Pular para o conteúdo principal

Música para Escrever #58 — Cult of Luna, Mouth of the Architect, Show Me a Dinosaur, Ànteros, Birds In Row, Empress, Ingrina, Autism, Montagne e Lionsbreath


A salvação de um amanhecer para temer, em algum lugar ao longo da rodovia, é vertical ao reino eterno dos laços que cegam silenciosamente. O amanhecer do tempo & murchando. "Me mostre um dinossauro", deseja o contemplador de plantas nos corpos celestes... e, na paz, a escuridão das luas. "Você, eu e a violência", ele continua. "Nós já perdemos o mundo", uma mulher responde. A guerra pessoal da reminiscência na premonição depois da luz. A última luz. "Você encontrou a paz?" A cachoeira negra, num bafo de leão. Confira o post #58 da série Música para Escrever, especial PESO GRITADO, com os melhores sons de post-rock, a alumiar a mente e transcender em palavras.


Umeå | Suécia
Bandcamp aqui e aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"Salvation"
(2004)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"A Dawn to Fear"
(2019)
Ouça aqui

"Somewhere Along the Highway"
(2006)
Ouça aqui

"Vertikal"
(2013)
Ouça aqui

"Eternal Kingdom"
(2008)
Ouça aqui

---------

Dayton | Estados Unidos
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"The Ties That Blind (Remixed & Remaster)"
(2018)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"Quietly"
(2008)
Ouça aqui

"Dawning"
(2013)
Ouça aqui

"Time & Withering (Remaster)"
(2017)
Ouça aqui

---------

São Petersburgo | Rússia
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"Show Me a Dinosaur"
(2016)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"Plantgazer"
(2020)
Ouça aqui

---------

Barcelona | Espanha
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"Cuerpos celestes"
(2017)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"...y en paz la oscuridad"
(2020)
Ouça aqui

"lunas"
(2016)
Ouça aqui

---------

Laval | França
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"You, Me & The Violence"
(2012)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"We Already Lost The World"
(2018)
Ouça aqui

"Personal War"
(2015)
Ouça aqui

---------

Vancouver | Canadá
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"Reminiscence"
(2017)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"Premonition"
(2020)
Ouça aqui

---------

França
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"Etter Lys"
(2018)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"Siste Lys"
(2020)
Ouça aqui

---------

Vilnius | Lituânia
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"Have you found peace?"
(2019)
Ouça aqui

---------

Paris | França
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"Black Waterfall"
(2020)
Ouça aqui

---------

Cidade do Cabo | África do Sul
Bandcamp aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"S/T" (EP)
(2020)
Ouça aqui

---------

Playlist Música para Escrever #58


Ouça no YouTube aqui

01) Gone [Show Me a Dinosaur]

02) It Swarms [Mouth of the Architect]

03) Adrift [Cult of Luna]

04) Marsh [Show Me a Dinosaur]

05) O'Dear [Birds In Row]

06) Harboring An Apparition [Mouth of the Architect]

07) Lights on the Hill [Cult of Luna]

08) Polaris [Ànteros]

09) You, Me & The Violence [Birds In Row]

10) Dark City, Dead Man [Cult of Luna]

11) A Beautiful Corpse [Mouth of the Architect]

12) Fossils [Birds In Row]

13) Mononoké [Montagne]

14) Sombras [Ànteros]

15) No Word [Autism]

16) Coil [Ingrina]

17) Vicarious Redemption [Cult of Luna]

18) Soil to Stone (Remastered) [Mouth of the Architect]

19) Trost [Empress]

20) Curse [Cult of Luna]

21) Rhea (1672) [Ànteros]

22) They Speak Like Trees [Empress]

23) Stolidity [Ingrina]


Confira o Música para Escrever #57, com a world wondered full, We Stood Like Kings, I Hear Sirens, Alpha du Centaure, Labirinto, Lai delle Nubi, Overmorrow, Yndian Mynah, Audiolepsia e Quiet is the new Loud, neste post aqui


