Pular para o conteúdo principal

Revisando 2021

Emmanuel Mirdad em 2021

Toquei pau na tradição deste blog e estou de saco cheio para revisar o ano. Porém, o listão dos livros, filmes e séries está mantido, segue abaixo. O resumo de 2021: vendi a minha parte na Flica e na produtora Cali; voltei a trabalhar com música tocando duas gravações das minhas composições ao mesmo tempo; o meu romance “oroboro baobá” foi finalista de um prêmio nacional, mas não ganhou (previsível, mas torci mesmo assim); participei de quatro eventos literários (a mizera que foi virtual) e ganhei cachê como autor pela primeira vez (porram, emocionô); comecei um namoro do xamego com a nadadora Maíra Rebouças; consegui sobreviver a mais um ano de pandemia, vacinado com duas doses (na boca da 3ª). Tenho esperança de seguir vivo e produtivo em 2022. Sorteaê, pessoas! Toda desgraça passa, bora fazê nossa parte.

-----

Principal feito de 2021


O meu romance “oroboro baobá” foi finalista do Prêmio São Paulo de Literatura 2021 na categoria “Melhor romance de estreia” (dentre 93 concorrentes).

-----

Livro que mais gostei em 2021

“Poesia completa”
(Record, 2017)
Alberto da Cunha Melo
Leia poemas aqui

-----

Livros prediletos em 2021


1) “Poesia completa” (Record, 2017), de Alberto da Cunha Melo

2) “Todas as cartas” (Rocco, 2020), de Clarice Lispector

3) “oroboro baobá” (Penalux, 2020), de Emmanuel Mirdad

4) “Aeronauta” (Mondrongo, 2020), de Ângela Vilma, org. Emmanuel Mirdad

5) “Renato Russo de A a Z: As ideias do líder da Legião Urbana” (Letra Livre, 2000), org. Simone Assad

6) “Conversações com Renato Russo” (Letra Livre, 1996)

7) “O quase fim do mundo” (Kapulana, 2019), de Pepetela

8) “Renato Russo — O filho da revolução” (Planeta, 2018), de Carlos Marcelo

9) “Meu tipo de garota” (Companhia das Letras, 2011), de Buddhadeva Bose

10) “Sexy Ugly” (Mondrongo, 2019), de Paulo Bono

11) “A teoria da felicidade” (Patuá, 2020), de Kátia Borges

-----

Todos os 36 livros lidos em 2021


-----

Reli 01 livro em 2021: “Dado Villa-Lobos: Memórias de um Legionário” (Mauad X, 2015), de Dado Villa-Lobos, Felipe Demier e Romulo Mattos.

-----

Filme que mais gostei em 2021

(2020)
Jasmila Zbanic

-----

Filmes prediletos vistos em 2021


1) “Quo vadis, Aida?” (2020), de Jasmila Zbanic

2) “Dor e Glória” (Dolor y gloria, 2019), de Pedro Almodóvar

3) “Meu Pai” (The Father, 2020), de Florian Zeller

4) “O Capitão” (Der Hauptmann, 2017), de Robert Schwentke

5) “O Som do Silêncio” (Sound of Metal, 2019), de Darius Marder

6) “Val” (2021), de Ting Poo e Leo Scott

7) “Dias Melhores” (少年的你, 2019), de Derek Tsang

8) “Machuca” (2004), de Andrés Wood

9) “Uma Vida Oculta” (A Hidden Life, 2019), de Terrence Malick

10) “O Mauritano” (The Mauritanian, 2021), de Kevin Macdonald

11) “O Farol” (The Lighthouse, 2019), de Robert Eggers

-----

Todos os 110 filmes vistos em 2021


-----

Revi 06 filmes em 2021: “O Segredo dos Seus Olhos”, “Mounsier & Madame Adelman”, “Nada a Esconder”, “Relatos Selvagens”, “No Limite do Amanhã” e “Um Príncipe em Nova York”.

