Pular para o conteúdo principal

Lima Barreto, preciso

Lima Barreto

“A Literatura ou me mata ou me dá o que eu peço dela.”

“Mulher bonita é que não falta nesta vida; o que falta é a mulher de que a gente goste.”

“(...) É ela que faz todas as consolações das nossas desgraças; é dela que nós esperamos a nossa redenção; é ela a quem todos os infelizes pedem socorro e esquecimento. Gosto da Morte porque ela é o aniquilamento de todos nós; gosto da Morte porque ela nos sagra. Em vida, todos nós só somos conhecidos pela calúnia e maledicência, mas, depois que Ela nos leva, nós somos conhecidos (...) pelas nossas boas qualidades.”

“Os brasileiros estão sempre dispostos a ver no estrangeiro bem-vestido um fidalgo; e nos pobres, um animal desprezível.”

“Não gosto, nem trato de política. (...) Eu a encaro, como todo o povo a vê, isto é, um ajuntamento de piratas mais ou menos diplomados que exploram a desgraça e a miséria dos humildes. (...) A República no Brasil é o regime da corrupção. (...) Vem disto a nossa esterilidade mental, a nossa falta de originalidade intelectual, a pobreza da nossa paisagem moral e a desgraça que se nota no geral, da nossa população. Ninguém quer discutir; ninguém quer agitar ideias; ninguém quer dar a emoção (...). Todos querem 'comer'. 'Comem' os juristas, 'comem' os filósofos, 'comem' os médicos (...) 'comem' os romancistas, 'comem' os engenheiros, 'comem' os jornalistas: o Brasil é uma vasta 'comilança'”




Trechos de Lima Barreto citados na biografia Lima Barreto: Triste visionário (Companhia das Letras, 2017), de Lilia M. Schwarcz, páginas 393, 268, 477, 246 e 421, respectivamente.


Comentários

Wesley disse…
Assombrosamente atual!

Postagens mais visitadas deste blog

Seleta: Rock

Foto: Griffin Wooldridge Para curtir, dirigir, criar, transar, cozinhar, fazer trilha na mata, correr na orla, mergulhar no íntimo, vasculhar os recônditos da mente e se sentir vivo & pulsante na existência, confira as  1 3 playlists de rock da Seleta , com Pink Floyd , Radiohead , The Cranberries , Placebo ,  Led Zeppelin ,  Dire Straits , Creedence Clearwater Revival , U2 ,  The Wallflowers , Counting Crows ,  Audioslave ,  Black Sabbath e Bjørn Riis . Entre 2018 e 2022 , selecionei  1.080 músicas prediletas, presentes em  132 álbuns , 09 EPs e 17 singles , um universo de sensações guitarreiras & poéticas! PS: Esse post será atualizado a cada nova Seleta Rock criada. Seleta: Pink Floyd (2022) 145 músicas | 18 álbuns Ouça aqui Seleta: Radiohead (2022) 130 músicas | 11 álbuns, 07 EPs e 14 singles Ouça aqui Seleta: The Cranberries (2021) 90 músicas | 08 álbuns Ouça aqui Seleta: Placebo (2022) 110 músicas | 15 álbuns e 1 single Ouça  aqui Seleta: Led Zeppelin (2022) 85 mús

Leituras 2020

Os 10 livros lidos em 2020 Li 10 livros em 2020 , com destaque para a poesia, e selecionei trechos das obras de Alex Simões , Lúcio Autran , Wesley Correia , Mariana Botelho , Nina Rizzi , Érica Azevedo , Ana Valéria Fink e Cyro de Mattos , e trechos dos romances de Franklin Carvalho e Victor Mascarenhas . Além dos livros, elaborei uma seleção de poemas de Zecalu [publicados nas redes sociais em 2019], outra seleta de trechos de crônicas de Santiago Fontoura [publicadas no Facebook], e uma seleção de poemas de Martha Galrão . Por fim, reli a autobiografia de Rita Lee e divulguei trechos também. Boa leitura! “Contrassonetos catados & via vândala” (Mondrongo, 2015) Alex Simões Leia trechos  aqui “soda cáustica soda” (Patuá, 2019) Lúcio Autran Leia trechos  aqui “laboratório de incertezas” (Malê, 2020) Wesley Correia Leia trechos  aqui “o silêncio tange o sino” (Ateliê Editorial, 2010) Mariana Botelho Leia trechos  aqui   “A ordem interior do mundo” (7Letras, 2020) Franklin Carv

Seleta: Lisa Hannigan

Lisa Hannigan (foto daqui ) Conheci a cantora e compositora irlandesa Lisa Hannigan graças ao emocionante filme “ Maudie ” (2016), da diretora irlandesa Aisling Walsh (baseado na história da artista canadense Maud Lewis ). A música dos créditos finais é “ Little Bird ”, e a suavidade, timbre, afinação e interpretação tátil da bela voz de Lisa Hannigan me fisgou na hora! Contemplei três dos seus álbuns, “ At Swim ” (2016), “ Passenger ” (2011) e “ Sea Sew ” (2008), e fiz uma seleta com 20 canções que mais gostei. Confira o belo trabalho da irlandesa Lisa Hannigan ! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 1) Tender [At Swim, 2016] 2) Funeral Suit  [At Swim, 2016] 3) Home [Passenger, 2011] 4) Little Bird [Passenger, 2011] 5) Paper House [Passenger, 2011] 6) An Ocean and a Rock [Sea Sew, 2008] 7) Prayer for the Dying [At Swim, 2016] 8) Nowhere to Go [Passenger, 2011] 9) Anahorish [At Swim, 2016] 10) We, the Drowned [At Swim, 2016] 11) Splishy Splashy [Sea Sew, 2008] 12) T