Pular para o conteúdo principal

Endereços do Pink Floyd


Ao ler a biografia "Nos bastidores do Pink Floyd" (Generale, 2012), de Mark Blake, aproveitei para saciar a minha curiosidade ao navegar no fantástico Google Maps e Google Street View e encontrar os endereços dos locais mencionados pelo jornalista. Abaixo, alguns dos endereços da banda que sou mais fã, Pink Floyd.


Foto: Google

Grantchester Meadows, nº 109, distrito de Newnham, Cambridge, Inglaterra

Nessa casa em destaque, cresceu David Gilmour

Google Maps aqui

Trecho do livro aqui


Foto: Google

Rock Road, Cambridge, Inglaterra

Nessa rua, cresceu Roger Waters

Google Maps aqui

Trecho do livro aqui


Foto: Google

Downshire Hill, Hampstead, Londres, Inglaterra

Nessa rua, cresceu Nick Mason

Google Maps aqui

Trecho do livro aqui


Foto: Google

Hatch End, Londres, Inglaterra

Na área de Hatch End, cresceu Richard Wright

Google Maps aqui

Trecho do livro aqui


 Foto: Google

Glisson Road, nº 60, Cherry Hinton, Cambridge, Inglaterra

Na primeira casa à esquerda, nasceu Syd Barrett

Google Maps aqui

Trecho do livro aqui


Foto: Google

Hills Road, nº 183, Cambridge, Inglaterra

Nessa casa em destaque, cresceu Syd Barrett

Google Maps aqui

Trecho do livro aqui


Foto: Google

St. Margaret's Square, nº 6, Cambridge, Inglaterra

Nessa casa de porta verde, viveu Syd Barrett, até morrer em 2006

Google Maps aqui

Trecho do livro aqui


Foto: Google

Hills Road, CB2 8PE, Cambridge, Inglaterra

Nesse prédio da Hills Road Sixth Form College, funcionou, de 1900 a 1974, a Cambridge and County School for Boys, a escola onde Roger Waters estudou, e que o inspirou a criar parte importante da magnífica obra The Wall.

Além de Waters, também estudaram nessa escola Syd Barrett, além do artista Storm Thorgerson, amigo e contemporâneo de ambos, e co-foundador do Hipgnosis, responsável pelas capas dos discos do Pink Floyd, além de Led Zeppelin, Yes e outros.

Google Maps aqui

Trecho do livro aqui


Foto: Google

4-12 Little Titchfield Street, Londres, Inglaterra

Nesse prédio em destaque, funcionava a faculdade de Arquitetura da Regent Street Polytechnic, onde o embrião do Pink Floyd foi formado: em setembro de 1963, os estudantes de arquitetura Roger Waters (começou tocando guitarra), Nick Mason e Richard Wright (este entrou por último no grupo, e depois trocaria a faculdade de arquitetura por música) aceitaram o convite dos estudantes Keith Noble e Clive Metcalfe (os dois colocaram uma nota no quadro da faculdade: "Alguém quer começar uma banda?") e formaram a banda The Sigma 6 (completando, a irmã de Keith, Sheilagh, que fazia os vocais com o irmão - depois ela saiu e a namorada de Wright assumiu: Juliette Gale). No verão londrino de 1964, os dois que fizeram o convite original saíram, e os guitarristas Bob Klose e Syd Barrett entraram na banda.

Atualmente, no prédio funciona a escola de Direito da University of Westminster (no que a Regent Street Polytechnic se tornou, a partir de 1992).

Google Maps aqui

Trecho do livro aqui


Foto: Google

Edbrooke Road, nº 4, em Londres, Inglaterra

50 anos atrás, em um dos apartamentos desse pequeno prédio, com a entrada pela porta preta da imagem, funcionou a primeira sede da empresa Blackhill Enterprises, formada pelos membros do Pink Floyd (Syd Barrett, Roger Waters, Richard Wright e Nick Mason) e os seus primeiros empresários, Andrew King e Peter Jenner (o dono do apartamento).

Google Maps aqui

Trecho do livro aqui


Foto: Google

Palace Gate, Kensington, Londres, Inglaterra

Nessa rua, num tal Countdown Club, Roger Waters, Nick Mason, Richard Wright e Syd Barrett se apresentaram, pela primeira vez, com o nome Pink Floyd a batizar a banda, em fevereiro de 1965.

