Pular para o conteúdo principal

Seleta: Creedence Clearwater Revival


Sou fã da californiana Creedence Clearwater Revival, tenho todos os discos (menos o último, que é bem ruim), e adoro colocar o som do CCR para levantar o astral, solar e setentista, e pisar fundo no acelerador (é perfeito para a estrada!). É rock’n’roll puro, raiz, vários clássicos gravados, covers ou autorais. E o vocal rasgado, pedrada agressiva, timbre potente, agudo-rouco, cheio de poeira das mil estradas e encruzilhadas. Viva John Fogerty, canta muito (e tome-lhe solo massa também), a voz de Woodstock!

Creedence Clearwater Revival teve uma passagem meteórica; depois da estreia, três discos lançados em 1969, mais dois em 1970. E se eternizou na mente de quem pulsa por liberdade. Som para ser livre, cru, nu, no mato, montanha, praia, onde a trilha for para viver bicho solto. Adoro a bateria de Doug Clifford, o baixo de Stu Cook, a base de Tom Fogerty. E sou grato pelo CCR ter me aproximado ainda mais do blues, de valorizar o country e nunca perder a essência do folk. A Califórnia foi beber no sul dos EUA e hypou os irmãos Fogerty & amigos para sempre.

Na Seleta de hoje, as 60 músicas que mais gosto, gravadas por Creedence Clearwater Revival, presentes em sete álbuns da discografia oficial da banda (os prediletos são “Cosmo’s Factory”, “Pendulum”, “Willy and the Poor Boys” e “Green River”). Play no som e acelera na estrada!


Ouça no YouTube aqui

Ouça no Spotify aqui

01) It's Just a Thought [Pendulum, 1970]

02) Have You Ever Seen the Rain? [Pendulum, 1970]

03) Who'll Stop the Rain [Cosmo's Factory, 1970]

04) Walk on the Water [Creedence Clearwater Revival, 1968]

05) I Put a Spell on You [Creedence Clearwater Revival, 1968]

06) Cotton Fields [Willy and the Poor Boys, 1969]

07) Before You Accuse Me [Cosmo's Factory, 1970]

08) Fortunate Son [Willy and the Poor Boys, 1969]

09) Travelin' Band [Cosmo's Factory, 1970]

10) Susie Q [Creedence Clearwater Revival, 1968]


11) I Heard It Through the Grapevine [Cosmo's Factory, 1970]

12) Wrote a Song for Everyone [Green River, 1969]

13) The Night Time Is the Right Time [Green River, 1969]

14) It Came Out of the Sky [Willy and the Poor Boys, 1969]

15) Hey Tonight [Pendulum, 1970]

16) Lodi [Green River, 1969]

17) The Midnight Special [Willy and the Poor Boys, 1969]

18) Effigy [Willy and the Poor Boys, 1969]

19) (Wish I Could) Hideaway [Pendulum, 1970]

20) Ramble Tamble [Cosmo's Factory, 1970]


21) Bad Moon Rising [Green River, 1969]

22) Lookin' out My Back Door [Cosmo's Factory, 1970]

23) Molina [Pendulum, 1970]

24) Down on the Corner [Willy and the Poor Boys, 1969]

25) Long As I Can See the Light [Cosmo's Factory, 1970]

26) Good Golly, Miss Molly [Bayou Country, 1969]

27) Ooby Dooby [Cosmo's Factory, 1970]

28) Green River [Green River, 1969]

29) Don't Look Now (It Ain't You or Me) [Willy and the Poor Boys, 1969]

30) Pagan Baby [Pendulum, 1970]


31) My Baby Left Me [Cosmo's Factory, 1970]

32) Up Around the Bend [Cosmo's Factory, 1970]

33) Rude Awakening #2 [Pendulum, 1970]

34) Proud Mary [Bayou Country, 1969]

35) Cross-Tie Walker [Green River, 1969]

36) Born on the Bayou [Bayou Country, 1969]

37) Run Through the Jungle [Cosmo's Factory, 1970]

38) Tombstone Shadow [Green River, 1969]

39) Get Down Woman [Creedence Clearwater Revival, 1968]

40) Crazy Otto (live) [Bayou Country, 1969]


41) Poorboy Shuffle [Willy and the Poor Boys, 1969]

42) Porterville [Creedence Clearwater Revival, 1968]

43) Ninety-Nine and a Half (Won't Do) [Creedence Clearwater Revival, 1968]

44) Born to Move [Pendulum, 1970]

45) Keep On Chooglin' [Bayou Country, 1969]

