Pular para o conteúdo principal

Seleta: Dire Straits


Sou fã da inglesa Dire Straits, tenho todos os discos (a formação predileta é a do quarteto, com o baterista Pick Withers), escuto até hoje curtindo do mesmo jeito. A banda está no meu panteão do rock, trilha sonora perfeita para dirigir no pôr do sol, contemplar o mar, afundar na fossa ou tirar a roupa da gata à meia-luz e trepar bem gostosinho. Mark Knopfler é um dos três guitarristas que mais admiro (só usa os dedos e mistura blues, jazz, country, funk, etc., num caldeirão de música boa o tempo inteiro), os seus solos me emocionam e me fazem transcender, além de ter um timbre muito foda na voz (como eu queria cantar com essa rouquidão!). Para mim, o Dire Straits é o grão-mestre do poprock!

Na Seleta de hoje, as 49 músicas que mais gosto, gravadas por Dire Straits, presentes em sete álbuns da discografia oficial da banda (os prediletos são “Live at the BBC”, “Communiqué”, “Dire Straits” e “On Every Street”). Um salve para a arte de Mark Knopfler & cia!

PS: Hoje, 13/12/21, são dez anos sem a presença física do meu mestre-pai-amigo Ildegardo Rosa. E a sincronia me faz lembrar que, de todas as bandas de rock que ele ouviu soar pelo apê 703-B, Dire Straits foi a única que o velho sergipano prestou atenção, assistiu ao show Rockpalast 1979 comigo no DVD curtindo em alta e sagrou: “Isso que é rock!”.


Ouça no YouTube aqui

Ouça no Spotify aqui

01) Brothers in Arms [Brothers in Arms, 1985]

02) You and Your Friend [On Every Street, 1991]

03) Fade to Black [On Every Street, 1991]

04) Where Do You Think You're Going? [Communiqué, 1979]

05) Once Upon a Time in the West [Communiqué, 1979]

06) The Man's Too Strong [Brothers in Arms, 1985]

07) Sultans of Swing [Dire Straits, 1978]

08) Lady Writer [Communiqué, 1979]

09) What's the Matter Baby? [Live at the BBC, 1995]

10) Walk of Life [Brothers in Arms, 1985]


Dire Straits em 1978 (foto: Adrian Boot)


11) Tunnel of Love [Making Movies, 1980]

12) Romeo and Juliet [Making Movies, 1980]

13) Wild West End [Dire Straits, 1978]

14) News [Communiqué, 1979]

15) Six Blade Knife [Dire Straits, 1978]

16) Lions [Dire Straits, 1978]

17) Portobello Belle [Communiqué, 1979]

18) Iron Hand [On Every Street, 1991]

19) Why Worry [Brothers in Arms, 1985]

20) On Every Street [On Every Street, 1991]


Dire Straits em 1978 (Foto: Heinrich Klaffs)


21) Single-Handed Sailor [Communiqué, 1979]

22) Down to the Waterline [Dire Straits, 1978]

23) When It Comes to You [On Every Street, 1991]

24) Water of Love [Dire Straits, 1978]

25) Ticket to Heaven [On Every Street, 1991]

26) Follow Me Home [Communiqué, 1979]

27) Your Latest Trick [Brothers in Arms, 1985]

28) Private Investigations [Love Over Gold, 1982]

29) Planet of New Orleans [On Every Street, 1991]

30) Telegraph Road [Love Over Gold, 1982]


Última formação do Dire Straits,
no início dos anos 1990


31) Expresso Love [Making Movies, 1980]

32) Love Over Gold [Love Over Gold, 1982]

33) Southbound Again [Dire Straits, 1978]

34) Calling Elvis [On Every Street, 1991]

35) In the Gallery [Dire Straits, 1978]

36) Communiqué [Communiqué, 1979]

37) The Bug [On Every Street, 1991]

38) Setting Me Up [Dire Straits, 1978]

39) Hand in Hand [Making Movies, 1980]

40) How Long [On Every Street, 1991]


O gênio Mark Knopfler (foto: Heinrich Klaffs)


41) Angel of Mercy [Communiqué, 1979]

