Pular para o conteúdo principal

Leituras 2014

Os 53 livros lidos em 2014

Dentre os 53 livros lidos em 2014, selecionei passagens em 29 livros, com destaque para a coleção de cinco livros de contos do mestre baiano Hélio Pólvora, três livros de crônicas do mestre Nelson Rodrigues, e os livros de ensaios de David Foster Wallace e Andrew Solomon. Além disso, divulguei os lançamentos de escritores baianos como João Filho, Mayrant GalloHerculano Neto e Ricardo Thadeu, entre outros. Abaixo, você pode conferir quais foram os livros lidos (e relidos também), além dos que tiveram passagens selecionadas. Boa leitura!

“Memórias – A menina sem estrela”
(Agir, 2009)
Nelson Rodrigues
Leia trechos aqui

“O grito da perdiz”
(Casarão do Verbo, 2013)
Hélio Pólvora
Leia trechos aqui

“Ficando longe do fato de já estar
meio que longe de tudo”
(Companhia das Letras, 2012)
David Foster Wallace
Leia trechos aqui

“O demônio do meio-dia — 
Uma anatomia da depressão”
(Objetiva, 2002)
Andrew Solomon
Leia trechos aqui

“O reacionário – Memórias e confissões”
(Agir, 2008)
Nelson Rodrigues
Leia trechos aqui

“Mar de Azov”
(Casarão do Verbo, 2013)
Hélio Pólvora
Leia trechos aqui

“A geração da utopia”
(Leya, 2013)
Pepetela

“A cabra vadia – Novas confissões”
(Agir, 2007)
Nelson Rodrigues
Leia trechos aqui

“Massacre no Km 13”
(Casarão do Verbo, 2013)
Hélio Pólvora
Leia trechos aqui

“Predadores”
(Língua Geral, 2012)
Pepetela

“Dicionário amoroso de Salvador”
(Casarão do Verbo, 2014)
João Filho
Leia trechos aqui

“Contos e novelas escolhidos I”
(Coleção Mestres da Literatura Baiana, 2013)
Hélio Pólvora

“Noites vivas”
(Casarão do Verbo, 2013)
Hélio Pólvora
Leia trechos aqui

“Cuidado com as velhinhas carentes e solitárias”
(E Realizações, 2013)
Matéi Visniec

“Estranhos e assustados”
(Casarão do Verbo, 2013)
Hélio Pólvora
Leia trechos aqui

“A história do comunismo contada aos doentes mentais”
(E Realizações, 2012)
Matéi Visniec

“Contos e novelas escolhidos II”
(Coleção Mestres da Literatura Baiana, 2013)
Hélio Pólvora

“Da sensação de elasticidade quando se marcha sobre cadáveres”
(E Realizações, 2012)
Matéi Visniec

“O negro no futebol brasileiro”
(Mauad X, 2010)
Mario Filho

“Fim”
(Companhia das Letras, 2013)
Fernanda Torres

“Breve espaço”
(Record, 2013)
Cristovão Tezza
Leia trechos aqui

“Mirantes”
(7 Letras, 2012)
Roberval Pereyr

“Menelau e os homens”
(Casarão do Verbo, 2011)
Dênisson Padilha Filho

“Billy Jackson”
(RV Cultura e Arte, 2013)
Victor Mascarenhas e Cau Gomez

“O gol esquecido”
(A Girafa, 2014)
Mayrant Gallo
Leia trechos aqui

“As aventuras de Nicolau & Ricardo: detetives”
(Penalux, 2014)
Mayrant Gallo
Leia trechos aqui

“O sangue que corre nas veias”
(Mondrongo, 2013)
Rodrigo Melo
Leia trechos aqui

“Ângelo Sobral desce aos infernos”
(Giostri, 2014)
Ruy Espinheira Filho
Leia trechos aqui

“Trilogia do tempo”
(Kalango, 2014)
Ricardo Thadeu
Leia trechos aqui

“A casa da árvore”
(Mondrongo, 2014)
Herculano Neto
Leia trechos aqui

“As fantasias eletivas”
(Record, 2014)
Carlos Henrique Schroeder

“A guerra da intriga (ou de Canudos)”
(Penalux, 2013)
Tarcísio Borges

“Heródoto, IV, 196”
(Cousa, 2013)
Reinaldo Santos Neves
Leia trechos aqui

“Opinião”
(2012)
Mãe Stella de Oxóssi
Leia trechos aqui

“Òsósi - o caçador de alegrias”
(Fundação Pedro Calmon, 2011)
Mãe Stella de Oxóssi
Leia trechos aqui

“Provérbios”
(2007)
Mãe Stella de Oxóssi
Leia trechos aqui

“O batedor de faltas”
(Record, 2008)
Claudio Lovato Filho

“A dimensão necessária”
(Mondrongo, 2014)
João Filho
Leia trechos aqui

“A história decalcada”
(Mondrongo, 2014)
Henrique Wagner
Leia trechos aqui

“O sol partido”
(2014)
João Mendonça
Leia trechos aqui

“O herói está de folga”
(Kalango, 2014)
Dênisson Padilha Filho
Leia trechos aqui

“A noite em que nós todos fomos felizes”
(P55, 2014)
Márcio Matos
Leia trechos aqui

