Pular para o conteúdo principal

Seleta: The Wallflowers

The Wallflowers é o projeto musical do cantor e
compositor Jakob Dylan (foto: Yasmin Than)

A chegada da MTV na minha casa em 1997 me apresentou ao clipe de “The Difference”, que me fez pirar na voz rouca do cantor e compositor nova-iorquino Jakob Dylan, e comprar o álbum “Bringing Down the Horse”, da então banda californiana The Wallflowers — foi o primeiro CD de rock que comprei [junto ao “OK Computer”, do Radiohead], após colecionar os álbuns da Legião Urbana. Pois botei “Bringing Down the Horse” no repeat eterno, virei fã, mandei até fazer uma camisa com The Wallflowers bordado no peito e saía por aí curtindo ostentar uma banda que pouca gente conhecia.

Agora, quase 25 anos depois, mergulho na obra musical de Jakob Dylan [The Wallflowers é o seu projeto, pois a formação da banda mudou muito durante os anos, e agora é composta por músicos contratados], que é um dos melhores sons de poprock que conheço, influenciado pelo blues & country, com belas harmonias e canções perfeitas para pegar estrada — bom demais dirigir com esse som no talo, experimente! [as baladas são boas para xamegar, também].

Na Seleta de hoje, as 70 músicas que mais gosto, gravadas por The Wallflowers, presentes em 07 álbuns e 02 singles da discografia oficial do grupo (os prediletos são “Bringing Down the Horse”, “Breach” e “Red Letter Days”). Bota o carro na estrada e The Wallflowers no som para acompanhar!


Ouça no YouTube aqui

Ouça no Spotify aqui

01) One Headlight [Bringing Down the Horse, 1996]

02) Letters from the Wasteland [Breach, 2000]

03) I've Been Delivered [Breach, 2000]

04) 6th Avenue Heartache [Bringing Down the Horse, 1996]

05) Heroes [Godzilla: The Album, 1998]

06) Everybody Out of the Water [Red Letter Days, 2002]

07) Everything I Need [Red Letter Days, 2002]

08) Sleepwalker [Breach, 2000]

09) Bleeders [Bringing Down the Horse, 1996]

10) Some Flowers Bloom Dead [Breach, 2000]

Os 07 álbuns e 02 singles presentes nesta Seleta

11) How Good It Can Get [Red Letter Days, 2002]

12) Invisible City [Bringing Down the Horse, 1996]

13) From the Bottom of My Heart [Rebel, Sweetheart, 2005]

14) I Wish I Felt Nothing [Bringing Down the Horse, 1996]

15) Empire in My Mind [Red Letter Days, 2002]

16) Constellation Blues [Glad All Over, 2012]

17) God Don't Make Lonely Girls [Bringing Down the Horse, 1996]

18) Angel on My Bike [Bringing Down the Horse, 1996]

19) The Difference [Bringing Down the Horse, 1996]

20) Hand Me Down [Breach, 2000]

A melhor formação da banda The Wallflowers: Mario Calire (bateria), Rami Jaffe (teclados), Jakob Dylan (voz e guitarra), Michael Ward (guitarra) e Greg Richling (baixo) [foto daqui]

21) God Says Nothing Back [Rebel, Sweetheart, 2005]

22) Health and Happiness [Red Letter Days, 2002]

23) Witness [Breach, 2000]

24) Three Marlenas [Bringing Down the Horse, 1996]

25) When You're on Top [Red Letter Days, 2002]

26) Here in Pleasantville [Red Letter Days, 2002]

27) Mourning Train [Breach, 2000]

28) Josephine [Bringing Down the Horse, 1996]

29) The Devil's Waltz [Glad All Over, 2012]

30) Nearly Beloved [Rebel, Sweetheart, 2005]


31) Love is a Country [Glad All Over, 2012]

32) Move the River [Exit Wounds, 2021]

33) Feels Like Summer Again [Red Letter Days, 2002]

34) Three Ways [Red Letter Days, 2002]

35) Up from Under [Breach, 2000]

36) Used to Be Lucky [Single 6th Avenue Heartache, 1996]

37) Asleep at the Wheel [The Wallflowers, 1992]

38) Birdcage [Breach, 2000]

39) Closer to You [Red Letter Days, 2002]

40) I Am a Building [Rebel, Sweetheart, 2005]

Foto: William Hames

41) If You Never Got Sick [Red Letter Days, 2002]

42) Sugarfoot [The Wallflowers, 1992]

43) First One in the Car [Glad All Over, 2012]


45) See You When I Get There [Red Letter Days, 2002]

46) Days of Wonder [Rebel, Sweetheart, 2005]

47) Have Mercy on Him Now [Glad All Over, 2012]

48) The Dive Bar In My Heart [Exit Wounds, 2021]

49) It's a Dream [Glad All Over, 2012]

50) The Beautiful Side of Somewhere [Rebel, Sweetheart, 2005]


51) Maybe Your Heart's Not In It No More [Exit Wounds, 2021]

52) Another One in the Dark [The Wallflowers, 1992]

53) One Set of Wings [Glad All Over, 2012]

54) All Things New Again [Rebel, Sweetheart, 2005]

55) Hospital for Sinners [Glad All Over, 2012]

56) Laughing Out Loud [Bringing Down the Horse, 1996]

57) Shy of the Moon [The Wallflowers, 1992]

58) Darlin' Hold On [Exit Wounds, 2021]

59) Misfits and Lovers [Glad All Over, 2012]

60) Roots and Wings [Exit Wounds, 2021]


61) Reboot the Mission [Glad All Over, 2012]


63) Honeybee [The Wallflowers, 1992]

64) The Passenger [Rebel, Sweetheart, 2005]


66) Just One Breath Away [Rebel, Sweetheart, 2005]

67) Be Your Own Girl [The Wallflowers, 1992]

68) Wrong End of the Spear [Exit Wounds, 2021]

69) How Far You've Come [Rebel, Sweetheart, 2005]

70) Hollywood [The Wallflowers, 1992]

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seleta: Lisa Hannigan

Lisa Hannigan (foto daqui ) Conheci a cantora e compositora irlandesa Lisa Hannigan graças ao emocionante filme “ Maudie ” (2016), da diretora irlandesa Aisling Walsh (baseado na história da artista canadense Maud Lewis ). A música dos créditos finais é “ Little Bird ”, e a suavidade, timbre, afinação e interpretação tátil da bela voz de Lisa Hannigan me fisgou na hora! Contemplei três dos seus álbuns, “ At Swim ” (2016), “ Passenger ” (2011) e “ Sea Sew ” (2008), e fiz uma seleta com 20 canções que mais gostei. Confira o belo trabalho da irlandesa Lisa Hannigan ! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 1) Tender [At Swim, 2016] 2) Funeral Suit  [At Swim, 2016] 3) Home [Passenger, 2011] 4) Little Bird [Passenger, 2011] 5) Paper House [Passenger, 2011] 6) An Ocean and a Rock [Sea Sew, 2008] 7) Prayer for the Dying [At Swim, 2016] 8) Nowhere to Go [Passenger, 2011] 9) Anahorish [At Swim, 2016] 10) We, the Drowned [At Swim, 2016] 11) Splishy Splashy [Sea Sew, 2008] 12) T

Leituras 2020

Os 10 livros lidos em 2020 Li 10 livros em 2020 , com destaque para a poesia, e selecionei trechos das obras de Alex Simões , Lúcio Autran , Wesley Correia , Mariana Botelho , Nina Rizzi , Érica Azevedo , Ana Valéria Fink e Cyro de Mattos , e trechos dos romances de Franklin Carvalho e Victor Mascarenhas . Além dos livros, elaborei uma seleção de poemas de Zecalu [publicados nas redes sociais em 2019], outra seleta de trechos de crônicas de Santiago Fontoura [publicadas no Facebook], e uma seleção de poemas de Martha Galrão . Por fim, reli a autobiografia de Rita Lee e divulguei trechos também. Boa leitura! “Contrassonetos catados & via vândala” (Mondrongo, 2015) Alex Simões Leia trechos  aqui “soda cáustica soda” (Patuá, 2019) Lúcio Autran Leia trechos  aqui “laboratório de incertezas” (Malê, 2020) Wesley Correia Leia trechos  aqui “o silêncio tange o sino” (Ateliê Editorial, 2010) Mariana Botelho Leia trechos  aqui   “A ordem interior do mundo” (7Letras, 2020) Franklin Carv

Seleta: Edson Gomes

Os discos e as músicas do cantor e compositor Edson Gomes são os meus prediletos e as que eu mais gosto dentre tudo que é feito de reggae no Brasil. No meado dos anos 1990, eu só ouvia Bob Marley & The Wailers o tempo inteiro, e foi o ilustre mestre cachoeirano quem despertou o meu interesse para outros sons além do gigante jamaicano. Fiquei fã de Edson Gomes antes de conhecer Burning Spear , Peter Tosh , Alpha Blondy , Gregory Isaacs e muitos outros. Foram os clássicos dele, e são muitos, muita música boa, arranjos excelentes, o sonzaço da banda Cão de Raça (adoro a timbragem e improvisos do guitarrista Tony Oliveira ), que me apresentaram a magia do Recôncavo Baiano , de Cachoeira , muitos anos antes da Flica . Na Seleta de hoje, as 42 músicas que mais gosto, gravadas por Edson Gomes & Banda Cão de Raça , presentes em seis álbuns : “ Resgate Fatal ” (1995), “ Campo de Batalha ” (1992), “ Recôncavo ” (1990), “ Apocalipse ” (1997), “ Reggae Resistência ” (1988) e “ Acor