42) Ride Across the River [Brothers in Arms, 1985]

43) Heavy Fuel [On Every Street, 1991]

44) Solid Rock [Making Movies, 1980]

45) It Never Rains [Love Over Gold, 1982]

46) Skateaway [Making Movies, 1980]

47) My Parties [On Every Street, 1991]

48) Les Boys [Making Movies, 1980]

49) So Far Away [Brothers in Arms, 1985]


Os sete álbuns presentes nesta Seleta

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seleta: Lisa Hannigan

Lisa Hannigan (foto daqui ) Conheci a cantora e compositora irlandesa Lisa Hannigan graças ao emocionante filme “ Maudie ” (2016), da diretora irlandesa Aisling Walsh (baseado na história da artista canadense Maud Lewis ). A música dos créditos finais é “ Little Bird ”, e a suavidade, timbre, afinação e interpretação tátil da bela voz de Lisa Hannigan me fisgou na hora! Contemplei três dos seus álbuns, “ At Swim ” (2016), “ Passenger ” (2011) e “ Sea Sew ” (2008), e fiz uma seleta com 20 canções que mais gostei. Confira o belo trabalho da irlandesa Lisa Hannigan ! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 1) Tender [At Swim, 2016] 2) Funeral Suit  [At Swim, 2016] 3) Home [Passenger, 2011] 4) Little Bird [Passenger, 2011] 5) Paper House [Passenger, 2011] 6) An Ocean and a Rock [Sea Sew, 2008] 7) Prayer for the Dying [At Swim, 2016] 8) Nowhere to Go [Passenger, 2011] 9) Anahorish [At Swim, 2016] 10) We, the Drowned [At Swim, 2016] 11) Splishy Splashy [Sea Sew, 2008] 12) T

Leituras 2020

Os 10 livros lidos em 2020 Li 10 livros em 2020 , com destaque para a poesia, e selecionei trechos das obras de Alex Simões , Lúcio Autran , Wesley Correia , Mariana Botelho , Nina Rizzi , Érica Azevedo , Ana Valéria Fink e Cyro de Mattos , e trechos dos romances de Franklin Carvalho e Victor Mascarenhas . Além dos livros, elaborei uma seleção de poemas de Zecalu [publicados nas redes sociais em 2019], outra seleta de trechos de crônicas de Santiago Fontoura [publicadas no Facebook], e uma seleção de poemas de Martha Galrão . Por fim, reli a autobiografia de Rita Lee e divulguei trechos também. Boa leitura! “Contrassonetos catados & via vândala” (Mondrongo, 2015) Alex Simões Leia trechos  aqui “soda cáustica soda” (Patuá, 2019) Lúcio Autran Leia trechos  aqui “laboratório de incertezas” (Malê, 2020) Wesley Correia Leia trechos  aqui “o silêncio tange o sino” (Ateliê Editorial, 2010) Mariana Botelho Leia trechos  aqui   “A ordem interior do mundo” (7Letras, 2020) Franklin Carv

Seleta: Flávio José

Flávio José (foto: divulgação ) O artista de forró que mais gosto é o cantor, sanfoneiro e compositor Flávio José . Para mim, ele é a Voz do Nordeste . Um timbre único, raro, fantástico. Ouvir o canto desse Assum Preto-Rei é sentir o cheiro da caatinga, arrastar os pés no chão de barro ao pé da serra, embalar o coração juntinho com a parceira que amo, deslizar os passos como se no paraíso estivesse, saborear a mistura de amendoim com bolo de milho, purificar o sorriso como Dominguinhos ensinou, banhar-se com as rezas das senhoras sábias, prestar atenção aos causos, lendas e histórias do povo que construiu e orgulha o Brasil . Celebrar a pátria nordestina é escutar o mestre Flávio José ! Natural da sertaneja Monteiro , na Paraíba , em 2021 vai completar 70 anos (no primeiro dia de setembro), com mais de 30 discos lançados e vários sucessos emplacados na memória afetiva do povo brasileiro (fez a alegria e o estouro da carreira de muitos compositores, que tiveram a sorte de serem grav