Google Maps aqui

Trecho do livro aqui


Fotos: Internet

Pinkney "Pink" Anderson (1900-1974), bluesman da Carolina do Sul, e Floyd Council (1911-1976), bluesman da Carolina do Norte, inspiraram Syd Barrett a dar o nome definitivo da banda: Pink Floyd, que, entre 1965 e 1966, teve as variações The Pink Floyd Blues Band, The Pink Floyd Sound e The Pink Floyd.

Nomes anteriores da banda: The Sigma 6, The Megadeaths, The Screaming Abdabs, The Abdabs e The Spectrum Five, The Tea Set e T-Set.

Uma amostra de Pink Anderson aqui

Uma amostra de Floyd Council aqui

Trecho do livro aqui

Mais informações sobre a escolha do nome aqui


Fotos: Internet | Montagem: Mirdad

Tá explicado!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seleta: Lisa Hannigan

Lisa Hannigan (foto daqui ) Conheci a cantora e compositora irlandesa Lisa Hannigan graças ao emocionante filme “ Maudie ” (2016), da diretora irlandesa Aisling Walsh (baseado na história da artista canadense Maud Lewis ). A música dos créditos finais é “ Little Bird ”, e a suavidade, timbre, afinação e interpretação tátil da bela voz de Lisa Hannigan me fisgou na hora! Contemplei três dos seus álbuns, “ At Swim ” (2016), “ Passenger ” (2011) e “ Sea Sew ” (2008), e fiz uma seleta com 20 canções que mais gostei. Confira o belo trabalho da irlandesa Lisa Hannigan ! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 1) Tender [At Swim, 2016] 2) Funeral Suit  [At Swim, 2016] 3) Home [Passenger, 2011] 4) Little Bird [Passenger, 2011] 5) Paper House [Passenger, 2011] 6) An Ocean and a Rock [Sea Sew, 2008] 7) Prayer for the Dying [At Swim, 2016] 8) Nowhere to Go [Passenger, 2011] 9) Anahorish [At Swim, 2016] 10) We, the Drowned [At Swim, 2016] 11) Splishy Splashy [Sea Sew, 2008] 12) T

Leituras 2020

Os 10 livros lidos em 2020 Li 10 livros em 2020 , com destaque para a poesia, e selecionei trechos das obras de Alex Simões , Lúcio Autran , Wesley Correia , Mariana Botelho , Nina Rizzi , Érica Azevedo , Ana Valéria Fink e Cyro de Mattos , e trechos dos romances de Franklin Carvalho e Victor Mascarenhas . Além dos livros, elaborei uma seleção de poemas de Zecalu [publicados nas redes sociais em 2019], outra seleta de trechos de crônicas de Santiago Fontoura [publicadas no Facebook], e uma seleção de poemas de Martha Galrão . Por fim, reli a autobiografia de Rita Lee e divulguei trechos também. Boa leitura! “Contrassonetos catados & via vândala” (Mondrongo, 2015) Alex Simões Leia trechos  aqui “soda cáustica soda” (Patuá, 2019) Lúcio Autran Leia trechos  aqui “laboratório de incertezas” (Malê, 2020) Wesley Correia Leia trechos  aqui “o silêncio tange o sino” (Ateliê Editorial, 2010) Mariana Botelho Leia trechos  aqui   “A ordem interior do mundo” (7Letras, 2020) Franklin Carv

Seleta: Edson Gomes

Os discos e as músicas do cantor e compositor Edson Gomes são os meus prediletos e as que eu mais gosto dentre tudo que é feito de reggae no Brasil. No meado dos anos 1990, eu só ouvia Bob Marley & The Wailers o tempo inteiro, e foi o ilustre mestre cachoeirano quem despertou o meu interesse para outros sons além do gigante jamaicano. Fiquei fã de Edson Gomes antes de conhecer Burning Spear , Peter Tosh , Alpha Blondy , Gregory Isaacs e muitos outros. Foram os clássicos dele, e são muitos, muita música boa, arranjos excelentes, o sonzaço da banda Cão de Raça (adoro a timbragem e improvisos do guitarrista Tony Oliveira ), que me apresentaram a magia do Recôncavo Baiano , de Cachoeira , muitos anos antes da Flica . Na Seleta de hoje, as 42 músicas que mais gosto, gravadas por Edson Gomes & Banda Cão de Raça , presentes em seis álbuns : “ Resgate Fatal ” (1995), “ Campo de Batalha ” (1992), “ Recôncavo ” (1990), “ Apocalipse ” (1997), “ Reggae Resistência ” (1988) e “ Acor