Pular para o conteúdo principal

Produções de Emmanuel Mirdad: Ano 2012


Dois mil e doze foi um ano bipolar. Ao mesmo tempo em que a Putzgrillo Cultura (e os seus parceiros) colhiam o fruto do resultado dos editais de 2011, ao estrear os eventos Música no Cinema (em parceria com a Multi), Santo Antônio Jazz Festival e Recôncavo Jazz Festival (ambos em parceria com a Ginga P.), e realizar a 2ª edição da Flica (em parceria com a Icontent/Rede Bahia), foi o ano que o produtor cultural baiano Emmanuel Mirdad e seu sócio, o também produtor (e baiano) Marcus Ferreira, decidiram se separar na empresa, um processo que durou 6 meses pra se concretizar, até a abertura das empresas Mirdad - Gestão em Cultura e Cali em 2013 (a Putzgrillo Cultura ficou com Marcus). Além dos eventos, a empresa ainda elaborou o projeto de gravação do 2º álbum do cantor e compositor baiano Tiganá Santana, executado pela EMA Produções. Abaixo, a descrição do próprio produtor.


Flica - Festa Literária Internacional de Cachoeira - 2ª Edição

A 1ª festa literária da Bahia, que acontece sempre em outubro, na cidade histórica de Cachoeira, Recôncavo Baiano, promovendo o encontro de autores internacionais, nacionais e locais com o seu público, em mesas de debate temáticas e sessões de autógrafos na livraria oficial. A 2ª edição da Flica teve grandes nomes como José Eduardo Agualusa, Javier Moro, Inês Pedrosa, Marcia Tiburi, Xico Sá, João José Reis, Antonio Cicero, entre outros, realizada em parceria com a Icontent/Rede Bahia.




Patrocinadores - Coelba | Fazcultura - Secretarias de Cultura e da Fazenda | Governo da Bahia | Petrobras | Governo Federal | FIEB-SESI | Fundação Pedro Calmon | Bahiatursa e Secretaria do Turismo

Funções - Coordenador Geral | Curadoria | Criação, captação, administração financeira e prestação de contas do projeto | Co-Curadoria da Programação Musical | Sócio da marca

Info - Matéria no programa Mosaico TV Bahia - veja aqui | Lançamento da Flica 2012 no Jornal da Manhã da TV Bahia - veja aqui

-----


Criação do projeto de gravação do CD
The Invention of Colour de Tiganá Santana

“The Invention of Colour” é o segundo álbum do cantor e compositor baiano Tiganá Santana, com produção musical de Sebastian Notini e os convidados especiais Ane Brun (Noruega), Mayra Andrade (Cabo Verde), Lazzo Matumbi (Brasil) e Maher Cissoko (Senegal). O projeto foi executado pela EMA Produções, de Emilio Mwana e Marie Orfinger.

Patrocinador - Governo da Bahia | Fundo de Cultura - Secretarias de Cultura e da Fazenda

Função - Criação do projeto

Info - www.tiganasantana.com

-----


Música no Cinema – 1ª edição

Shows de artistas exponenciais da nova MPB, locais e nacionais, dentro de uma sala de cinema, oferecendo ao público a opção de um local inusitado para apreciar boa música. A 1ª edição aconteceu em Salvador-BA, realizada em parceria com a Multi, e tiveram duas sessões: a primeira com Silvia Machete e Manuela Rodrigues com o VJ Gabiru, e a segunda com Tiê e Dois em Um com o VJ Marcondes Dourado.


Patrocinadores - Vivo | Fazcultura - Secretarias de Cultura e da Fazenda | Governo da Bahia

Funções - Direção Artística | Curador | Criação e captação do projeto | Sócio da marca

Info - Página no Facebook - acesse aqui

-----


Santo Antônio Jazz Festival – 1ª edição

Evento que traz a Salvador uma série de shows de jazz com artistas internacionais e locais do gênero. Na 1ª edição, o pianista norte-americano McCoy Tyner foi a atração principal, realizada em parceria com a Ginga P.


Patrocinadores - Oi | Fazcultura - Secretarias de Cultura e da Fazenda | Governo da Bahia

Funções - Coordenador Artístico | Curador | Criação e captação do projeto | Sócio da marca até 2012

Info - Página no Facebook - acesse aqui

-----


Recôncavo Jazz Festival – 1ª edição

Festival de Jazz que acontece na cidade histórica de Cachoeira, Bahia. Na 1ª edição, realizada em parceria com a Ginga P., com três noites de shows gratuitos na praça, a atração principal foi o show especial da Orkestra Rumpilezz com o saxofonista norte-americano Joshua Redman.


Patrocinador - Governo da Bahia | Fundo de Cultura - Secretarias de Cultura e da Fazenda

Funções - Coordenador Artístico | Curador | Criação e captação do projeto | Sócio da marca até 2012

Info - Página no Facebook - acesse aqui

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O grito do mar na noite no site do jornal Rascunho

Resenha do livro O grito do mar na noite (Via Litterarum, 2015), publicada no Rascunho #192, de abril de 2016, por Clayton de Souza, disponível para leitura no site do jornal.

Leia aqui

A mesma resenha na versão impressa do jornal aqui

Foto do autor: Sarah Fernandes

Cinco poemas e três passagens de Ana Martins Marques no livro Da arte das armadilhas

Ana Martins Marques (foto daqui)

Espelho
Ana Martins Marques

                                     d’après e. e. cummings

Nos cacos
do espelho
quebrado
você se
multiplica
há um de
você
em cada
canto
repetido
em cada
caco

Por que
quebrá-
-lo
seria
azar?


--------


Teatro
Ana Martins Marques

Certa noite
você me disse
que eu não tinha
coração

Nessa noite
aberta
como uma estranha flor
expus a todos
meu coração
que não tenho


--------


Penélope
Ana Martins Marques

Teu nome
espaço

meu nome
espera

teu nome
astúcias

meu nome
agulhas

teu nome
nau

meu nome
noite

teu nome
ninguém

meu nome
também


--------


Caçada
Ana Martins Marques

E o que é o amor
senão a pressa
da presa
em prender-se?

A pressa
da presa
em
perder-se


--------


A festa
Ana Martins Marques

Procuramos um lugar
à parte.
Como se estivéssemos
em uma festa
e buscássemos um lugar
afastado
onde pudéssemos
secretamente
nos beijar.
Procuramos um lugar
a salvo
das palavras.

Mas esse
lugar
não há.


--------


"Um dia vou aprender a partir
vou partir
como qu…

Pílulas: Provérbios, de Mãe Stella de Oxóssi

Mãe Stella de Oxóssi (foto: Iraildes Mascarenhas - interferida por Mirdad)

"Criar desculpas para os próprios atos é a melhor maneira de permanecer no erro"


"Quem está vinculado ao sagrado, não deve mentir em seu nome"


"Fé não se impõe"


"Quem desdenha dos defeitos alheios está exibindo os seus"


"Às vezes se precisa perder pouco, para não perder tudo"


"O caminho espiritual pode ser comunitário, porém é sempre solitário"


Provérbios Mãe Stella de Oxóssi (2007)

"O que o destino disser que é, ninguém terá força para dizer que não é"


"Saber morrer faz parte do saber viver"


"Não é sábio aquele que se acha sabido"


"A presença do 'se' mostra a impossibilidade de realização dos desejos"


O provérbio diz: "Não há Orixá como o estômago, pois recebe sacrifícios diariamente". Mãe Stella de Oxóssi interpreta: "O estômago é como uma divindade, precisa ser respeitado e cuidado"