Pular para o conteúdo principal

Seleta: Radiohead


Eu sou fã da inglesa Radiohead, desde que fui abduzido pelo clipe de “Karma Police” em 1997. Da minha geração (jovem nos anos 90), é a predileta, que botou o hino “Creep” pra resumir tudo: “I wish I was special, but I’m a creep, I’m a weirdo, what the hell am I doing here? I don’t belong here”. Tenho todos os discos, vou ouvir sempre, curtindo todas as faces: da eletrônica experimental ao cancioneiro folk/piano, da música para desaparecer ao rock que não pertence a nenhum lugar por ser esquisito.

Thom Yorke é um dos vocalistas mais incríveis que amo, um timbre diferente, miado, dolorido, que me embala no desconforto da existência e que sempre escuto com satisfação. Formado na cidadezinha de Abingdon, beira-rio, junto com os geniais irmãos Greenwood, o bom camarada Ed e o elegante batera Phil, o Radiohead é uma referência na arte, um deleite para um esteta.

Depois de Bob Marley & The Wailers e Pink Floyd, é o que há de mais importante na música para mim. A cabeça de rádio faz a minha cabeça: adoro escrever ao seu som. Música triste me faz feliz. Perfeita para embalar a contemplação, o pensamento, a imersão; flutuo e faço arte nessas ondas sonoras. Na pandemia em 2020, tive a sorte de malhar no apê com o som dos shows do Radiohead no YouTube, bom demais (veja aqui)!
 
Na Seleta de hoje, as 130 músicas que mais gosto, gravadas por Radiohead, presentes em 32 trabalhos (11 álbuns, 07 EPs e 14 singles) da discografia oficial do grupo (os prediletos são “In Rainbows”, “Hail to the Thief”, “Amnesiac” e “OK Computer”). Viva Radiohead, o som que me faz criar!

Ouça no Spotify aqui

Ouça no YouTube aqui

01) How to Disappear Completely [Kid A, 2000]

02) Pyramid Song [Amnesiac, 2001]

03) Like Spinning Plates [Amnesiac, 2001]

04) Codex [The King of Limbs, 2011]

05) Weird Fishes/Arpeggi [In Rainbows, 2007]

06) Staircase [Single, 2011]

07) Where I End and You Begin [Hail to the Thief, 2003]

08) Reckoner [In Rainbows, 2007]

09) There There [Hail to the Thief, 2003]

10) A Wolf at the Door [Hail to the Thief, 2003]

Philip Selway, Thom Yorke, Ed O'Brien e os irmãos Jonny e Colin Greenwood

11) Life in a Glasshouse [Amnesiac, 2001]

12) Karma Police [OK Computer, 1997]

13) Fake Plastic Trees [The Bends, 1995]

14) Creep [Pablo Honey, 1993]

15) Street Spirit (Fade Out) [The Bends, 1995]

16) Nude [In Rainbows, 2007]

17) True Love Waits [A Moon Shaped Pool, 2016]

18) Exit Music (For a Film) [OK Computer, 1997]

19) No Surprises [OK Computer, 1997]

20) Scatterbrain [Hail to the Thief, 2003]


21) House of Cards [In Rainbows, 2007]

22) Present Tense [A Moon Shaped Pool, 2016]

23) Talk Show Host [Single, 1996]

24) Identikit [A Moon Shaped Pool, 2016]

25) Knives Out [Amnesiac, 2001]

26) Let Down [OK Computer, 1997]

27) Jigsaw Falling into Place [In Rainbows, 2007]

28) Sulk [The Bends, 1995]

29) Paranoid Android [OK Computer, 1997]

30) Lucky [OK Computer, 1997]


31) You and Whose Army? [Amnesiac, 2001]

32) We Suck Young Blood [Hail to the Thief, 2003]

33) I Will [Hail to the Thief, 2003]

34) I Want None of This [Single, 2005]

35) Motion Picture Soundtrack [Kid A, 2000]

36) Videotape [In Rainbows, 2007]

37) Ill Wind [Single, 2019]

38) Idioteque [Kid A, 2000]

39) Everything in Its Right Place [Kid A, 2000]

40) Worrywort [Single, 2001]

Foto: Gie Knaeps

41) Morning Bell [Kid A, 2000]

42) Go Slowly [In Rainbows Disk 2, 2007]

43) How I Made My Millions [Single, 1998]

44) Melatonin [No Surprises/Running from Demons, 1997]

45) Daydreaming [A Moon Shaped Pool, 2016]

46) All I Need [In Rainbows, 2007]

47) (Nice Dream) [The Bends, 1995]

48) The Daily Mail [Single, 2011]

49) The National Anthem [Kid A, 2000]

50) Myxomatosis [Hail to the Thief, 2003]

Inesquecível: vi Radiohead ao vivo no Rio em 2009. Sublime! Foto: Projeto Pulso

51) 15 Step [In Rainbows, 2007]

52) 2 + 2 = 5 [Hail to the Thief, 2003]

53) Bodysnatchers [In Rainbows, 2007]

54) Electioneering [OK Computer, 1997]

55) High and Dry [The Bends, 1995]

56) The Trickster [My Iron Lung, 1994]

57) Black Star [The Bends, 1995]

58) Maquiladora [Single, 1995]

59) The Bends [The Bends, 1995]

60) Banana Co. [Itch, 1994]

Foto: Danny Clinch em 2001

61) Airbag [OK Computer, 1997]

62) Planet Telex [The Bends, 1995]

63) Subterranean Homesick Alien [OK Computer, 1997]

64) Decks Dark [A Moon Shaped Pool, 2016]

65) I Might Be Wrong [Amnesiac, 2001]

66) Optimistic [Kid A, 2000]

67) The Numbers [A Moon Shaped Pool, 2016]

68) Permanent Daylight [My Iron Lung, 1994]

69) Pearly [Airbag / How Am I Driving?, 1998]

70) Down is the New Up [In Rainbows Disk 2, 2007]


71) Dollars and Cents [Amnesiac, 2001]

72) Faust Arp [In Rainbows, 2007]

73) Lozenge of Love [My Iron Lung, 1994]

74) Give Up the Ghost [The King of Limbs, 2011]

75) Desert Island Disk [A Moon Shaped Pool, 2016]

76) Bishop's Robes [No Surprises/Running from Demons, 1997]

77) Polyethylene (Parts 1 & 2) [Airbag / How Am I Driving?, 1998]

78) A Punchup at a Wedding [Hail to the Thief, 2003]

79) Ful Stop [A Moon Shaped Pool, 2016]

80) Kid A [Kid A, 2000]

Tenho a alegria de ter nascido no mesmo dia do libriano Thom Yorke, um dos artistas que mais amo

81) Separator [The King of Limbs, 2011]

82) Pulk/Pull Revolving Doors [Amnesiac, 2001]

83) Lotus Flower [The King of Limbs, 2011]

84) Backdrifts [Hail to the Thief, 2003]

85) The Amazing Sounds of Orgy [Single, 2001]

86) Burn the Witch [A Moon Shaped Pool, 2016]

87) Spectre [Single, 2016]

88) Bullet Proof..I Wish I Was [The Bends, 1995]

89) I Promise [OK Computer OKNOTOK 1997 2017, 2017]

90) Sail to the Moon [Hail to the Thief, 2003]


91) The Tourist [OK Computer, 1997]

92) Glass Eyes [A Moon Shaped Pool, 2016]

93) Last Flowers [In Rainbows Disk 2, 2007]

94) Gagging Order [Com Lag: 2+2=5, 2004]

95) 4 Minute Warning [In Rainbows Disk 2, 2007]

96) Fog [Single, 2001]

97) Supercollider [Single, 2011]

98) Cuttooth [Single, 2001]

99) Paperbag Writer [Com Lag: 2+2=5, 2004]

100) Where Bluebirds Fly [Com Lag: 2+2=5, 2004]


101) Man of War [OK Computer OKNOTOK 1997 2017, 2017]

102) Stupid Car [Drill, 1992]

103) Punchdrunk Lovesick Singalong [My Iron Lung, 1994]

104) A Reminder [No Surprises/Running from Demons, 1997]

105) Fast-Track [Single, 2001]

106) Kinetic [Single, 2001]

107) The Butcher [Single, 2011]

108) Morning Mr Magpie [The King of Limbs, 2011]

109) Lull [Single, 1997]

110) If You Say the Word [Kid A Mnesia, 2021]


111) In Limbo [Kid A, 2000]

112) Thinking About You [Pablo Honey, 1993]

113) Palo Alto [Single, 1998]

114) Lurgee [Pablo Honey, 1993]

115) Coke Babies [Single, 1993]

116) Climbing Up the Walls [OK Computer, 1997]

117) Anyone Can Play Guitar [Pablo Honey, 1993]

118) Up on the Ladder [In Rainbows Disk 2, 2007]

119) Follow Me Around [Kid A Mnesia, 2021]

120) You [Pablo Honey, 1993]

Os 11 álbuns, 07 EPs e 14 singles presentes nesta Seleta

121) My Iron Lung [The Bends, 1995]

122) Prove Yourself [Pablo Honey, 1993]

123) I Am a Wicked Child [Com Lag: 2+2=5, 2004]

124) Blow Out [Pablo Honey, 1993]

125) Go to Sleep [Hail to the Thief, 2003]

126) Stop Whispering [Pablo Honey, 1993]

127) Faithless, the Wonder Boy [Itch, 1994]

128) How Can You Be Sure? [Single, 1995]

129) Meeting in the Aisle [No Surprises/Running from Demons, 1997]

130) Harry Patch (In Memory Of) [Single, 2009]

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Dez passagens de Clarice Lispector nas cartas dos anos 1950 (parte 1)

Clarice Lispector (foto daqui ) “O outono aqui está muito bonito e o frio já está chegando. Parei uns tempos de trabalhar no livro [‘A maçã no escuro’] mas um dia desses recomeçarei. Tenho a impressão penosa de que me repito em cada livro com a obstinação de quem bate na mesma porta que não quer se abrir. Aliás minha impressão é mais geral ainda: tenho a impressão de que falo muito e que digo sempre as mesmas coisas, com o que eu devo chatear muito os ouvintes que por gentileza e carinho aguentam...” “Alô Fernando [Sabino], estou escrevendo pra você mas também não tenho nada o que dizer. Acho que é assim que pouco a pouco os velhos honestos terminam por não dizer nada. Mas o engraçado é que não tendo absolutamente nada o que dizer, dá uma vontade enorme de dizer. O quê? (...) E assim é que, por não ter absolutamente nada o que dizer, até livro já escrevi, e você também. Até que a dignidade do silêncio venha, o que é frase muito bonitinha e me emociona civicamente.”  “(...) O dinheiro s

Oito passagens de Conceição Evaristo no livro de contos Olhos d'água

Conceição Evaristo (Foto: Mariana Evaristo) "Tentando se equilibrar sobre a dor e o susto, Salinda contemplou-se no espelho. Sabia que ali encontraria a sua igual, bastava o gesto contemplativo de si mesma. E no lugar da sua face, viu a da outra. Do outro lado, como se verdade fosse, o nítido rosto da amiga surgiu para afirmar a força de um amor entre duas iguais. Mulheres, ambas se pareciam. Altas, negras e com dezenas de dreads a lhes enfeitar a cabeça. Ambas aves fêmeas, ousadas mergulhadoras na própria profundeza. E a cada vez que uma mergulhava na outra, o suave encontro de suas fendas-mulheres engravidava as duas de prazer. E o que parecia pouco, muito se tornava. O que finito era, se eternizava. E um leve e fugaz beijo na face, sombra rasurada de uma asa amarela de borboleta, se tornava uma certeza, uma presença incrustada nos poros da pele e da memória." "Tantos foram os amores na vida de Luamanda, que sempre um chamava mais um. Aconteceu também a paixão

Dez poemas de Carlos Drummond de Andrade no livro A rosa do povo

Consolo na praia Carlos Drummond de Andrade Vamos, não chores... A infância está perdida. A mocidade está perdida. Mas a vida não se perdeu. O primeiro amor passou. O segundo amor passou. O terceiro amor passou. Mas o coração continua. Perdeste o melhor amigo. Não tentaste qualquer viagem. Não possuis casa, navio, terra. Mas tens um cão. Algumas palavras duras, em voz mansa, te golpearam. Nunca, nunca cicatrizam. Mas, e o humour ? A injustiça não se resolve. À sombra do mundo errado murmuraste um protesto tímido. Mas virão outros. Tudo somado, devias precipitar-te — de vez — nas águas. Estás nu na areia, no vento... Dorme, meu filho. -------- Desfile Carlos Drummond de Andrade O rosto no travesseiro, escuto o tempo fluindo no mais completo silêncio. Como remédio entornado em camisa de doente; como dedo na penugem de braço de namorada; como vento no cabelo, fluindo: fiquei mais moço. Já não tenho cicatriz. Vejo-me noutra cidade. Sem mar nem derivativo, o corpo era bem pequeno para tanta