Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2014

Pílulas: Parte 05 - A Descoberta do Mundo, de Clarice Lispector

Clarice Lispector (foto: Divulgação - interferida por Mirdad)

"Eu fazia do amor um cálculo matemático errado: pensava que, somando as compreensões, eu amava. Não sabia que, somando as incompreensões, é que se ama verdadeiramente"


"Nós estamos tão longe de compreender o mundo que nossa cabeça não consegue raciocinar senão à base de finitos ... O pouco que sei não dá para compreender a vida, então a explicação está no que desconheço e que tenha a esperança de poder vir a conhecer um pouco mais"


"O sentimento mais rápido, que chega a ser apenas um fulgor, é o instante em que um homem e uma mulher sentem um no outro a promessa de um grande amor"


"O desespero da existência eterna do tempo, assim como o universo, sempre existiu ... O tempo não é a duração de uma vida. O tempo antes de nós é tão eterno quanto o tempo à nossa frente. No ano 8000, se houver gente, haverá uma religião nova - uma que admita que o imaterial se materialize, uma que não tenha medo…

Composições de Mirdad: Curtas e Poemas (instrumental)

Não consegue visualizar o player? Ouça aqui

Faixa 01 - EP Harmonogonia (2009) | Composta e Produzida por Emmanuel Mirdad | Mirdad - Piano MIDI | Encarte: Emmanuel Mirdad




















Composição de Emmanuel Mirdad arranjada para piano por ele em 2008.

Versão para a canção "What Was It That Happened That Was So Awful?", de Emmanuel Mirdad, composta em 2004.

Composições de Mirdad: Pílula Azul (instrumental)

Não consegue visualizar o player? Ouça aqui

Faixa 02 - EP Harmonogonia (2009) | Composta e Produzida por Emmanuel Mirdad | Mirdad - Piano MIDI | Encarte: Emmanuel Mirdad










Composição de Emmanuel Mirdad arranjada para piano por ele em 2008.

Versão para a canção "Someday I'll Escape", de Emmanuel Mirdad, composta em 2001.

Composições de Mirdad: Homeopata (instrumental)

Não consegue visualizar o player? Ouça aqui

Faixa 03 - EP Harmonogonia (2009) | Composta e Produzida por Emmanuel Mirdad | Mirdad - Piano MIDI | Encarte: Emmanuel Mirdad














Composição de Emmanuel Mirdad arranjada para piano por ele em 2008.

Versão para a canção "Flowers to the Sun", de Emmanuel Mirdad, composta em 2002.

Composições de Mirdad: Noturno (instrumental)

Não consegue visualizar o player? Ouça aqui

Faixa 04 - EP Harmonogonia (2009) | Composta e Produzida por Emmanuel Mirdad | Mirdad - Piano MIDI | Encarte: Emmanuel Mirdad




Composição de Emmanuel Mirdad arranjada para piano por ele em 2008.

Versão para a canção "Noturno", de Ildegardo Rosa (letra) e Emmanuel Mirdad (melodia) de 26/04/2007.

Composições de Mirdad: Reflexo Pesadelo (instrumental)

Não consegue visualizar o player? Ouça aqui

Faixa 05 - EP Harmonogonia (2009) | Composta e Produzida por Emmanuel Mirdad | Mirdad - Piano MIDI | Encarte: Emmanuel Mirdad










Composição de Emmanuel Mirdad arranjada para piano por ele em 2008.
Versão para a canção "Reflexo Pesadelo", de Emmanuel Mirdad, composta em 2007, uma versão em português da canção "A Reflex, A Nightmare", de Emmanuel Mirdad, composta em 2002.

Composições de Mirdad: A Esposa Impossível (instrumental)

Não consegue visualizar o player? Ouça aqui

Faixa 06 - EP Harmonogonia (2009) | Composta e Produzida por Emmanuel Mirdad | Mirdad - Piano MIDI | Encarte: Emmanuel Mirdad












Composição de Emmanuel Mirdad arranjada para piano por ele em 2008.
Versão para a canção "A Esposa Impossível", de Emmanuel Mirdad, composta em 2007, uma versão em português da canção "My Impossible Wife", de Emmanuel Mirdad, composta em 2004.

