Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2014

Dorival Caymmi, 100 anos

Dorival Caymmi (foto Portal EBC - interferido por Mirdad)

Hoje, 30 de abril de 2014, é o centenário do mestre Dorival Caymmi, cantor, compositor e entidade baiana, eternizado por sua obra e permanência enquanto paisagem humana emoldurada de memórias e valores de raiz e frutos do tempo homem. Pensei em escrever uma homenagem ao mestre maior, mas como não tenho autoridade e nem aproximação suficiente, decidi apenas pedir para que leiam o belíssimo texto de Caetano Veloso, homenageando o "koan baiano, uma lição do Buda-Nagô, como sintetizou Gil. Zen-yoruba", que tem passagens incríveis como "A canção brasileira é uma entidade em que as pessoas que por acaso se encontraram nesta parte do extremo Ocidente em que se fala português reconhecem-se, quase se justificam. Dorival Caymmi é um centro dessa entidade. O centro. Um polo. Um ponto fora da circunferência. Ele e só ele pode ser tudo isso". Leiam aqui.


Também aproveito para relembrar sua obra-prima, "Caymmi e seu …

Orange Poem e o EP Unquiet no jornal A Tarde

Link direto aqui
Download direto aqui
Release aqui

25 poemas selecionados do livro Nostalgia da Lama, de Emmanuel Mirdad - Parte 02

Tela Enfrascafatos (distorcida pelo Blogger), terceira parte do livro Nostalgia da Lama, de Emmanuel Mirdad











Por algum motivo, o Blogger distorceu as imagens e as escureceu desta maneira acima. No álbum do livro no Facebook (aqui), as imagens serão postadas durante o dia de hoje e você poderá visualizar melhor. Os cinco poemas acima estão no livro Nostalgia da Lama (Cousa/2014), de Emmanuel Mirdad, a ser lançado em maio.

Composições de Emmanuel Mirdad: Antiga Poesia - Pássaros de Libra e Mirdad

Considerada pelo compositor a sua melhor canção pop em português, foi também a melhor realizada na gravação do projeto Pássaros de Libra (duo com o músico Juracy do Amor, cantor e guitarrista) no ano 2000, a primeira experiência de Emmanuel Mirdad como produtor de álbuns. Oito anos depois, ganhou uma nova versão, mais lenta e com algumas pequenas modificações na letra, gravada no EP ID, o primeiro trabalho solo de Mirdad. Embora a letra tenha ficado definitiva, o beat da versão original é muito melhor, por isso é preciso registrar uma terceira e definitiva versão, que una os arranjos e andamento da primeira, e a letra da segunda. Quem sabe algum dia? "Então, quando você volta?" Para ouvir as duas versões, basta clicar nos botões laranjas de "play" abaixo.



Não consegue visualizar o player? Ouça aqui




Não consegue visualizar o player? Ouça aqui


Antiga Poesia
(Emmanuel Mirdad)
BR-N1I-08-00004

Eu tenho que trabalhar todos os dias
Eu tenho que agradecer com sinais
Eu ten…

Pílulas: Heródoto, IV, 196, de Reinaldo Santos Neves

Reinaldo Santos Neves (foto: Fábio Vicentini - interferida por Mirdad)

"Fiz dez segundos de silêncio: suicídio sempre extrai de mim um silêncio de reverência. O silêncio que espero que um dia façam por mim, quem sabe"


"Rebaixando os olhos com simulada modéstia, acrescentou que uma noite, num hotel de Reims, onde passou com Lucien um final de semana, sucedeu que, depois de uma sessão de amor especialmente ardorosa - e clamorosa -, o casal ouviu aplauso vindo lá de baixo. Lucien chegou à sacada para ver o que era. Voltou dizendo que hóspedes e empregados do hotel, reunidos na rua, estavam batendo palmas para o desempenho de ambos na cama. E levou-a pela mão à sacada, onde Diana, entrecoberta apenas por um lençol, recebeu demorada ovação. Confesso, disse-me ela, que não é da minha natureza fazer amor em silêncio"


"Tive esperança de que ele me desse asilo como a uma refugiada: como a uma apátrida. Bastava que ele me estendesse a mão - o mesmo gesto com que me este…

Pílulas: Ficando Longe do Fato de Já Estar Meio que Longe de Tudo, de David Foster Wallace

David Foster Wallace (foto: Divulgação Cia das Letras - interferida por Mirdad)

Release extraído do site da Cia das Letras, editora do livro:

