Pular para o conteúdo principal

Flica 2015 - Fotos oficiais

Fotos por Egi Santana e Daniele Rodrigues

Mesas literárias


Gentes brasileiras
Antônio Torres | Igor Gielow
Mediador: Jorge Portugal
Quarta 14/10 - 19h
Veja aqui



Etnias, resistências e mitos
Tâmis Parron | Luiz Claudio Dias Nascimento
Mediador: Aurélio Schommer
Quinta 15/10 - 10h
Veja aqui



O superficial da profundidade
João Paulo Cuenca | Lima Trindade
Mediador: Cristiano Ramos
Quinta 15/10 - 15h
Veja aqui



Paisagem múltipla
Martha Medeiros | Veronica Stigger
Mediador: Cristiano Ramos
Quinta 15/10 - 19h
Veja aqui



Versos, diversos
Rita Santana | Clarissa Macedo
Mediador: Roberval Pereyr
Sexta 16/10 - 10h
Veja aqui



Adonias Filho, 100 anos
Carlos Ribeiro | Silmara Oliveira
Mediador: João Aguiar Neto
Sexta 16/10 - 15h
Veja aqui



Entre críticos, parvos e professores
Rodrigo Gurgel | Silvério Duque
Mediador: Cristiano Ramos
Sexta 16/10 - 19h
Veja aqui



Hansen Bahia, xilogravurasliteraturas
Antonio S. Costella | Rubem Grillo
Mediador: Evandro Sybine
Sábado 17/10 - 09h
Veja aqui



Os desejos e os limites do Estado
Mariana Pereira (Portugal) | Flávio Morgenstern
Mediador: Aurélio Schommer
Sábado 17/10 - 11h
Veja aqui



Diálogos
Helon Habila (Nigéria) | José Carlos Limeira
Mediador: Maria Anória de Jesus Oliveira
Sábado 17/10 - 14h
Veja aqui



Em trânsito
Sapphire (EUA) | Lívia Natália
Mediador: Mário Mendes
Sábado 17/10 - 17h
Veja aqui



Noturnas Fantasias
André Vianco | Ana Beatriz Brandão
Mediador: Aurélio Schommer
Sábado 17/10 - 20h
Veja aqui



Sobre palavras e princesas
Meg Cabot (EUA) | Paula Pimenta
Mediador: Mario Mendes
Domingo 18/10 - 10h
Veja aqui



Fliquinha


Quinta 15/10

Luciana Ávila - Veja aqui

Ana Raquel - Veja aqui

Sócrates - Veja aqui

Casa de Barro - Veja aqui

Lançamento da coleção infantil - Veja aqui

Ciranda literária com Stella Maris - Veja aqui




Sexta 16/10

Sílvio Carvalho - Veja aqui

Sálua Chequer - Veja aqui

Casa de Barro - Veja aqui

Jorge Conceição - Veja aqui

Rita Carelli - Veja aqui

Cine Fliquinha - Veja aqui

Ciranda literária com Rita Carelli - Veja aqui




Sábado 17 e Domingo 18/10

Grupo Ereoatá - Veja aqui

José J. Barreto e Cau Gomez - Veja aqui

Nariz de Cogumelo - Veja aqui

Teatro Griô - Veja aqui

Iray Galrão - Veja aqui

Grupo Canela Fina - Veja aqui

Ciranda literária e filme - Veja aqui

Neojibá (Coro Juvenil e oficina) - Veja aqui


Programação musical


Show 01
Encontro das filarmônicas 
Lyra Ceciliana e Minerva Cachoeirana
Quarta 14/10 - 18h
Veja aqui




Show 02
Os Bantos | Nossos Baianos
Quinta 15/10 - A partir das 22h
Veja aqui



Show 03
Orquestra Reggae de Cachoeira | Sine Calmon
Sexta 16/10 - A partir das 22h
Veja aqui




Show 04
Samba de Roda Filhos da Barragem | Ilê Aiyê
Sábado 17/10 - A partir das 22h
Veja aqui




Outras ações













Ação da Coelba e do Governo do Estado da Bahia - Veja aqui

Ações pelas ruas de Cachoeira - Veja aqui

Lançamento do vencedor do Prêmio Clarival Prado Valladares - Veja aqui

Espaço Educar para Transformar - Veja aqui

Recicloteca - Ação Petrobras - Veja aqui

Peça Sertão Encantado do FadBa - Veja aqui

Fotos equipe Fliquinha - Veja aqui

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O grito do mar na noite no site do jornal Rascunho

Resenha do livro O grito do mar na noite (Via Litterarum, 2015), publicada no Rascunho #192, de abril de 2016, por Clayton de Souza, disponível para leitura no site do jornal.

Leia aqui

A mesma resenha na versão impressa do jornal aqui

Foto do autor: Sarah Fernandes

Cinco poemas e três passagens de Ana Martins Marques no livro Da arte das armadilhas

Ana Martins Marques (foto daqui)

Espelho
Ana Martins Marques

                                     d’après e. e. cummings

Nos cacos
do espelho
quebrado
você se
multiplica
há um de
você
em cada
canto
repetido
em cada
caco

Por que
quebrá-
-lo
seria
azar?


--------


Teatro
Ana Martins Marques

Certa noite
você me disse
que eu não tinha
coração

Nessa noite
aberta
como uma estranha flor
expus a todos
meu coração
que não tenho


--------


Penélope
Ana Martins Marques

Teu nome
espaço

meu nome
espera

teu nome
astúcias

meu nome
agulhas

teu nome
nau

meu nome
noite

teu nome
ninguém

meu nome
também


--------


Caçada
Ana Martins Marques

E o que é o amor
senão a pressa
da presa
em prender-se?

A pressa
da presa
em
perder-se


--------


A festa
Ana Martins Marques

Procuramos um lugar
à parte.
Como se estivéssemos
em uma festa
e buscássemos um lugar
afastado
onde pudéssemos
secretamente
nos beijar.
Procuramos um lugar
a salvo
das palavras.

Mas esse
lugar
não há.


--------


"Um dia vou aprender a partir
vou partir
como qu…

Cinco poemas e três passagens de Ana Martins Marques em O livro das semelhanças

Ana Martins Marques (foto: Rodrigo Valente)

Coleção
Ana Martins Marques

                                        Para Maria Esther Maciel

Colecionamos objetos
mas não o espaço
entre os objetos

fotos
mas não o tempo
entre as fotos

selos
mas não
viagens

lepidópteros
mas não
seu voo

garrafas
mas não
a memória da sede

discos
mas nunca
o pequeno intervalo de silêncio
entre duas canções


--------


Ana Martins Marques

Combinamos por fim de nos encontrar
na esquina das nossas ruas
que não se cruzam


--------


Mar
Ana Martins Marques

Ela disse
mar
disse
às vezes vêm coisas improváveis
não apenas sacolas plásticas papelão madeira
garrafas vazias camisinhas latas de cerveja
também sombrinhas sapatos ventiladores
e um sofá
ela disse
é possível olhar
por muito tempo
é aqui que venho
limpar os olhos
ela disse
aqueles que nasceram longe
do mar
aqueles que nunca viram
o mar
que ideia farão
do ilimitado?
que ideia farão
do perigo?
que ideia farão
de partir?
pensarão em tomar uma estrada longa
e não olhar para tr…