domingo, 31 de maio de 2015

Tardes noites & dias, uma canção que eu amo




Tardes noites & dias
(Wal Jr./Esso A.)

saímos soturnos no escuro da noite
caindo poeira, vertendo histórias
mas é tão tarde, tão tarde da noite
no mesmo lugar dess’euforia lenta
canções dispersas, tantos dispersos
que eu possa cantar, trazer-nos aqui
vem, se distraia com algo estranho
lhe beba a leveza, lhe dança a tristeza

vem a madrugada densa, leve e fria
iluminando o corpo de sombras e sonhos
horas lancinantes em ruas, becos, cidades
monstros que devoram a vontade de ficar
mas sozinho vai andar de hoje em diante
procurando curar seus ferimentos de batalhas
e outros sem lugar

mas é tão cedo, tão cedo e cortante
retirando as cordas do violão noturno
me vens tão cansado com a mão enrugada
de viagens tão distantes por sobre o vazio
a vida e os desejos
desenhos em ti mesmo
borrados no teu rosto
por que tanto choras?
se mostra em teu corpo no escuro da tua boca
a pele na leveza, os tons da tristeza

dorme o prisioneiro no canto de uma cela
lhe jogam o que comer e ele grita de fome assim mesmo
somos tão menores acordados nos braços de sonhos
isso é tão gigante, ninguém poderia nos contar
é tão tarde
é tão cedo
as noites e os dias vão embora
e voltam amanhã


Sexta faixa do disco Bossta Nova (Elephante Registros/2006), do cantor e compositor Esso.

Esso - voz, violão de nylon e guitarra
Lula Alencar - baixo e violão de aço
Wal Jr. - base eletrônica
Teco Cardoso - sax

Letra: Wal Jr.
Música: Esso A./ Wal Jr.

Nenhum comentário: