Pular para o conteúdo principal

Seleta: Intervalo & Vício

Fotos: Internet

Entre 2009 e 2011, tive uma seção neste blog chamada “Intervalo”. Nessa época, postava poemas, minicontos e trechos de contos (posteriormente, apaguei todos os posts, porque revisei e reescrevi o material, e lancei-o num livro), além de outros troços sazonais e divulgação do trabalho alheio. Para respirar desses assuntos, criei a “Intervalo”, que consistia em publicar uma música, disponível no YouTube, que eu estivesse mais ouvindo naqueles dias. Então, por esses dias de agosto de 2017, resolvi compilar o que de melhor passou na “Intervalo”, e o resultado segue abaixo (a ordem é por preferência das que mais gosto). Som no tubo!


Ouça no YouTube aqui


Ouça no Spotify aqui [não tem todas as músicas]

Fotos: Internet

01) Weird Fishes/Arpeggi [Radiohead]

02) Like a Stone [Audioslave]

03) The Moon [The Swell Season]


05) Foxy Lady (ao vivo) [Jimi Hendrix]

06) Fuzzy [Grant Lee Buffalo]

07) 1000 Miles Away [Hoodoo Gurus]

08) Times Like These [Foo Fighters]

09) Wild One [Thin Lizzy]

10) À L'envers [Louise Attaque]

11) Comfortably Numb [The Bad Plus]

12) La Chanson de Prévert [Serge Gainsbourg]

13) La Llorona [Chavela Vargas]


15) Floresta Azul (ao vivo) [Letieres Leite & Orquestra Rumpilezz]

16) White [Mariana Magnavita]

17) Flora Pura [O Jardim das Horas]

18) Monocromo [FilhodosLivres]

-------- INTERVALO DA INTERVALO --------

Fotos: Internet

A coluna “Vício” foi um desdobramento da “Intervalo”, em que postava músicas que estavam no meu repeat eterno (ouvia sem parar, mesmo!). Foram pouquíssimos posts, na mesma época da “Intervalo” (engraçado que tiveram músicas dessa coluna que também tocaram no repeat eterno, como “Fuzzy”, do Grant Lee Buffalo). São as viciantes (na época; porém, “Dery”, “Tardes noites & dias” e “Pense à Moi” continuam tocando muito por aqui):

19) Dery [Salif Keita]


21) Pense à Moi [Luke]

22) Mariana (ao vivo) [Carolina Diz]

23) Canção de Siruiz [Wilson Dias]

24) Nada Disso é Pra Você [Romulo Fróes]

-------- FIM DO INTERVALO DA INTERVALO --------

Fotos: Internet

25) Breve Sopro no Ar [Tribo de Jah]

26) World Keeps Turning [Tom Waits]

27) Tom Traubert's Blues [Tom Waits]

28) Sapato Novo [Los Hermanos]

29) Máquina de Escrever [Luís Capucho]

30) Spiritual [John Coltrane]

31) Ace of Spades [Motörhead]

32) In the Upper Room [Mahalia Jackson]

33) Doze por Oito [Theatro de Séraphin]

34) Up to You Now [Ben Harper & Relentless 7]

35) La Garde Robe D’Elizabeth [Amélie-Les-Crayons]

36) Bomfim [naurÊa]

37) Para Fazer Sucesso [Romulo Fróes]

38) Árvore [Edson Gomes]


40) Nos Tempos de Menino [Maciel Melo]

41) Je t'aime [Staff Benda Bilili]

42) I Saw God [Victor Wooten]

43) Eu Viola, Eu Tambor [Rafa Barreto]

44) Luz dos Olhos (ao vivo) [Cássia Eller]

45) Walk On The Wild Side [Jimmy Smith]

46) The Hair Song [Black Mountain]

47) Arueira [Geraldo Vandré]

48) Lugar Feliz [Paulo Soares & A Terceira Cidade]

49) Vira Pó [Karina Buhr]

50) The Drum Battle [Gene Krupa & Buddy Rich]

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seleta: Lisa Hannigan

Lisa Hannigan (foto daqui ) Conheci a cantora e compositora irlandesa Lisa Hannigan graças ao emocionante filme “ Maudie ” (2016), da diretora irlandesa Aisling Walsh (baseado na história da artista canadense Maud Lewis ). A música dos créditos finais é “ Little Bird ”, e a suavidade, timbre, afinação e interpretação tátil da bela voz de Lisa Hannigan me fisgou na hora! Contemplei três dos seus álbuns, “ At Swim ” (2016), “ Passenger ” (2011) e “ Sea Sew ” (2008), e fiz uma seleta com 20 canções que mais gostei. Confira o belo trabalho da irlandesa Lisa Hannigan ! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 1) Tender [At Swim, 2016] 2) Funeral Suit  [At Swim, 2016] 3) Home [Passenger, 2011] 4) Little Bird [Passenger, 2011] 5) Paper House [Passenger, 2011] 6) An Ocean and a Rock [Sea Sew, 2008] 7) Prayer for the Dying [At Swim, 2016] 8) Nowhere to Go [Passenger, 2011] 9) Anahorish [At Swim, 2016] 10) We, the Drowned [At Swim, 2016] 11) Splishy Splashy [Sea Sew, 2008] 12) T

Leituras 2020

Os 10 livros lidos em 2020 Li 10 livros em 2020 , com destaque para a poesia, e selecionei trechos das obras de Alex Simões , Lúcio Autran , Wesley Correia , Mariana Botelho , Nina Rizzi , Érica Azevedo , Ana Valéria Fink e Cyro de Mattos , e trechos dos romances de Franklin Carvalho e Victor Mascarenhas . Além dos livros, elaborei uma seleção de poemas de Zecalu [publicados nas redes sociais em 2019], outra seleta de trechos de crônicas de Santiago Fontoura [publicadas no Facebook], e uma seleção de poemas de Martha Galrão . Por fim, reli a autobiografia de Rita Lee e divulguei trechos também. Boa leitura! “Contrassonetos catados & via vândala” (Mondrongo, 2015) Alex Simões Leia trechos  aqui “soda cáustica soda” (Patuá, 2019) Lúcio Autran Leia trechos  aqui “laboratório de incertezas” (Malê, 2020) Wesley Correia Leia trechos  aqui “o silêncio tange o sino” (Ateliê Editorial, 2010) Mariana Botelho Leia trechos  aqui   “A ordem interior do mundo” (7Letras, 2020) Franklin Carv

Seleta: Edson Gomes

Os discos e as músicas do cantor e compositor Edson Gomes são os meus prediletos e as que eu mais gosto dentre tudo que é feito de reggae no Brasil. No meado dos anos 1990, eu só ouvia Bob Marley & The Wailers o tempo inteiro, e foi o ilustre mestre cachoeirano quem despertou o meu interesse para outros sons além do gigante jamaicano. Fiquei fã de Edson Gomes antes de conhecer Burning Spear , Peter Tosh , Alpha Blondy , Gregory Isaacs e muitos outros. Foram os clássicos dele, e são muitos, muita música boa, arranjos excelentes, o sonzaço da banda Cão de Raça (adoro a timbragem e improvisos do guitarrista Tony Oliveira ), que me apresentaram a magia do Recôncavo Baiano , de Cachoeira , muitos anos antes da Flica . Na Seleta de hoje, as 42 músicas que mais gosto, gravadas por Edson Gomes & Banda Cão de Raça , presentes em seis álbuns : “ Resgate Fatal ” (1995), “ Campo de Batalha ” (1992), “ Recôncavo ” (1990), “ Apocalipse ” (1997), “ Reggae Resistência ” (1988) e “ Acor