Confira o Música para Escrever #56, com Mesozoic, Ben Haskins, SIX DAYS OF CALM, LA VERITE, Nieeve, Northway, KOSMOVOID, Wolfredt, Dog Is My Copilot e satellites, neste post aqui

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seleta: Lisa Hannigan

Lisa Hannigan (foto daqui ) Conheci a cantora e compositora irlandesa Lisa Hannigan graças ao emocionante filme “ Maudie ” (2016), da diretora irlandesa Aisling Walsh (baseado na história da artista canadense Maud Lewis ). A música dos créditos finais é “ Little Bird ”, e a suavidade, timbre, afinação e interpretação tátil da bela voz de Lisa Hannigan me fisgou na hora! Contemplei três dos seus álbuns, “ At Swim ” (2016), “ Passenger ” (2011) e “ Sea Sew ” (2008), e fiz uma seleta com 20 canções que mais gostei. Confira o belo trabalho da irlandesa Lisa Hannigan ! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 1) Tender [At Swim, 2016] 2) Funeral Suit  [At Swim, 2016] 3) Home [Passenger, 2011] 4) Little Bird [Passenger, 2011] 5) Paper House [Passenger, 2011] 6) An Ocean and a Rock [Sea Sew, 2008] 7) Prayer for the Dying [At Swim, 2016] 8) Nowhere to Go [Passenger, 2011] 9) Anahorish [At Swim, 2016] 10) We, the Drowned [At Swim, 2016] 11) Splishy Splashy [Sea Sew, 2008] 12) T

Leituras 2020

Os 10 livros lidos em 2020 Li 10 livros em 2020 , com destaque para a poesia, e selecionei trechos das obras de Alex Simões , Lúcio Autran , Wesley Correia , Mariana Botelho , Nina Rizzi , Érica Azevedo , Ana Valéria Fink e Cyro de Mattos , e trechos dos romances de Franklin Carvalho e Victor Mascarenhas . Além dos livros, elaborei uma seleção de poemas de Zecalu [publicados nas redes sociais em 2019], outra seleta de trechos de crônicas de Santiago Fontoura [publicadas no Facebook], e uma seleção de poemas de Martha Galrão . Por fim, reli a autobiografia de Rita Lee e divulguei trechos também. Boa leitura! “Contrassonetos catados & via vândala” (Mondrongo, 2015) Alex Simões Leia trechos  aqui “soda cáustica soda” (Patuá, 2019) Lúcio Autran Leia trechos  aqui “laboratório de incertezas” (Malê, 2020) Wesley Correia Leia trechos  aqui “o silêncio tange o sino” (Ateliê Editorial, 2010) Mariana Botelho Leia trechos  aqui   “A ordem interior do mundo” (7Letras, 2020) Franklin Carv

Seleta: Flávio José

Flávio José (foto: divulgação ) O artista de forró que mais gosto é o cantor, sanfoneiro e compositor Flávio José . Para mim, ele é a Voz do Nordeste . Um timbre único, raro, fantástico. Ouvir o canto desse Assum Preto-Rei é sentir o cheiro da caatinga, arrastar os pés no chão de barro ao pé da serra, embalar o coração juntinho com a parceira que amo, deslizar os passos como se no paraíso estivesse, saborear a mistura de amendoim com bolo de milho, purificar o sorriso como Dominguinhos ensinou, banhar-se com as rezas das senhoras sábias, prestar atenção aos causos, lendas e histórias do povo que construiu e orgulha o Brasil . Celebrar a pátria nordestina é escutar o mestre Flávio José ! Natural da sertaneja Monteiro , na Paraíba , em 2021 vai completar 70 anos (no primeiro dia de setembro), com mais de 30 discos lançados e vários sucessos emplacados na memória afetiva do povo brasileiro (fez a alegria e o estouro da carreira de muitos compositores, que tiveram a sorte de serem grav