Pular para o conteúdo principal

Música para Escrever #61 — Magyar Posse, Tation, KWOON, Seas of Years, Nyctalgia, Elara, Snöhamn, The Absolute End of The World, Cuando la Lluvia Cae e Between Sky & Sea


Os reis do tempo e o vingador aleatório: nós iremos carregá-lo pelas montanhas. O cego, em perplexidade, pensa no quinteto da sensação, em duas partes. O plano das coordenadas 2018 é o show da guilhotina. Quando as flores estavam cantando os contos e os sonhos, os campos sempre inconstantes, dentro da fenda oceânica, a três horizontes de distância, figuram-se uma pitada de eternidade nas profundezas do tempo, em um oceano feito de estrelas. A trilha sonora para um lugar sossegado parte do vapor de água atmosférico congelado em cristais de gelo de uma figura-alma se manifestando em êxtase, a beirar a caminhada estrelada dos diários de sonho. Noutro lugar, ele é um astronauta em dias sem memórias; é o que mais importa. Confira o post #61 da série Música para Escrever, com os melhores sons de post-rock, a alumiar a mente e transcender em palavras.

Pori | Finlândia
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"Kings of Time"
(2004)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"Random Avengers"
(2006)
Ouça aqui

"We Will Carry You Over the Mountains"
(2002)
Ouça aqui

---------

Qinghai-Tibet Plateau | China
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"Blind (The Sensation Quintet II)"
(2021)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"Perplexity (The Sensation Quintet I)"
(2019)
Ouça aqui

"Coordinate Plan 2018"
(2020)
Ouça aqui

---------

Paris | França
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"The Guillotine Show"
(2011)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"When the flowers were singing"
(2009)
Ouça aqui

"Tales and dreams"
(2006)
Ouça aqui

---------

Estocolmo | Suécia
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"The Ever Shifting Fields"
(2016)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"Ocean Rift" (EP)
(2013)
Ouça aqui


"Three Horizons Away"
(2017)
Ouça aqui

---------

Basel | Suíça
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"A Hint of Eternity"
(2017)
Ouça aqui

---------

Itália
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"In the Depths of Time, In an Ocean Made of Stars" (EP)
(2015)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"Soundtrack For a Quiet Place" (EP)
(2013)
Ouça aqui

---------

Gotemburgo | Suécia
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"Snöhamn"
(2013)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"Stjärnvandra" (EP)
(2015)
Ouça aqui

---------

San Mauro Torinese | Itália
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"The dream diaries"
(2019)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"Somewhere Else"
(2021)
Ouça aqui

---------

Villahermosa | México
Bandcamp aqui
Facebook aqui

Melhor disco para escrever

"Él Es Un Astronauta" (EP)
(2018)
Ouça aqui

Para continuar escrevendo

"Días Sin Recuerdos"
(2017)
Ouça aqui

---------

Atenas | Grécia
Bandcamp aqui
Facebook aqui
Foto daqui

Melhor disco para escrever

"What Matters Most"
(2020)
Ouça aqui

---------

Playlist Música para Escrever #61


Ouça no YouTube aqui

01) II [Magyar Posse]

02) Bird [KWOON]

03) In Collusion with the Waves [Seas of Years]

04) European Lover [Magyar Posse]

05) Ayron Norya [KWOON]

06) Surface [Seas of Years]

07) One Heartbeat Away [Nyctalgia]



10) Butterflies in 1996 [The Absolute End of The World]

11) Kwoon [KWOON]

12) Crossing the Coastal Perimeter [Seas of Years]

13) We are Infinite [Elara]

14) Huldra [Snöhamn]

15) Él Es Un Astronauta [Cuando la Lluvia Cae]

16) La pioggia svanisce [The Absolute End of The World]

17) Días Sin Recuerdos [Cuando la Lluvia Cae]

18) Endless Blue [Between Sky & Sea]

Outras músicas selecionadas que não se encontram no YouTube

Blind I [Tation]

Perplexity I [Tation]


---------

Confira o Música para Escrever #60, com EF, Verstärker, Lowering, Star of Heaven, In Inertia, Across The Moment, Carved Into the Sun, A Good Man Goes To War, Goodbye Meteor e REDNICUIDO, neste post aqui


