Pular para o conteúdo principal

Leituras 2021

Os 36 livros lidos em 2021

Dentre os 36 livros que li em 2021, selecionei trechos de 34 livros, com destaque para a poesia de Alberto da Cunha Melo, Ricardo AleixoMônica Menezes, Alex Simões e Jovina Souza, as cartas de Clarice Lispector, as crônicas de Ângela Vilma e Kátia Borges, os romances de Pepetela, Buddhadeva Bose e Paulo Bono [e o meu “oroboro baobá”], entre outros livros, e os versos, as biografias e demais livros sobre Renato Russo. Além disso, foi um ano em que reli a biografia de Dado Villa-Lobos e o excelente blog “NÃO LEIA!”, de Mayrant Gallo, garimpando trechos valiosos. Boa leitura! 

“Poesia completa”
(Record, 2017)
Alberto da Cunha Melo
Os melhores poemas aqui
Versos geniais aqui

“Todas as cartas”
(Rocco, 2020)
Clarice Lispector
Leia trechos aqui

“oroboro baobá”
(Penalux, 2020)
Emmanuel Mirdad
Leia trechos aqui

“Aeronauta”
(Mondrongo, 2020)
Ângela Vilma
Org. Emmanuel Mirdad
Leia trechos aqui

“Renato Russo de A a Z:
As ideias do líder da Legião Urbana”
(Letra Livre, 2000)
Renato Russo
Org. Simone Assad
Leia trechos aqui

“Conversações com Renato Russo”
(Letra Livre, 1996)
Renato Russo
Leia trechos aqui

“O quase fim do mundo”
(Kapulana, 2019)
Pepetela
Leia trechos aqui

“Renato Russo — O filho da revolução”
(Planeta, 2018)
Carlos Marcelo
Leia trechos aqui

“Meu tipo de garota”
(Companhia das Letras, 2011)
Buddhadeva Bose
Leia trechos aqui

“Sexy Ugly”
(Mondrongo, 2019)
Paulo Bono
Leia trechos aqui

“A teoria da felicidade”
(Patuá, 2020)
Kátia Borges
Leia trechos aqui

“Pesado demais para a ventania”
(Todavia, 2018)
Ricardo Aleixo
Leia trechos aqui

“Pequeno álbum de silêncios”
(Boto-cor-de-rosa / paraLeLo13S, 2021)
Mônica Menezes e Sarah Fernandes
Leia trechos aqui

“assim na terra como no selfie”
(Boto-cor-de-rosa / paraLeLo13S, 2021)
Alex Simões
Leia trechos aqui

“O livro das listas”
(Companhia das Letras, 2017)
Renato Russo
Org. Sofia Mariutti e Tarso de Melo
Leia trechos aqui

“O levante da fênix”
(Òmnira, 2021)
Jovina Souza
Leia trechos aqui

“Renato Russo — O Trovador Solitário”
(Agir, 2020)
Arthur Dapieve
Leia trechos aqui

“Renato, o Russo”
(Garota FM Books, 2021)
Julliany Mucury
Leia trechos aqui

“Objetos da Bahia”
(Mondrongo, 2020)
André Lemos
Leia trechos aqui

“Os cadernos de Fernando Infante”
(EGBA, 1997)
Elieser Cesar
Leia trechos aqui

“Oratório das águas”
(Mondrongo, 2019)
Gustavo Felicíssimo
Leia trechos aqui

“trans formas são”
(Organismo, 2018)
Alex Simões
Leia trechos aqui

“Maturando pernas em rabo de peixe”
(Organismo, 2021)
Martha Galrão
Leia trechos aqui

“Discobiografia Legionária”
(Leya, 2016)
Chris Fuscaldo
Leia trechos aqui

“Rio das Almas”
(Chiado Books, 2021)
Pawlo Cidade
Leia trechos aqui

“Desastres”
(Penalux, 2021)
André Lemos
Leia trechos aqui

“Foto Grafias: Retratos de mim”
(Editora Clae, 2021)
Bárbara Pontes
Leia trechos aqui

“Soteropolitanos”
(2020)
Org. Matheus Peleteiro
Leia trechos aqui

“Histórias e histórias da Bahia”
(Caramurê, 2021)
Org. Fernando Oberlaender
Leia trechos aqui