Orange Poem lança último EP com Teago da Maglore no vocal

Crowd é o último EP da Orange Poem em 2014 e traz a voz de Teago Oliveira


A série de lançamentos da Orange Poem chega ao fim com Crowd (multidão em inglês), o sexto EP da banda que, nos últimos meses, fundiu ao seu som psicodélico e progressivo algumas vozes referenciais do rock baiano, como Nancy Viégas e Mauro Pithon, e até mesmo uma inusitada experiência musical com Mateus Aleluia (ex-Os Tincoãs). A voz escolhida para encerrar os lançamentos de 2014 foi um representante da nova geração, o cantor e compositor Teago Oliveira, da banda Maglore, atualmente radicada em São Paulo e um dos principais nomes em atividade no país.

"Sempre gostei muito do timbre de Teago, acho que ele possui aquele tempero especial, fora do padrão, que enobrece e diferencia vozes como as de Glauber, Nancy e Rodrigo, que também gravaram na Orange. Além de que ele é muito versátil, tem excelente interpretação e sabe cantar muito bem em inglês. Acho que ele topou a proposta para gravar algo inusitado, dife…

Vamos ouvir: Bombay Groovy

Bombay Groovy (2014) - Bombay Groovy



Não consegue visualizar o player? Ouça aqui

Release disponível no site da banda:

"
No verão de 2012, Daniel Costa, músico que fez participações como sitarista para diversos músicos importantes da cena psicodélica nacional, resolveu rumar para o contrabaixo. Nesse ínterim, conheceu Rodrigo Bourganos, jovem multi-instrumentista que havia tomado aulas de sitar indiano, aqui no Brasil, com seu mesmo mestre. Após uma tarde repleta de música na casa de Daniel, nasceu a ideia da banda Bombay Groovy, que começou a se concretizar pouco tempo depois com a chegada do baterista Leo Costa, experiente no rock progressivo e psicodélico. A afinidade do baterista com as percussões étnicas também incrementaram muito o estilo peculiar e visceral do grupo. A presença constante do sitar é um elemento decisivo para o som da banda, e revela a presença resoluta da música oriental. Rodrigo Bourganos, que também teve aulas no Oriente com o Guru Chandranath Battacharya, …

Composições de Mirdad: A Mendiga e Eu - Quarteto de Cinco

Gravada pela banda baiana Quarteto de Cinco, com produção de Emmanuel Mirdad, compositor da música, no estúdio Caverna do Som por Irmão Carlos em Salvador/BA, traz a sonoridade do rock progressivo com a crônica de um flerte inusitado que expôs a miséria implícita de quem de fato mendiga. Para ouvir, basta clicar no botão laranja de "play" abaixo. 

Não consegue visualizar o player do Soundcloud? Ouça aqui


A Mendiga e Eu
(Emmanuel Mirdad)
BR-N1I-14-00001

Vestia uma regata esfarrapada
Um short furado, sandálias de dedo e meias
Dois dentes na boca, cáries e brocas negras
E a baba seca de quem só bebe cachaça
Da manhã à noite, cigarros e cola
A mendiga e eu...  A mendiga e eu.

Uma mulher, cicatrizes
Pediu-me dinheiro e me paquerou, sedutora
Seus olhos subitamente postos a prumo
Copiaram minha biologia e me creditaram apto
A mendiga e eu...  A mendiga e eu.

Mesmo com os dois muros, Berlim e Palestina,
Além dos cães e grades e balas de Guantánamo
A nos distanciar em galáxias longín…

Composições de Mirdad: Cuts - The Orange Poem

Blues épico de mais de 10 minutos que traz no poema a constatação dos cortes que a humanidade faz em sua própria carne frágil. O nobre Mateus Aleluia interpreta a canção com o pesar grave do blues, filho do banzo e da diáspora forçada dos africanos durante a abominável escravidão. Na maior parte da canção, interpretada pela banda Orange Poem,os ricos arranjos do baixista Artur Paranhos, a segurança do baterista Hosano Lima Jr. e a linda performance sentimental dos solos do guitarrista Zanom (acrescidos da cama harmônica do piano de Tadeu Mascarenhas na 2ª parte). No refrão psicodélico e mântrico, o clímax do coro de sete vozes e o slide etéreo do guitarrista Fábio Vilas-Boas. Para ouvir, basta clicar no botão laranja de "play" abaixo. Acompanhe The Orange Poemaqui.

Não consegue visualizar o player do Soundcloud? Ouça aqui



Não consegue visualizar o player? Ouça no YouTube aqui


Cuts
(Emmanuel Mirdad)
BR-N1I-14-00014

We need so much caress
As important as oxygen
So rare like a …