Pular para o conteúdo principal

Música para Escrever #34 — Weirdo Room, Outlander, Hualun, Driving Slow Motion, AUGURE, Unwed Sailor, Hymns for the Angels, Dawn Chorus Ignites, Sigma Ori e laedj.


A promessa de que nós estaremos de volta ao mar: essa máquina de Valium, esse tempo de inatividade. Os planos fazem voltas, e eu também vou pegar o meu, às margens de um rio asiático (penso naquele nome dado à Terra, num período imaginário da pré-história, por Tolkien). Dirigindo em câmera lenta, de maneira completa, os presságios me provocam apneia dessa era pesada, o coração a girar. Os nove ventos do norte levam-me contigo, juntos. O vislumbre de uma estrela múltipla, na direção da constelação de Orion, pisca no meu monitor. Confira o post #34 da série Música para Escrever, com os melhores sons de post-rock, a alumiar a mente e transcender em palavras.


Weirdo Room
Xi'an | China
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"ZHI YA"
(2019)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"We Will Be Back to Sea"
(2014)
Ouça aqui

---------

Birmingham | Inglaterra
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"The Valium Machine"
(2019)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"Downtime b/w Plans" (EP)
(2017)
Ouça aqui

"Take Turns b/w I'll Get Mine Too" (EP)
(2016)
Ouça aqui

---------

Pequim | China
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"Asian River"
(2010)
Ouça aqui

---------

Fort Worth | Estados Unidos
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"Arda"
(2019)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"S/T" (EP)
(2018)
Ouça aqui

---------

Caserta | Itália
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"Omina" (EP)
(2018)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"Apnea"
(2019)
Ouça aqui

---------

Tulsa | Estados Unidos
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"Heavy Age"
(2019)
Ouça aqui

---------

Boston | Estados Unidos
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"The Spinning Heart"
(2019)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"The Nine North Winds"
(2016)
Ouça aqui

---------

Devon | Inglaterra
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"Take Me With You"
(2011)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"Together"
(2019)
Ouça aqui

"Glimmer"
(2010)
Ouça aqui

---------

Barcelona | Espanha
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"Sigma Ori" (EP)
(2019)
Ouça aqui

---------

Melbourne | Austrália
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"MONITOR"
(2019)
Ouça aqui

---------

Confira o Música para Escrever #33, com kokomo, Town Portal, Jardín de la Croix, codeia, Into Orbit, Pelican, ///snippet.upper.laser, Runa Gaman, Cracked Machine e CAVALLO, nesse post aqui


Confira o Música para Escrever #32, com Wang Wen, ISON, Whale Fall, Lazybones Flame Kids, Maven, Fat Old Donald, El lenguaje como obstáculo, SOLS, Zammorian e Beware the blue sky, nesse post aqui


Confira o Música para Escrever #31, com i am no hero, Rhone, Am Fost La Munte Și Mi-a Plăcut, Herskin, Change of Plans, The Dry Mouths, James Anthony, We Shine Every Night, TIDINGS e Only Echoes Remain, nesse post aqui

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seleta: Lisa Hannigan

Lisa Hannigan (foto daqui ) Conheci a cantora e compositora irlandesa Lisa Hannigan graças ao emocionante filme “ Maudie ” (2016), da diretora irlandesa Aisling Walsh (baseado na história da artista canadense Maud Lewis ). A música dos créditos finais é “ Little Bird ”, e a suavidade, timbre, afinação e interpretação tátil da bela voz de Lisa Hannigan me fisgou na hora! Contemplei três dos seus álbuns, “ At Swim ” (2016), “ Passenger ” (2011) e “ Sea Sew ” (2008), e fiz uma seleta com 20 canções que mais gostei. Confira o belo trabalho da irlandesa Lisa Hannigan ! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 1) Tender [At Swim, 2016] 2) Funeral Suit  [At Swim, 2016] 3) Home [Passenger, 2011] 4) Little Bird [Passenger, 2011] 5) Paper House [Passenger, 2011] 6) An Ocean and a Rock [Sea Sew, 2008] 7) Prayer for the Dying [At Swim, 2016] 8) Nowhere to Go [Passenger, 2011] 9) Anahorish [At Swim, 2016] 10) We, the Drowned [At Swim, 2016] 11) Splishy Splashy [Sea Sew, 2008] 12) T

Leituras 2020

Os 10 livros lidos em 2020 Li 10 livros em 2020 , com destaque para a poesia, e selecionei trechos das obras de Alex Simões , Lúcio Autran , Wesley Correia , Mariana Botelho , Nina Rizzi , Érica Azevedo , Ana Valéria Fink e Cyro de Mattos , e trechos dos romances de Franklin Carvalho e Victor Mascarenhas . Além dos livros, elaborei uma seleção de poemas de Zecalu [publicados nas redes sociais em 2019], outra seleta de trechos de crônicas de Santiago Fontoura [publicadas no Facebook], e uma seleção de poemas de Martha Galrão . Por fim, reli a autobiografia de Rita Lee e divulguei trechos também. Boa leitura! “Contrassonetos catados & via vândala” (Mondrongo, 2015) Alex Simões Leia trechos  aqui “soda cáustica soda” (Patuá, 2019) Lúcio Autran Leia trechos  aqui “laboratório de incertezas” (Malê, 2020) Wesley Correia Leia trechos  aqui “o silêncio tange o sino” (Ateliê Editorial, 2010) Mariana Botelho Leia trechos  aqui   “A ordem interior do mundo” (7Letras, 2020) Franklin Carv

Seleta: Edson Gomes

Os discos e as músicas do cantor e compositor Edson Gomes são os meus prediletos e as que eu mais gosto dentre tudo que é feito de reggae no Brasil. No meado dos anos 1990, eu só ouvia Bob Marley & The Wailers o tempo inteiro, e foi o ilustre mestre cachoeirano quem despertou o meu interesse para outros sons além do gigante jamaicano. Fiquei fã de Edson Gomes antes de conhecer Burning Spear , Peter Tosh , Alpha Blondy , Gregory Isaacs e muitos outros. Foram os clássicos dele, e são muitos, muita música boa, arranjos excelentes, o sonzaço da banda Cão de Raça (adoro a timbragem e improvisos do guitarrista Tony Oliveira ), que me apresentaram a magia do Recôncavo Baiano , de Cachoeira , muitos anos antes da Flica . Na Seleta de hoje, as 42 músicas que mais gosto, gravadas por Edson Gomes & Banda Cão de Raça , presentes em seis álbuns : “ Resgate Fatal ” (1995), “ Campo de Batalha ” (1992), “ Recôncavo ” (1990), “ Apocalipse ” (1997), “ Reggae Resistência ” (1988) e “ Acor