Pular para o conteúdo principal

Vamos ouvir: Nuvens, de Fábio Haendel

Nuvens (2014) - Fábio Haendel




Não consegue visualizar o player? Ouça aqui

Release no facebook do artista:

"
Fábio Haendel é um artista múltiplo, originalmente das artes plásticas, formado pela escola de Belas Artes da UFBA, com experiência nas áreas de ilustração, design, animação e arte-educação. Filho do músico instrumentista Willy Haendel, tem em suas raízes o gosto pela música e, movido pelas criações de Bob Dylan, também se tornou cantor e compositor, participando de diversos festivais e eventos universitários. Possui mais de 70 composições e um Cd gravado, "O Dono do Tempo", de 2008. Em 2012, junto com Kátia Borges, Mariana Paiva, Nilson Galvão e Lígia Benigno criou o Sarau “Prosa e Poesia” e desde então vem aprofundando-se na pesquisa literária.

Fábio Haendel toca acompanhado da sua banda, formada pelos músicos Henrique Duarte (baixo), Estevam Dantas (piano e acordeon) e Saulo Tacio (percuteria), ao longo da carreira apresentaram-se em importantes casas como o 30 Segundos Bar (BA), Bar Balcão (BA), Café e Cognac (BA), Odeon Sabor e Arte (MA), Portela Café (BA), Sagarana Café-Teatro(MG), Palacete das Artes (BA), Casa de Tereza Arte, Gastronomia e Cultura (BA), Amsterdam music pub (MA), Barulhinho Bom (MA), Visca Sabor e Arte (BA), entre outros. Como resultado da pesquisa sobre a relação da poesia com música durante esses quase dois anos de Sarau “Prosa e Poesia” criou o show poético “Astronauta Andarilho”, com poesias musicadas de grandes poetas: Fernando Pessoa, Clarice Lispector, Hilda Hilst, Carlos Drummond de Andrade, Manoel de Barros, Guimarães Rosa, Vinícius de Moraes, Paulo Leminski, Ana Cristina César, Capinan, Kátia Borges e Damário da Cruz.

Foi selecionado esse ano para participar de duas antologias poéticas: editora Cogito e Sarau da Onça. Atualmente está finalizando o livro de poesias e ilustrações “Antes das Nuvens” e gravando o CD “Nuvens”. Realiza atividades e projetos com poetas/escritores baianos e com o grupo Teatro Griô.

CD Nuvens

1-Nuvens (Fábio Haendel)
2-Cada Cabeça (Fábio Haendel)
3-Curta Metragem (Nílson Galvão e Fábio Haendel)
4-Vestir despir (Fábio Haendel)
5- Sábios Blues (Nílson Galvão e Fábio Haendel)
6- Poemas Sonhados (Mariana Paiva e Fábio Haendel) – participação de Illy Gouveia
7- Beleza moça (Kátia Borges e Fábio Haendel)
8- Morro do submundo (Fábio Haendel)
Composições, voz, violão e gaita: Fábio Haendel
Cantora convidada: Illy Gouveia
Músicos:
Baixo- Henrique Duarte
Baixo acústico- Gil Meireles
Guitarra e violão- João Trevisani
Bandolim- Willy Haendel
Piano- Estevam Dantas
Bateria- Pedro Dantas
Percussão- Saulo Tácio
Trombone - Fabrício Dalla Vecchia
Trompete - Gil Mário Santos
Violino- Mário Soares
Produção Musical: Bráulio Passos
Assistente de Gravação : Dante Alighieri
Produção: Lígia Benigno
Capa:
foto- Andréa Magnoni
arte- Thiago Romero
contatos- (71)3018-6062/ 9272-0745
producao.fabiohaendel@gmail.com
"

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seleta: Lisa Hannigan

Lisa Hannigan (foto daqui ) Conheci a cantora e compositora irlandesa Lisa Hannigan graças ao emocionante filme “ Maudie ” (2016), da diretora irlandesa Aisling Walsh (baseado na história da artista canadense Maud Lewis ). A música dos créditos finais é “ Little Bird ”, e a suavidade, timbre, afinação e interpretação tátil da bela voz de Lisa Hannigan me fisgou na hora! Contemplei três dos seus álbuns, “ At Swim ” (2016), “ Passenger ” (2011) e “ Sea Sew ” (2008), e fiz uma seleta com 20 canções que mais gostei. Confira o belo trabalho da irlandesa Lisa Hannigan ! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 1) Tender [At Swim, 2016] 2) Funeral Suit  [At Swim, 2016] 3) Home [Passenger, 2011] 4) Little Bird [Passenger, 2011] 5) Paper House [Passenger, 2011] 6) An Ocean and a Rock [Sea Sew, 2008] 7) Prayer for the Dying [At Swim, 2016] 8) Nowhere to Go [Passenger, 2011] 9) Anahorish [At Swim, 2016] 10) We, the Drowned [At Swim, 2016] 11) Splishy Splashy [Sea Sew, 2008] 12) T

Leituras 2020

Os 10 livros lidos em 2020 Li 10 livros em 2020 , com destaque para a poesia, e selecionei trechos das obras de Alex Simões , Lúcio Autran , Wesley Correia , Mariana Botelho , Nina Rizzi , Érica Azevedo , Ana Valéria Fink e Cyro de Mattos , e trechos dos romances de Franklin Carvalho e Victor Mascarenhas . Além dos livros, elaborei uma seleção de poemas de Zecalu [publicados nas redes sociais em 2019], outra seleta de trechos de crônicas de Santiago Fontoura [publicadas no Facebook], e uma seleção de poemas de Martha Galrão . Por fim, reli a autobiografia de Rita Lee e divulguei trechos também. Boa leitura! “Contrassonetos catados & via vândala” (Mondrongo, 2015) Alex Simões Leia trechos  aqui “soda cáustica soda” (Patuá, 2019) Lúcio Autran Leia trechos  aqui “laboratório de incertezas” (Malê, 2020) Wesley Correia Leia trechos  aqui “o silêncio tange o sino” (Ateliê Editorial, 2010) Mariana Botelho Leia trechos  aqui   “A ordem interior do mundo” (7Letras, 2020) Franklin Carv

Seleta: Flávio José

Flávio José (foto: divulgação ) O artista de forró que mais gosto é o cantor, sanfoneiro e compositor Flávio José . Para mim, ele é a Voz do Nordeste . Um timbre único, raro, fantástico. Ouvir o canto desse Assum Preto-Rei é sentir o cheiro da caatinga, arrastar os pés no chão de barro ao pé da serra, embalar o coração juntinho com a parceira que amo, deslizar os passos como se no paraíso estivesse, saborear a mistura de amendoim com bolo de milho, purificar o sorriso como Dominguinhos ensinou, banhar-se com as rezas das senhoras sábias, prestar atenção aos causos, lendas e histórias do povo que construiu e orgulha o Brasil . Celebrar a pátria nordestina é escutar o mestre Flávio José ! Natural da sertaneja Monteiro , na Paraíba , em 2021 vai completar 70 anos (no primeiro dia de setembro), com mais de 30 discos lançados e vários sucessos emplacados na memória afetiva do povo brasileiro (fez a alegria e o estouro da carreira de muitos compositores, que tiveram a sorte de serem grav