Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de fevereiro, 2021

Dez passagens de Kátia Borges no livro de crônicas A teoria da felicidade

Kátia Borges (foto: Érica Ribeiro) “Dentro do caos, os discursos organizam o contato humano possível, como nas gavetas se alinham, irregulares, as facas e os garfos. Para que algo seja descrito como perfeito, há sempre de haver ali algum erro, alguma perda. Só é verdadeiramente vivo aquilo que não se completa: a linha descontínua, o encontro adiado, os doze minutos que faltavam até a chegada em segurança ao heliporto. (...) Tudo se estende, tecido tênue em frágeis vigas. O que parece sólido apenas parece, perece, resiste por milagre. Por breves segundos ou bilhões de anos, o que desaparece projeta-se no tempo, movimenta-se no espaço, traço indelével entre passado e futuro. Pura magia que recusamos pela lógica. Como os peixes cegos que se guiam por antenas nos recantos mais profundos do Oceano ou as montanhas que se erguem no solo da Lua, formando vales no satélite.” “Eu penso que, neste exato instante, o Universo inteiro se expande e nem sabemos até onde. E que as estrelas que nós vemo

oroboro baobá por O Maringá, Xico Sá, Letras in.verso e re.verso, Elieser Cesar, Paulo Bono, Tonho França, A Tarde e Quatro cinco um

O Maringá em 21/02/2021 (leia aqui ) Xico Sá em 03/12/2020 Xico Sá em 18/01/2021 Letras in.verso e re.verso em 02/02/2021 Comentários nas imagens abaixo: Elieser Cesar em 25/01/2021 Paulo Bono em 13/02/2021 Tonho França em 10/11/2020 Jornal A Tarde em 29/01/2021 Quatro cinco um em 01/12/2020

Conversaria Literária com Cida Pedrosa, Mailson Furtado e Emmanuel Mirdad

Neste sábado 27/2 , às 20h , vai ao ar o Conversaria Literária com os poetas premiados & nordestinos Cida Pedrosa e Mailson Furtado (2 Jabutis cada, poesia e livro do ano), e com o autor do romance “ oroboro baobá ”, mediados pelo multi-artista & produtor Maviael Melo . Conversamos sobre o fazer literário, curadoria, eventos, poesia, prêmios e esperança & fé da civilização contra a barbárie. Foi massa! E vai passar onde? No YouTube do Maviael Melo , aqui   O projeto Conversaria Literária surgiu em 2019 , a princípio num bate papo com músicos e poetas, entretanto, diante da necessidade do isolamento e a dificuldade de se realizar produções presenciais, nasceu o formato virtual. “O bate-papo tem o violão como marcação sonora, em um cenário de luz marcante e eu medio as conversas  com temas atuais e criativos, com ilustrações poéticas e históricas trazendo os processos criativos de cada convidado”, pontua Mavieal Melo . Gravação do Conversaria Literária em 18-02-2021, com

Seleta: Bob Marley

Bob Marley (foto: David Burnett) Ano passado, comemorei 25 anos ouvindo Bob Marley . De todos os artistas da música que admiro, é o meu número 1. Acompanhado pela sensacional banda The Wailers , dos irmãos-mestres Carlton “Carly” Barrett (bateria) e Aston “Family Man” Barrett (baixo), o imortal rasta jamaicano continua a trazer as melhores sensações ao ouvir as suas composições. Não consigo enjoar. É como se ouvisse pela primeira vez. Acho que sempre será assim. Bob Marley eterno! Na Seleta de hoje, as 66 músicas que mais gosto, gravadas por Bob Marley & The Wailers , presentes em 14 álbuns da discografia oficial do grupo (obras-primas como “ Survival ”, “ Uprising ” e “ Exodus ”, ao vivo como “ Babylon by Bus ” e “ Talkin' Blues ”). Fyah! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 01) Natural Mystic [Exodus, 1977] 02) Jah Live [Rastaman Vibration, 1976] 03) Stiff Necked Fools [Confrontation, 1983] 04) Bad Card [Uprising, 1980] 05) Give Thanks & Praises [Confronta

Livro Aeronauta (Mondrongo, 2020), de Ângela Vilma, org. Emmanuel Mirdad

Ahhh, que alegria!!! Tá publicado o livro “ Aeronauta ”, com as crônicas preciosas da escritora e professora  Ângela Vilma , selecionadas por mim (depois de me inaugurar romancista em 2020, este é o meu primeiro trabalho como organizador/editor). Gosto tanto dessa obra, mas TANTO, que o meu desejo é dar de presente para todo mundo que conheço. Especialmente as mulheres, as professoras, as pessoas que se emocionam e acreditam no amor, no riso, e que não se assustam com as angústias, as dúvidas, as aflições do ser humano, e que gostam de contemplar as memórias de uma brilhante contadora de histórias, para relembrar as suas, reviver a família, os pais, os irmãos, os amores esquisitos, os desencontros e as comédias. É o material mais humano que já li na blogosfera (a seleção foi feita de posts no blogaço de Ângela , “ Aeronauta ” também), e que agora é materializado em papel, pela brilhante editora Mondrongo , de Gustavo Felicíssimo . Comprem, comprem, comprem. Leiam, leiam, leiam. E deem