mundo nas árvores saudáveis. Alguém responde: “Sentimos a sua falta, fique seguro”. Sem toque, os alinhamentos das frações de um momento e o risco de sonhar num acordo antigo entre homens e dragões, canções para fantasmas, a neve caindo. “Nos meus sonhos, eu estou lá”, assim começa o haikai A. Confira o último post da série Música para Escrever , #70 , especial Ambient , com os melhores sons de post-rock, a alumiar a mente e transcender em palavras. Immanu El Estocolmo | Suécia Spotify aqui Facebook aqui Foto daqui Melhor disco para escrever " Distance " (2021) Ouça aqui --------- The Mighty Missoula Portland | Estados Unidos Bandcamp aqui Facebook aqui Foto daqui Melhor disco para escrever " Virga " (EP) (20

Música para Escrever #69 — Signal Hill, MOHICAN, Krobak, Methadone Skies, Threefifty, Treebeard, Musgravite, Nueva Noventa, Tuber e Ylva de Lune

Os EPs do vermelho honesto estão confinados pela noite. O homem das cavernas do retrofuturo, suavemente entre as brasas, propaga a nostalgia da musgravita. E vai postar sobre o deserto superlotado, parte I. Confira o penúltimo post da série Música para Escrever , #69 , com os melhores sons de post-rock, a alumiar a mente e transcender em palavras. Signal Hill Los Angeles | Estados Unidos Bandcamp aqui Facebook aqui Foto daqui Melhor disco para escrever " The EPs " (2021) Ouça aqui --------- MOHICAN Filadélfia | Estados Unidos Bandcamp aqui Foto daqui Melhor disco para escrever " HONEST RED " (2012) Ouça aqui --------- Krobak Kiev | Ucrânia Bandcamp aqui Facebook aqui Foto daqui Melhor disco para escrever " Nightbound " (2016) Ouça aqui --------- Methadone Skies Timisoara | Romênia Bandcamp aqui Facebook aqui Foto daqui Melhor disco para escrever " Retrofuture Caveman " (2021) Ouça aqui --------- Threefifty Nova York | Estados Unidos Bandcamp aqui