Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de fevereiro, 2022

Seleta de Emmanuel Mirdad

O jornalista, compositor e colecionador  Emmanuel Mirdad seleciona e elabora playlists com as bandas e artistas que mais gosta de escutar, divulgando as músicas nos seus perfis no YouTube e no Spotify . Além de colocar no streaming o seu acervo musical físico e compartilhar com a internet as suas escolhas, há o interesse de divulgar trabalhos não tão conhecidos e promover a arte nas redes sociais. O principal intento é celebrar o produto mais incrível criado & realizado pelo ser humano: a música.  PS: A seção Seleta será atualizada a cada nova playlist criada. Atualmente, estão disponíveis 51 playlists e 3.550  músicas . Seleta: Rock 13 playlists | 1.080 músicas Ouça aqui Pink Floyd, Radiohead, The Cranberries, Led Zeppelin, Dire Straits, etc. Seleta: Reggae 10 playlists | 616 músicas Ouça aqui Bob Marley, Alpha Blondy, Edson Gomes, Burning Spear, Culture, etc. Seleta: Post-Rock 10 playlists | 514 músicas Ouça aqui Sigur Rós, MONO, Jakob, Mogwai, Explosions in the Sky, etc. Sel

oroboro baobá por Wesley Correia e Breno Fernandes

Indicação de Wesley Correia no jornal Correio de 02/01/2022 Oroboro Baobá (Ed. Penalux, 2020) Indicação completa sem cortes por Wesley Correia Finalista do Prêmio São Paulo de Literatura , 2021 , na categoria melhor Romance de Estreia em 2020 , o livro de Emmanuel Mirdad investe no estilo fantástico-realista, passando pela complexa elaboração de uma narrativa histórico-ficcional, em que a Mística do Tempo se presentificará como grande protagonista, até alcançar, em muitos momentos, status do que se pode classificar como obra de formação. Para isso, o autor opera personagens densas, repletas de magnetismo e estofo psicológico, em torno das quais experiências civilizatórias estabelecidas entre o Brasil e algumas regiões do continente africano serão reencenadas. O escritor, jornalista e curador Breno Fernandes publicou a sua crítica ao meu romance no álbum “ Leituras de 2022 ” do seu perfil no Facebook ( aqui ), sincronicamente na hora/minuto oroboro de 13:31 . Maktub! Segue abaixo, na

Seleta: Rock

Foto: Griffin Wooldridge Para curtir, dirigir, criar, transar, cozinhar, fazer trilha na mata, correr na orla, mergulhar no íntimo, vasculhar os recônditos da mente e se sentir vivo & pulsante na existência, confira as  1 3 playlists de rock da Seleta , com Pink Floyd , Radiohead , The Cranberries , Placebo ,  Led Zeppelin ,  Dire Straits , Creedence Clearwater Revival , U2 ,  The Wallflowers , Counting Crows ,  Audioslave ,  Black Sabbath e Bjørn Riis . Entre 2018 e 2022 , selecionei  1.080 músicas prediletas, presentes em  132 álbuns , 09 EPs e 17 singles , um universo de sensações guitarreiras & poéticas! PS: Esse post será atualizado a cada nova Seleta Rock criada. Seleta: Pink Floyd (2022) 145 músicas | 18 álbuns Ouça aqui Seleta: Radiohead (2022) 130 músicas | 11 álbuns, 07 EPs e 14 singles Ouça aqui Seleta: The Cranberries (2021) 90 músicas | 08 álbuns Ouça aqui Seleta: Placebo (2022) 110 músicas | 15 álbuns e 1 single Ouça  aqui Seleta: Led Zeppelin (2022) 85 mús

Seleta: Folk

Foto: Daniel Barnes Para trilhar um pôr do sol, a feitura da arte, o xamego de um abraço, a passagem da dor, confira as 07 playlists de folk da Seleta , com Renato Russo , Lhasa , Luís Capucho , Gregory Alan Isakov , Sharon Van Etten , Lisa Hannigan e Puddles Pity Party . Entre 2017 e 2021 , selecionei 233 músicas prediletas, presentes em 22 álbuns , um monte de beleza, contemple! PS: Esse post será atualizado a cada nova Seleta Folk criada. Seleta: Renato Russo (2021) 60 músicas | 06 álbuns Ouça aqui Seleta: Lhasa (2018) 30 músicas | 03 álbuns Ouça aqui Seleta: Luís Capucho (2018) 30 músicas | 03 álbuns Ouça aqui Seleta: Gregory Alan Isakov (2017) 30 músicas | 03 álbuns Ouça aqui Seleta: Sharon Van Etten (2017) 29 músicas | 04 álbuns Ouça aqui Seleta: Lisa Hannigan (2020) 20 músicas | 03 álbuns Ouça aqui Seleta: Puddles Pity Party (2018) 34 músicas Ouça aqui

Seleta: Counting Crows

Eu sou fã do som de “ August and Everything After ” (1993), o álbum de estreia da banda californiana Counting Crows . Para mim, uma referência de mixagem, masterização, timbragem e execução, tudo no lugar certinho, o som da batera, nossa, muito bom! Além disso, as canções são lindas demais: as baladas “ Raining in Baltimore ” [citei até numa música minha], “ Perfect Blue Buildings ”, “ Anna Begins ” e “ Time and Time Again ”, as estradeiras “ Rain King ” e “ A Murder of One ”, e o megahit “ Mr. Jones ”, que toca muito por aqui até hoje. Baladas e pop rock para pegar estrada resumem bem a eficiência da Counting Crows , a sombra e a luz de uma melancolia solar, imersão e fuga, antíteses que se complementam numa mescla de folk, blues, rock e country, músicos exímios e um vocalista figuraça que às vezes exagera na interpretação [melhor ouvir os discos]. Counting Crows e a importância da poesia nas letras, uma das bandas preferidas dos anos 1990, recomendo! Na Seleta de hoje, as 77 música

Seleta: The Wallflowers

The Wallflowers é o projeto musical do cantor e compositor Jakob Dylan (foto: Yasmin Than ) A chegada da MTV na minha casa em 1997 me apresentou ao clipe de “ The Difference ”, que me fez pirar na voz rouca do cantor e compositor nova-iorquino Jakob Dylan , e comprar o álbum “ Bringing Down the Horse ”, da então banda californiana The Wallflowers — foi o primeiro CD de rock que comprei [junto ao “ OK Computer ”, do Radiohead ], após colecionar os álbuns da Legião Urbana . Pois botei “ Bringing Down the Horse ” no repeat eterno, virei fã, mandei até fazer uma camisa com The Wallflowers bordado no peito e saía por aí curtindo ostentar uma banda que pouca gente conhecia. Agora, quase 25 anos depois, mergulho na obra musical de Jakob Dylan [ The Wallflowers é o seu projeto, pois a formação da banda mudou muito durante os anos, e agora é composta por músicos contratados], que é um dos melhores sons de poprock que conheço, influenciado pelo blues & country, com belas harmonias e c