"Ficando longe do fato de já estar meio que longe de tudo reúne alguns dos mais significativos ensaios de David Foster Wallace. Embora seja mais conhecido por sua obra de ficção, que inclui, entre outros títulos, o aclamado romance Infinite Jest (1996), Wallace também foi um ensaísta e repórter brilhante, que deixou marcas no jornalismo literário e exerce hoje uma influência comparável à de Hunter S. Thompson. Com a proposta de fornecer uma porta de entrada ao universo literário do autor, o volume abriga três reportagens - entre elas o famoso “texto do navio”, o relato de um cruzeiro pelo Caribe -, uma palestra sobre Kafka, uma crônica poderosa sobre o tenista Roger Federer e “Isto é água”, o discurso de paraninfo que se difundiu como um viral inspirador pela internet.
Na reportagem que dá título ao livro, Wallace, enviado pela Harper’s a um…

Prefácio de André Setaro para o livro Nostalgia da Lama, de Emmanuel Mirdad

Prefácio do livro de poemas Nostalgia da Lama (Editora Cousa/2014), de Emmanuel Mirdad. O lançamento será em maio:


Os Espinhos da Existência
André Setaro

A poesia, linguagem, deve ser a expressão de um sentimento de mundo e ter uma singularidade expressiva na visão deste e das coisas. E Emmanuel Mirdad possui o poder de fazer emergir nos seus pequenos pedaços poéticos a conspiração das dores do mundo numa insólita manifestação que se constrói pela conjugação das letras.

Há, nos poemas de Mirdad, algo que lembra os hai-kais japoneses, uma espécie de fúria que procura, dentro de su'alma, cheia de espinhos, dar à luz as contradições de sua verve de poeta. Em seu livro de poemas, existe um depósito de idiossincrasias que solicitam que sejam poematizados, e Mirdad deixa que suas letras satisfaçam a interioridade angustiante, o vulcão atônico que rege o seu íntimo, que se manifesta em abundantes escarros de um ferino nômade.

Um exemplo que serve para exemplificar o vulcão mirdadiano:

Evol…

25 poemas selecionados do livro Nostalgia da Lama, de Emmanuel Mirdad - Parte 01

Tela Umbiego, segunda parte do livro Nostalgia da Lama, de Emmanuel Mirdad











Por algum motivo, o Blogger distorceu as imagens e as escureceu desta maneira acima. No álbum do livro no Facebook (aqui), as imagens serão postadas durante o dia de hoje e você poderá visualizar melhor. Os cinco poemas acima estão no livro Nostalgia da Lama (Cousa/2014), de Emmanuel Mirdad, a ser lançado em maio.

Orange Poem lança EP Unquiet

Link direto aqui
Download direto aqui
Release aqui

Pílulas: Parte 04 - Ficando Longe do Fato de Já Estar Meio que Longe de Tudo, de David Foster Wallace

David Foster Wallace (foto: Divulgação Cia das Letras - interferida por Mirdad)

"Ser um turista massificado, para mim, é se tornar um puro americano contempo-râneo: alheio, ignorante, ávido por algo que nunca poderá ter, frustrado de um modo que nunca poderá admitir. É macular, através de pura ontologia, a própria imaculabi-lidade que se foi experimentar. É se impor sobre lugares que, em todas as formas não econômicas, seriam melhores e mais verdadeiros sem a sua presença. É confrontar, em filas e engarrafamentos, transação após transação, uma dimensão de si mesmo tão inescapável quanto dolorosa: na condição de turista você se torna economicamente significativo mas existencialmente detestável, um inseto sobre uma coisa morta"


"Um detalhe tão óbvio que a maioria das receitas nem se preocupa em mencionar é que as lagostas precisam estar vivas ao serem colocadas no tacho. Isso faz parte do apelo contemporâneo da lagosta - é o alimento mais fresco que existe ... Chegam viva…

Seleta dos melhores álbuns do Embrulhador 2013

Minha seleção dos melhores álbuns da seleta do Embrulhador 2013

O site Embrulhador, do produtivo e responsável crítico Ed Félix, todo ano solta uma seleção dos 100 melhores álbuns da música brasileira, um trabalho extenso e criterioso (e controverso também, como qualquer lista). Em janeiro passado, foi a vez da lista 2013 (veja e escute aqui), que passei esses meses devorando minunciosamente para fazer a minha seleta da seleção do Embrulhador 2013 (ano passado foi a 1ª vez que fiz a seleta - confira aqui). 

Primeiro pensei em fazer uma seleção por critérios jornalísticos, musicais, justificativas baseadas em crítica musical, mas depois desisti. Meu único critério da lista dos 20 melhores do Embrulhador 2013 foi gosto. Isso mesmo, gosto, simples assim. E muito obrigado Ed e sua lista fodástica por me apresentar Toni Ferreira, Nevilton, Márcio Lugó, Luz Marina e vários artistas que ainda não conhecia. Parabéns e continue sendo essa enorme e necessária peneira, cada vez mais importante d…