Confira o Música para Escrever #59, com Huminoita, albinobeach, Threestepstotheocean, [::], neànder, A Burial at Sea, Mekong Airlines, Face Off, Noswal e The Kompressor Experiment, neste post aqui


Confira o Música para Escrever #58, especial PESO GRITADO, com Cult of Luna, Mouth of the Architect, Show Me a Dinosaur, Ànteros, Birds In Row, Empress, Ingrina, Autism, Montagne e Lionsbreath, neste post aqui

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seleta: Lisa Hannigan

Lisa Hannigan (foto daqui ) Conheci a cantora e compositora irlandesa Lisa Hannigan graças ao emocionante filme “ Maudie ” (2016), da diretora irlandesa Aisling Walsh (baseado na história da artista canadense Maud Lewis ). A música dos créditos finais é “ Little Bird ”, e a suavidade, timbre, afinação e interpretação tátil da bela voz de Lisa Hannigan me fisgou na hora! Contemplei três dos seus álbuns, “ At Swim ” (2016), “ Passenger ” (2011) e “ Sea Sew ” (2008), e fiz uma seleta com 20 canções que mais gostei. Confira o belo trabalho da irlandesa Lisa Hannigan ! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 1) Tender [At Swim, 2016] 2) Funeral Suit  [At Swim, 2016] 3) Home [Passenger, 2011] 4) Little Bird [Passenger, 2011] 5) Paper House [Passenger, 2011] 6) An Ocean and a Rock [Sea Sew, 2008] 7) Prayer for the Dying [At Swim, 2016] 8) Nowhere to Go [Passenger, 2011] 9) Anahorish [At Swim, 2016] 10) We, the Drowned [At Swim, 2016] 11) Splishy Splashy [Sea Sew, 2008] 12) T

Leituras 2020

Os 10 livros lidos em 2020 Li 10 livros em 2020 , com destaque para a poesia, e selecionei trechos das obras de Alex Simões , Lúcio Autran , Wesley Correia , Mariana Botelho , Nina Rizzi , Érica Azevedo , Ana Valéria Fink e Cyro de Mattos , e trechos dos romances de Franklin Carvalho e Victor Mascarenhas . Além dos livros, elaborei uma seleção de poemas de Zecalu [publicados nas redes sociais em 2019], outra seleta de trechos de crônicas de Santiago Fontoura [publicadas no Facebook], e uma seleção de poemas de Martha Galrão . Por fim, reli a autobiografia de Rita Lee e divulguei trechos também. Boa leitura! “Contrassonetos catados & via vândala” (Mondrongo, 2015) Alex Simões Leia trechos  aqui “soda cáustica soda” (Patuá, 2019) Lúcio Autran Leia trechos  aqui “laboratório de incertezas” (Malê, 2020) Wesley Correia Leia trechos  aqui “o silêncio tange o sino” (Ateliê Editorial, 2010) Mariana Botelho Leia trechos  aqui   “A ordem interior do mundo” (7Letras, 2020) Franklin Carv

Seleta: Flávio José

Flávio José (foto: divulgação ) O artista de forró que mais gosto é o cantor, sanfoneiro e compositor Flávio José . Para mim, ele é a Voz do Nordeste . Um timbre único, raro, fantástico. Ouvir o canto desse Assum Preto-Rei é sentir o cheiro da caatinga, arrastar os pés no chão de barro ao pé da serra, embalar o coração juntinho com a parceira que amo, deslizar os passos como se no paraíso estivesse, saborear a mistura de amendoim com bolo de milho, purificar o sorriso como Dominguinhos ensinou, banhar-se com as rezas das senhoras sábias, prestar atenção aos causos, lendas e histórias do povo que construiu e orgulha o Brasil . Celebrar a pátria nordestina é escutar o mestre Flávio José ! Natural da sertaneja Monteiro , na Paraíba , em 2021 vai completar 70 anos (no primeiro dia de setembro), com mais de 30 discos lançados e vários sucessos emplacados na memória afetiva do povo brasileiro (fez a alegria e o estouro da carreira de muitos compositores, que tiveram a sorte de serem grav