-----

Temporada de série que mais gostei em 2021

(The Kominsky Method, 3ª temporada, 2021)
Chuck Lorre

-----

As temporadas de séries prediletas vistas em 2021


1) “O Método Kominsky” (The Kominsky Method, 3ª temporada, 2021), de Chuck Lorre

2) “I Know This Much is True” (2020), de Derek Cianfrance

3) “Round 6” (Squid Game – 1ª temporada, 2021), de Hwang Dong-hyuk

4) “Narcos: México” (3ª temporada, 2021), de Carlo Bernard, Chris Brancato e Doug Miro

5) “F is for Family” (5ª temporada, 2021), de Bill Burr e Michael Price

6) “Hunters” (1ª temporada, 2020), de David Weil

7) “Batalha Bilionária: O Caso Google Earth” (The Billion Dollar Code, 2021), de Oliver Ziegenbalg e Robert Thalheim


9) “Dear White People” (4ª temporada, 2021), de Justin Simien

10) “Ponto de Virada: 11-9 e a Guerra contra o Terror” (Turning Point: 9/11 and the War on Terror, 2021) de Brian Knappenberger

11) “The Underground Railroad” (1ª temporada, 2021), de Barry Jenkins

-----

Todas as 55 temporadas de séries
vistas em 2021

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seleta: Lisa Hannigan

Lisa Hannigan (foto daqui ) Conheci a cantora e compositora irlandesa Lisa Hannigan graças ao emocionante filme “ Maudie ” (2016), da diretora irlandesa Aisling Walsh (baseado na história da artista canadense Maud Lewis ). A música dos créditos finais é “ Little Bird ”, e a suavidade, timbre, afinação e interpretação tátil da bela voz de Lisa Hannigan me fisgou na hora! Contemplei três dos seus álbuns, “ At Swim ” (2016), “ Passenger ” (2011) e “ Sea Sew ” (2008), e fiz uma seleta com 20 canções que mais gostei. Confira o belo trabalho da irlandesa Lisa Hannigan ! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 1) Tender [At Swim, 2016] 2) Funeral Suit  [At Swim, 2016] 3) Home [Passenger, 2011] 4) Little Bird [Passenger, 2011] 5) Paper House [Passenger, 2011] 6) An Ocean and a Rock [Sea Sew, 2008] 7) Prayer for the Dying [At Swim, 2016] 8) Nowhere to Go [Passenger, 2011] 9) Anahorish [At Swim, 2016] 10) We, the Drowned [At Swim, 2016] 11) Splishy Splashy [Sea Sew, 2008] 12) T

Leituras 2020

Os 10 livros lidos em 2020 Li 10 livros em 2020 , com destaque para a poesia, e selecionei trechos das obras de Alex Simões , Lúcio Autran , Wesley Correia , Mariana Botelho , Nina Rizzi , Érica Azevedo , Ana Valéria Fink e Cyro de Mattos , e trechos dos romances de Franklin Carvalho e Victor Mascarenhas . Além dos livros, elaborei uma seleção de poemas de Zecalu [publicados nas redes sociais em 2019], outra seleta de trechos de crônicas de Santiago Fontoura [publicadas no Facebook], e uma seleção de poemas de Martha Galrão . Por fim, reli a autobiografia de Rita Lee e divulguei trechos também. Boa leitura! “Contrassonetos catados & via vândala” (Mondrongo, 2015) Alex Simões Leia trechos  aqui “soda cáustica soda” (Patuá, 2019) Lúcio Autran Leia trechos  aqui “laboratório de incertezas” (Malê, 2020) Wesley Correia Leia trechos  aqui “o silêncio tange o sino” (Ateliê Editorial, 2010) Mariana Botelho Leia trechos  aqui   “A ordem interior do mundo” (7Letras, 2020) Franklin Carv

Seleta: Edson Gomes

Os discos e as músicas do cantor e compositor Edson Gomes são os meus prediletos e as que eu mais gosto dentre tudo que é feito de reggae no Brasil. No meado dos anos 1990, eu só ouvia Bob Marley & The Wailers o tempo inteiro, e foi o ilustre mestre cachoeirano quem despertou o meu interesse para outros sons além do gigante jamaicano. Fiquei fã de Edson Gomes antes de conhecer Burning Spear , Peter Tosh , Alpha Blondy , Gregory Isaacs e muitos outros. Foram os clássicos dele, e são muitos, muita música boa, arranjos excelentes, o sonzaço da banda Cão de Raça (adoro a timbragem e improvisos do guitarrista Tony Oliveira ), que me apresentaram a magia do Recôncavo Baiano , de Cachoeira , muitos anos antes da Flica . Na Seleta de hoje, as 42 músicas que mais gosto, gravadas por Edson Gomes & Banda Cão de Raça , presentes em seis álbuns : “ Resgate Fatal ” (1995), “ Campo de Batalha ” (1992), “ Recôncavo ” (1990), “ Apocalipse ” (1997), “ Reggae Resistência ” (1988) e “ Acor