Pular para o conteúdo principal

Seleta: MONO


A “Seleta: MONO” destaca as 80 músicas que mais gosto da banda japonesa, presentes em 14 álbuns, um EP e um single da sua discografia (os prediletos são “Hymn to the Immortal Wind”, “For My Parents” e “You Are There”).


Ouça no Spotify aqui

Ouça no YouTube aqui

Os 14 álbuns, um EP e um single participantes desta Seleta

01) Burial at Sea [Hymn to the Immortal Wind, 2009]

02) Nostalgia [For My Parents, 2012]

03) Ashes in the Snow [Hymn to the Immortal Wind, 2009]

04) Are You There? [You Are There, 2006]

05) Unseen Harbor [For My Parents, 2012]

06) Sabbath [One Step More and You Die, 2002]

07) The Battle to Heaven [Hymn to the Immortal Wind, 2009]

08) Legend [For My Parents, 2012]

09) Everlasting Light [Hymn to the Immortal Wind, 2009]

10) Moonlight [You Are There, 2006]

11) Pure as Snow (Trails of the Winter Storm) [Hymn to the Immortal Wind, 2009]

12) A Quiet Place (Together We Go) [For My Parents, 2012]

13) Trailer 5 [Palmless Prayer / Mass Murder Refrain, 2006]

14) Follow the Map [Hymn to the Immortal Wind, 2009]

15) The Land Between Tides & Glory [The Last Dawn, 2014]

16) Trailer 4 [Palmless Prayer / Mass Murder Refrain, 2006]

17) Ode [Walking Cloud and Deep Red Sky, Flag Fluttered and the Sun Shined, 2004]

18) Trailer 1 [Palmless Prayer / Mass Murder Refrain, 2006]

19) Trailer 2 [Palmless Prayer / Mass Murder Refrain, 2006]

20) Yearning [You Are There, 2006]

21) Cyclone [The Last Dawn, 2014]

22) The Flames Beyond the Cold Mountain [You Are There, 2006]

23) Mere Your Pathetique Light [Walking Cloud and Deep Red Sky, Flag Fluttered and the Sun Shined, 2004]

24) Dream Odyssey [For My Parents, 2012]

25) Kanata [The Last Dawn, 2014]

26) Trailer 3 [Palmless Prayer / Mass Murder Refrain, 2006]

27) Elysian Castles [The Last Dawn, 2014]

28) Halcyon (Beautiful Days) [Walking Cloud and Deep Red Sky, Flag Fluttered and the Sun Shined, 2004]

29) Sorrow [Nowhere Now Here, 2019]

30) Death in Rebirth [Requiem for Hell, 2016]

31) A Thousand Paper Cranes [Walking Cloud and Deep Red Sky, Flag Fluttered and the Sun Shined, 2004]

32) A Heart Has Asked for the Pleasure [You Are There, 2006]

33) A Speeding Car [One Step More and You Die, 2002]

34) Loco Tracks [One Step More and You Die, 2002]

35) Where We Begin [The Last Dawn, 2014]

36) Halo [One Step More and You Die, 2002]

37) Due Foglie, Una Candela: Il Soffio Del Vento [Gone: A Collection of EPs 2000-2007, 2007]

38) The Auguries [Pilgrimage of the Soul, 2021]

39) Com(?) [One Step More and You Die, 2002]

40) Heaven in a Wild Flower [Pilgrimage of the Soul, 2021]

41) Nowhere, Now Here [Nowhere Now Here, 2019]

42) Gone [Gone: A Collection of EPs 2000-2007, 2007]

43) Finlandia [Gone: A Collection of EPs 2000-2007, 2007]

44) Meet Us Where the Night Ends [Nowhere Now Here, 2019]

45) Memorie dal Futuro [Gone: A Collection of EPs 2000-2007, 2007]

46) The Last Scene [Requiem for Hell, 2016]

47) Silent Flight, Sleeping Dawn [Hymn to the Immortal Wind, 2009]

48) Hold Infinity in the Palm of Your Hand [Pilgrimage of the Soul, 2021]

49) Funeral Song [Nowhere Now Here, 2019]

50) Little Boy (1945 - Future) [Gone: A Collection of EPs 2000-2007, 2007]

51) 2 Candles, 1 Wish [Walking Cloud and Deep Red Sky, Flag Fluttered and the Sun Shined, 2004]

52) Where Am I [One Step More and You Die, 2002]

53) 16.12 [Walking Cloud and Deep Red Sky, Flag Fluttered and the Sun Shined, 2004]

54) Black Rain [Gone: A Collection of EPs 2000-2007, 2007]

55) Breathe [Nowhere Now Here, 2019]

56) Ely's Heartbeat [Requiem for Hell, 2016]

57) Vanishing, Vanishing Maybe [Nowhere Now Here, 2019]

58) The Place [My Story, The Buraku Story (An Original Soundtrack), 2022]

59) First Winter [Scarlet Holliday, 2022]

60) Rainbow [Gone: A Collection of EPs 2000-2007, 2007]

61) Death in Reverse [Transcendental, 2015]

62) Surrender [Rays of Darkness, 2014]

63) Innocence [Pilgrimage of the Soul, 2021]

64) The Last Dawn [The Last Dawn, 2014]

65) Stellar [Requiem for Hell, 2016]

66) Since I've Been Waiting For You [Gone: A Collection of EPs 2000-2007, 2007]

67) And Eternity in an Hour [Pilgrimage of the Soul, 2021]

68) Far and Further [Nowhere Now Here, 2019]

69) Scarlet Holliday [Scarlet Holliday, 2022]

70) To See a World [Pilgrimage of the Soul, 2021]

71) Mopish Morning, Halation Wiper [One Step More and You Die, 2002]

72) L'America [Before the Past • Live From Electrical Audio, 2019]

73) After You Comes the Flood [Nowhere Now Here, 2019]

74) Recoil, Ignite [Rays of Darkness, 2014]

75) Requiem for Hell [Requiem for Hell, 2016]

76) Riptide [Pilgrimage of the Soul, 2021]

77) Lost Snow [Walking Cloud and Deep Red Sky, Flag Fluttered and the Sun Shined, 2004]

78) Parting [Nowhere Now Here, 2019]

79) Kioku [My Story, The Buraku Story (An Original Soundtrack), 2022]

80) The Remains of the Day [You Are There, 2006]

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dez passagens de Clarice Lispector nas cartas dos anos 1950 (parte 1)

Clarice Lispector (foto daqui ) “O outono aqui está muito bonito e o frio já está chegando. Parei uns tempos de trabalhar no livro [‘A maçã no escuro’] mas um dia desses recomeçarei. Tenho a impressão penosa de que me repito em cada livro com a obstinação de quem bate na mesma porta que não quer se abrir. Aliás minha impressão é mais geral ainda: tenho a impressão de que falo muito e que digo sempre as mesmas coisas, com o que eu devo chatear muito os ouvintes que por gentileza e carinho aguentam...” “Alô Fernando [Sabino], estou escrevendo pra você mas também não tenho nada o que dizer. Acho que é assim que pouco a pouco os velhos honestos terminam por não dizer nada. Mas o engraçado é que não tendo absolutamente nada o que dizer, dá uma vontade enorme de dizer. O quê? (...) E assim é que, por não ter absolutamente nada o que dizer, até livro já escrevi, e você também. Até que a dignidade do silêncio venha, o que é frase muito bonitinha e me emociona civicamente.”  “(...) O dinheiro s

Oito passagens de Conceição Evaristo no livro de contos Olhos d'água

Conceição Evaristo (Foto: Mariana Evaristo) "Tentando se equilibrar sobre a dor e o susto, Salinda contemplou-se no espelho. Sabia que ali encontraria a sua igual, bastava o gesto contemplativo de si mesma. E no lugar da sua face, viu a da outra. Do outro lado, como se verdade fosse, o nítido rosto da amiga surgiu para afirmar a força de um amor entre duas iguais. Mulheres, ambas se pareciam. Altas, negras e com dezenas de dreads a lhes enfeitar a cabeça. Ambas aves fêmeas, ousadas mergulhadoras na própria profundeza. E a cada vez que uma mergulhava na outra, o suave encontro de suas fendas-mulheres engravidava as duas de prazer. E o que parecia pouco, muito se tornava. O que finito era, se eternizava. E um leve e fugaz beijo na face, sombra rasurada de uma asa amarela de borboleta, se tornava uma certeza, uma presença incrustada nos poros da pele e da memória." "Tantos foram os amores na vida de Luamanda, que sempre um chamava mais um. Aconteceu também a paixão

Dez passagens de Jorge Amado no romance Mar morto

Jorge Amado “(...) Os homens da beira do cais só têm uma estrada na sua vida: a estrada do mar. Por ela entram, que seu destino é esse. O mar é dono de todos eles. Do mar vem toda a alegria e toda a tristeza porque o mar é mistério que nem os marinheiros mais velhos entendem, que nem entendem aqueles antigos mestres de saveiro que não viajam mais, e, apenas, remendam velas e contam histórias. Quem já decifrou o mistério do mar? Do mar vem a música, vem o amor e vem a morte. E não é sobre o mar que a lua é mais bela? O mar é instável. Como ele é a vida dos homens dos saveiros. Qual deles já teve um fim de vida igual ao dos homens da terra que acarinham netos e reúnem as famílias nos almoços e jantares? Nenhum deles anda com esse passo firme dos homens da terra. Cada qual tem alguma coisa no fundo do mar: um filho, um irmão, um braço, um saveiro que virou, uma vela que o vento da tempestade despedaçou. Mas também qual deles não sabe cantar essas canções de amor nas noites do cais? Qual d