“O espelho dos girassóis”
(2020)
Maviael Melo
Leia trechos aqui

“A terra em pandemia”
(Mondrongo, 2020)
Aleilton Fonseca
Leia trechos aqui

“Tocaia do Norte”
(Penalux, 2021)
Sandra Godinho
Leia trechos aqui

“Vasconcelos Maia — Contista da gente baiana”
(Alba, 2016)
Elieser Cesar

“A classe média no espelho”
(Estação Brasil, 2018)
Jessé Souza

“Coisas”
(Mondrongo, 2018)
André Lemos
Leia trechos aqui

“O discurso do rio”
(Palimage, 2020)
Cyro de Mattos
Leia trechos aqui

-----

Blog NÃO LEIA!
(2008-2017)
Mayrant Gallo
Leia trechos aqui

Os melhores versos de Renato Russo
nos discos da Legião Urbana
Leia aqui

Melhores poemas 2020
Zecalu
Leia aqui

-----

Reli 01 livro em 2021

“Dado Villa-Lobos: Memórias de um Legionário”
(Mauad X, 2015)
Dado Villa-Lobos, Felipe Demier e Romulo Mattos
Leia trechos aqui

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seleta: Lisa Hannigan

Lisa Hannigan (foto daqui ) Conheci a cantora e compositora irlandesa Lisa Hannigan graças ao emocionante filme “ Maudie ” (2016), da diretora irlandesa Aisling Walsh (baseado na história da artista canadense Maud Lewis ). A música dos créditos finais é “ Little Bird ”, e a suavidade, timbre, afinação e interpretação tátil da bela voz de Lisa Hannigan me fisgou na hora! Contemplei três dos seus álbuns, “ At Swim ” (2016), “ Passenger ” (2011) e “ Sea Sew ” (2008), e fiz uma seleta com 20 canções que mais gostei. Confira o belo trabalho da irlandesa Lisa Hannigan ! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 1) Tender [At Swim, 2016] 2) Funeral Suit  [At Swim, 2016] 3) Home [Passenger, 2011] 4) Little Bird [Passenger, 2011] 5) Paper House [Passenger, 2011] 6) An Ocean and a Rock [Sea Sew, 2008] 7) Prayer for the Dying [At Swim, 2016] 8) Nowhere to Go [Passenger, 2011] 9) Anahorish [At Swim, 2016] 10) We, the Drowned [At Swim, 2016] 11) Splishy Splashy [Sea Sew, 2008] 12) T

Leituras 2020

Os 10 livros lidos em 2020 Li 10 livros em 2020 , com destaque para a poesia, e selecionei trechos das obras de Alex Simões , Lúcio Autran , Wesley Correia , Mariana Botelho , Nina Rizzi , Érica Azevedo , Ana Valéria Fink e Cyro de Mattos , e trechos dos romances de Franklin Carvalho e Victor Mascarenhas . Além dos livros, elaborei uma seleção de poemas de Zecalu [publicados nas redes sociais em 2019], outra seleta de trechos de crônicas de Santiago Fontoura [publicadas no Facebook], e uma seleção de poemas de Martha Galrão . Por fim, reli a autobiografia de Rita Lee e divulguei trechos também. Boa leitura! “Contrassonetos catados & via vândala” (Mondrongo, 2015) Alex Simões Leia trechos  aqui “soda cáustica soda” (Patuá, 2019) Lúcio Autran Leia trechos  aqui “laboratório de incertezas” (Malê, 2020) Wesley Correia Leia trechos  aqui “o silêncio tange o sino” (Ateliê Editorial, 2010) Mariana Botelho Leia trechos  aqui   “A ordem interior do mundo” (7Letras, 2020) Franklin Carv

Seleta: Flávio José

Flávio José (foto: divulgação ) O artista de forró que mais gosto é o cantor, sanfoneiro e compositor Flávio José . Para mim, ele é a Voz do Nordeste . Um timbre único, raro, fantástico. Ouvir o canto desse Assum Preto-Rei é sentir o cheiro da caatinga, arrastar os pés no chão de barro ao pé da serra, embalar o coração juntinho com a parceira que amo, deslizar os passos como se no paraíso estivesse, saborear a mistura de amendoim com bolo de milho, purificar o sorriso como Dominguinhos ensinou, banhar-se com as rezas das senhoras sábias, prestar atenção aos causos, lendas e histórias do povo que construiu e orgulha o Brasil . Celebrar a pátria nordestina é escutar o mestre Flávio José ! Natural da sertaneja Monteiro , na Paraíba , em 2021 vai completar 70 anos (no primeiro dia de setembro), com mais de 30 discos lançados e vários sucessos emplacados na memória afetiva do povo brasileiro (fez a alegria e o estouro da carreira de muitos compositores, que tiveram a sorte de serem grav