“Monstros fora do armário”
(Não Editora, 2012)
Flávio Torres

“Se tua mão te ofende”
(P55, 2014)
Marcus Vinícius Rodrigues

“Cavalo selvagem”
(Valer, 2011)
Eliakin Rufino
Leia trechos aqui

“São selvagem”
(P55, 2014)
Kátia Borges

“Antologia poética”
(Coleção Mestres da Literatura Baiana, 2013)
Affonso Manta

“Amores, rumores, traumas e flores”
(All Print, 2014)
Nalini Vasconcelos

“As muitas mulheres em mim”
(P55, 2014)
Márcia Moreira

“Lavanda”
(Kalango, 2014)
Mariana Paiva
Leia trechos aqui

“Rede do sonho”
(Cromos, 2011)
Odara Rufino

“Blues para Marília”
(Mondrongo, 2013)
Gustavo Felicíssimo

“O retrato ou Um pouco de Henry James não faz mal a ninguém”
(P55, 2014)
Lima Trindade

-----

Reli 06 livros em 2014

“A descoberta do mundo”
(Rocco, 2008)
Clarice Lispector
Leia trechos aqui

Pés quentes nas noites frias
(Funceb-EGBA, 1999)
Mayrant Gallo
Leia trechos aqui

O inédito de Kafka
(Cosac & Naify, 2003)
Mayrant Gallo
Leia trechos aqui

Nem mesmo os passarinhos tristes
(Multifoco, 2010)
Mayrant Gallo
Leia trechos aqui

Dizer adeus
(Edições K, 2005)
Mayrant Gallo
Leia trechos aqui

“Recordações de andar exausto”
(Aboio Livre, 2005)
Mayrant Gallo
Leia trechos aqui

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seleta: Lisa Hannigan

Lisa Hannigan (foto daqui ) Conheci a cantora e compositora irlandesa Lisa Hannigan graças ao emocionante filme “ Maudie ” (2016), da diretora irlandesa Aisling Walsh (baseado na história da artista canadense Maud Lewis ). A música dos créditos finais é “ Little Bird ”, e a suavidade, timbre, afinação e interpretação tátil da bela voz de Lisa Hannigan me fisgou na hora! Contemplei três dos seus álbuns, “ At Swim ” (2016), “ Passenger ” (2011) e “ Sea Sew ” (2008), e fiz uma seleta com 20 canções que mais gostei. Confira o belo trabalho da irlandesa Lisa Hannigan ! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 1) Tender [At Swim, 2016] 2) Funeral Suit  [At Swim, 2016] 3) Home [Passenger, 2011] 4) Little Bird [Passenger, 2011] 5) Paper House [Passenger, 2011] 6) An Ocean and a Rock [Sea Sew, 2008] 7) Prayer for the Dying [At Swim, 2016] 8) Nowhere to Go [Passenger, 2011] 9) Anahorish [At Swim, 2016] 10) We, the Drowned [At Swim, 2016] 11) Splishy Splashy [Sea Sew, 2008] 12) T

Leituras 2020

Os 10 livros lidos em 2020 Li 10 livros em 2020 , com destaque para a poesia, e selecionei trechos das obras de Alex Simões , Lúcio Autran , Wesley Correia , Mariana Botelho , Nina Rizzi , Érica Azevedo , Ana Valéria Fink e Cyro de Mattos , e trechos dos romances de Franklin Carvalho e Victor Mascarenhas . Além dos livros, elaborei uma seleção de poemas de Zecalu [publicados nas redes sociais em 2019], outra seleta de trechos de crônicas de Santiago Fontoura [publicadas no Facebook], e uma seleção de poemas de Martha Galrão . Por fim, reli a autobiografia de Rita Lee e divulguei trechos também. Boa leitura! “Contrassonetos catados & via vândala” (Mondrongo, 2015) Alex Simões Leia trechos  aqui “soda cáustica soda” (Patuá, 2019) Lúcio Autran Leia trechos  aqui “laboratório de incertezas” (Malê, 2020) Wesley Correia Leia trechos  aqui “o silêncio tange o sino” (Ateliê Editorial, 2010) Mariana Botelho Leia trechos  aqui   “A ordem interior do mundo” (7Letras, 2020) Franklin Carv

Seleta: Flávio José

Flávio José (foto: divulgação ) O artista de forró que mais gosto é o cantor, sanfoneiro e compositor Flávio José . Para mim, ele é a Voz do Nordeste . Um timbre único, raro, fantástico. Ouvir o canto desse Assum Preto-Rei é sentir o cheiro da caatinga, arrastar os pés no chão de barro ao pé da serra, embalar o coração juntinho com a parceira que amo, deslizar os passos como se no paraíso estivesse, saborear a mistura de amendoim com bolo de milho, purificar o sorriso como Dominguinhos ensinou, banhar-se com as rezas das senhoras sábias, prestar atenção aos causos, lendas e histórias do povo que construiu e orgulha o Brasil . Celebrar a pátria nordestina é escutar o mestre Flávio José ! Natural da sertaneja Monteiro , na Paraíba , em 2021 vai completar 70 anos (no primeiro dia de setembro), com mais de 30 discos lançados e vários sucessos emplacados na memória afetiva do povo brasileiro (fez a alegria e o estouro da carreira de muitos compositores, que tiveram a sorte de serem grav