46) Chameleon [Pendulum, 1970]

47) Feelin' Blue [Willy and the Poor Boys, 1969]

48) Glory Be [Green River, 1969]

49) Sweet Hitch-Hiker [Mardi Gras, 1972]

50) Bootleg [Bayou Country, 1969]


51) The Working Man [Creedence Clearwater Revival, 1968]

52) Commotion [Green River, 1969]

53) Broken Spoke Shuffle [Green River, 1969]

54) Gloomy [Creedence Clearwater Revival, 1968]

55) Penthouse Pauper [Bayou Country, 1969]

56) Sailor's Lament [Pendulum, 1970]

57) Sinister Purpose [Green River, 1969]

58) Graveyard Train [Bayou Country, 1969]

59) Side o' the Road [Willy and the Poor Boys, 1969]

60) Someday Never Comes [Mardi Gras, 1972]

Os sete álbuns presentes nesta Seleta

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seleta: Lisa Hannigan

Lisa Hannigan (foto daqui ) Conheci a cantora e compositora irlandesa Lisa Hannigan graças ao emocionante filme “ Maudie ” (2016), da diretora irlandesa Aisling Walsh (baseado na história da artista canadense Maud Lewis ). A música dos créditos finais é “ Little Bird ”, e a suavidade, timbre, afinação e interpretação tátil da bela voz de Lisa Hannigan me fisgou na hora! Contemplei três dos seus álbuns, “ At Swim ” (2016), “ Passenger ” (2011) e “ Sea Sew ” (2008), e fiz uma seleta com 20 canções que mais gostei. Confira o belo trabalho da irlandesa Lisa Hannigan ! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 1) Tender [At Swim, 2016] 2) Funeral Suit  [At Swim, 2016] 3) Home [Passenger, 2011] 4) Little Bird [Passenger, 2011] 5) Paper House [Passenger, 2011] 6) An Ocean and a Rock [Sea Sew, 2008] 7) Prayer for the Dying [At Swim, 2016] 8) Nowhere to Go [Passenger, 2011] 9) Anahorish [At Swim, 2016] 10) We, the Drowned [At Swim, 2016] 11) Splishy Splashy [Sea Sew, 2008] 12) T

Leituras 2020

Os 10 livros lidos em 2020 Li 10 livros em 2020 , com destaque para a poesia, e selecionei trechos das obras de Alex Simões , Lúcio Autran , Wesley Correia , Mariana Botelho , Nina Rizzi , Érica Azevedo , Ana Valéria Fink e Cyro de Mattos , e trechos dos romances de Franklin Carvalho e Victor Mascarenhas . Além dos livros, elaborei uma seleção de poemas de Zecalu [publicados nas redes sociais em 2019], outra seleta de trechos de crônicas de Santiago Fontoura [publicadas no Facebook], e uma seleção de poemas de Martha Galrão . Por fim, reli a autobiografia de Rita Lee e divulguei trechos também. Boa leitura! “Contrassonetos catados & via vândala” (Mondrongo, 2015) Alex Simões Leia trechos  aqui “soda cáustica soda” (Patuá, 2019) Lúcio Autran Leia trechos  aqui “laboratório de incertezas” (Malê, 2020) Wesley Correia Leia trechos  aqui “o silêncio tange o sino” (Ateliê Editorial, 2010) Mariana Botelho Leia trechos  aqui   “A ordem interior do mundo” (7Letras, 2020) Franklin Carv

Seleta: Flávio José

Flávio José (foto: divulgação ) O artista de forró que mais gosto é o cantor, sanfoneiro e compositor Flávio José . Para mim, ele é a Voz do Nordeste . Um timbre único, raro, fantástico. Ouvir o canto desse Assum Preto-Rei é sentir o cheiro da caatinga, arrastar os pés no chão de barro ao pé da serra, embalar o coração juntinho com a parceira que amo, deslizar os passos como se no paraíso estivesse, saborear a mistura de amendoim com bolo de milho, purificar o sorriso como Dominguinhos ensinou, banhar-se com as rezas das senhoras sábias, prestar atenção aos causos, lendas e histórias do povo que construiu e orgulha o Brasil . Celebrar a pátria nordestina é escutar o mestre Flávio José ! Natural da sertaneja Monteiro , na Paraíba , em 2021 vai completar 70 anos (no primeiro dia de setembro), com mais de 30 discos lançados e vários sucessos emplacados na memória afetiva do povo brasileiro (fez a alegria e o estouro da carreira de muitos compositores, que tiveram a sorte de serem grav