sexta-feira, 24 de abril de 2015

Terminei de escrever o livro de contos Paisagem da insônia

Original de Paisagem da insônia, terceiro e último 
livro de contos de Emmanuel Mirdad


Na manhã de hoje, 24 de abril de 2015, concluí a produção literária do meu terceiro e último livro de contos, Paisagem da insônia.

Foram investidas 38 horas e 45 minutos de trabalho em 24 dias, uma média de pouco mais de uma hora e meia por dia, em um trabalho que percorreu, esporadicamente, os meses de novembro e dezembro de 2012, novembro de 2014, e de janeiro a abril de 2015. Junto à produção iniciada no último dia 17 de abril, acrescentei os crônitos que publiquei no blog (e foram retirados do ar) e outros contos do meu arquivo, que foram revisados, totalizando 18 contos curtos, para variar a produção - Abrupta Sede, de 2010, traz 25 contos entre longos e curtos, e O grito do mar na noite, a ser lançado logo mais em 2015, apresentará 10 contos, a maioria longos.

Paisagem da insônia, cujo título foi pescado de uma crônica de Clarice Lispector, é dedicado ao escritor, mestre e grande amigo Mayrant Gallo, e traz epígrafes de sua vasta obra abrindo cada um dos meus dezoito contos.

Formando o meu contexto para a criação deste livro, li Mayrant Gallo, Hélio Pólvora, Nelson Rodrigues, Gonçalo M. Tavares e Andrew Solomon. E o escrevi ao som do duo norte-americano Hammock.

Agora, é partir pra revisão e finalização, lançamento meses à frente. Aláfia!

Nenhum comentário: