Pular para o conteúdo principal

Seleta: Habib Koité

Habib Koité (foto: Dirk Leunis)

Conheci o belíssimo trabalho do violonista, cantor e compositor malinês Habib Koité no final dos anos 2000, quando tive a sorte de trabalhar na rádio Educadora FM e descobrir um monte de artistas incríveis, principalmente os africanos, graças ao programa Rádio África. Passeando nos vários estilos & países, fui fisgado pelo Mali, e o seu blues do deserto. Ao ouvir “Foro Bana”, “Sirata” e “I Mada”, me tornei muito fã de Habib Koité, o predileto dentre tantos gênios africanos.

Violonista espetacular, ele descende de uma linhagem nobre de griots Khassonké, trovadores tradicionais que fornecem inteligência, sabedoria e entretenimento. Com mais de 400 mil álbuns vendidos, quase 2 mil shows ao redor do mundo, desde os anos 1990 que Habib Koité, acompanhado pelo grupo Bamada, divulga as ricas e diversificadas tradições musicais do Mali (que nos presenteou com gigantes como Salif Keita, Ali Farka Touré, Tinariwen, Boubacar Traoré, Kélétigui Diabaté, entre muitos outros).

Na Seleta de hoje, as 66 músicas que mais gosto, gravadas por Habib Koité, presentes em seis álbuns da sua discografia: “Baro” (2001), “Ma Ya” (1998), “Afriki” (2007), “Soô” (2014), “Muso Ko” (1995) e “Kharifa” (2019). Valeu demais, nobre griot! As suas músicas me trouxeram alegria & esperança, e a força para continuar enfrentando os desafios dessa pandemia.


Ouça no YouTube aqui

Ouça no Spotify aqui

01) Batoumambe [Baro, 2001]

02) Bolo Mala [Soô, 2014]

03) Diarabi Niani [Soô, 2014]

04) Nta Dima [Afriki, 2007]

05) Dêmê [Soô, 2014]

06) Mali Ba [Afriki, 2007]

07) Wassiye [Ma Ya, 1998]

08) Mali Sadio [Baro, 2001]

09) Sirata [Ma Ya, 1998]

10) I Mada [Ma Ya, 1998]

Os seis álbuns presentes nesta Seleta

11) Foro Bana [Ma Ya, 1998]

12) N’Teri [Afriki, 2007]

13) N’ba [Afriki, 2007]

14) Téréré [Soô, 2014]

15) Africa [Afriki, 2007]

16) Kanawa [Baro, 2001]

17) Wari [Baro, 2001]

18) Mara Kaso [Ma Ya, 1998]

19) Sinama Denw [Baro, 2001]

20) Khafole [Soô, 2014]

Habib Koité (foto daqui)

21) Sin Djen Djen [Baro, 2001]

22) Cigarette A Bana [Baro, 2001]

23) Massakè [Afriki, 2007]

24) Woulaba [Baro, 2001]

25) Fatma [Muso Ko, 1995]

26) Saramaya [Ma Ya, 1998]

27) Sira Bulu [Muso Ko, 1995]

28) Kumbin [Ma Ya, 1998]

29) Namania [Afriki, 2007]

30) Koulandian [Muso Ko, 1995]

Habib Koité (foto daqui)

31) N’tesse [Afriki, 2007]

32) Den Ko [Muso Ko, 1995]

33) Soô [Soô, 2014]

34) Tanatê [Kharifa, 2019]

35) Pula Ku [Ma Ya, 1998]

36) Ma Ya [Ma Ya, 1998]

37) Djadjiry [Soô, 2014]

38) Sambara [Baro, 2001]

39) Muso Ko [Muso Ko, 1995]

40) Fimani [Afriki, 2007]

Habib Koité por Nkosana Nkomo (aqui)

41) Mandé [Kharifa, 2019]

42) Baro [Baro, 2001]

43) L.A. [Soô, 2014]

44) Djiguiya [Kharifa, 2019]

45) Wara [Kharifa, 2019]

46) Takamba [Baro, 2001]

47) I Ka Barra [Muso Ko, 1995]

48) Nanale [Muso Ko, 1995]

49) Bitile [Ma Ya, 1998]

50) Din Din Wo [Muso Ko, 1995]

Habib Koité (foto daqui)

51) Titati [Afriki, 2007]

52) Yaffa [Kharifa, 2019]

53) Hakilina [Kharifa, 2019]

54) Tere [Baro, 2001]

55) Barra [Afriki, 2007]

56) Roma [Baro, 2001]

57) Kunfe Ta [Muso Ko, 1995]

58) Komine [Ma Ya, 1998]

59) Nimato [Muso Ko, 1995]

Habib Koité & Bamada (foto daqui)

60) Manssa Cise [Ma Ya, 1998]

61) Fanta Damba [Kharifa, 2019]

62) Kharifa [Kharifa, 2019]

63) Ntolognon [Kharifa, 2019]

64) Need You [Soô, 2014]

65) Forever [Kharifa, 2019]

66) Symbo [Kharifa, 2019]

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seleta: Lisa Hannigan

Lisa Hannigan (foto daqui ) Conheci a cantora e compositora irlandesa Lisa Hannigan graças ao emocionante filme “ Maudie ” (2016), da diretora irlandesa Aisling Walsh (baseado na história da artista canadense Maud Lewis ). A música dos créditos finais é “ Little Bird ”, e a suavidade, timbre, afinação e interpretação tátil da bela voz de Lisa Hannigan me fisgou na hora! Contemplei três dos seus álbuns, “ At Swim ” (2016), “ Passenger ” (2011) e “ Sea Sew ” (2008), e fiz uma seleta com 20 canções que mais gostei. Confira o belo trabalho da irlandesa Lisa Hannigan ! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 1) Tender [At Swim, 2016] 2) Funeral Suit  [At Swim, 2016] 3) Home [Passenger, 2011] 4) Little Bird [Passenger, 2011] 5) Paper House [Passenger, 2011] 6) An Ocean and a Rock [Sea Sew, 2008] 7) Prayer for the Dying [At Swim, 2016] 8) Nowhere to Go [Passenger, 2011] 9) Anahorish [At Swim, 2016] 10) We, the Drowned [At Swim, 2016] 11) Splishy Splashy [Sea Sew, 2008] 12) T

Leituras 2020

Os 10 livros lidos em 2020 Li 10 livros em 2020 , com destaque para a poesia, e selecionei trechos das obras de Alex Simões , Lúcio Autran , Wesley Correia , Mariana Botelho , Nina Rizzi , Érica Azevedo , Ana Valéria Fink e Cyro de Mattos , e trechos dos romances de Franklin Carvalho e Victor Mascarenhas . Além dos livros, elaborei uma seleção de poemas de Zecalu [publicados nas redes sociais em 2019], outra seleta de trechos de crônicas de Santiago Fontoura [publicadas no Facebook], e uma seleção de poemas de Martha Galrão . Por fim, reli a autobiografia de Rita Lee e divulguei trechos também. Boa leitura! “Contrassonetos catados & via vândala” (Mondrongo, 2015) Alex Simões Leia trechos  aqui “soda cáustica soda” (Patuá, 2019) Lúcio Autran Leia trechos  aqui “laboratório de incertezas” (Malê, 2020) Wesley Correia Leia trechos  aqui “o silêncio tange o sino” (Ateliê Editorial, 2010) Mariana Botelho Leia trechos  aqui   “A ordem interior do mundo” (7Letras, 2020) Franklin Carv

Seleta: Edson Gomes

Os discos e as músicas do cantor e compositor Edson Gomes são os meus prediletos e as que eu mais gosto dentre tudo que é feito de reggae no Brasil. No meado dos anos 1990, eu só ouvia Bob Marley & The Wailers o tempo inteiro, e foi o ilustre mestre cachoeirano quem despertou o meu interesse para outros sons além do gigante jamaicano. Fiquei fã de Edson Gomes antes de conhecer Burning Spear , Peter Tosh , Alpha Blondy , Gregory Isaacs e muitos outros. Foram os clássicos dele, e são muitos, muita música boa, arranjos excelentes, o sonzaço da banda Cão de Raça (adoro a timbragem e improvisos do guitarrista Tony Oliveira ), que me apresentaram a magia do Recôncavo Baiano , de Cachoeira , muitos anos antes da Flica . Na Seleta de hoje, as 42 músicas que mais gosto, gravadas por Edson Gomes & Banda Cão de Raça , presentes em seis álbuns : “ Resgate Fatal ” (1995), “ Campo de Batalha ” (1992), “ Recôncavo ” (1990), “ Apocalipse ” (1997), “ Reggae Resistência ” (1988) e “ Acor