quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

Pílulas: Contra um Mundo Melhor, de Luiz Felipe Pondé

Luiz Felipe Pondé (foto: Divulgação - interferida por Mirdad)


O livro de ensaios "Contra um Mundo Melhor" (Leya/2013), do professor e ensaísta Luiz Felipe Pondé, é um excelente murro no estômago, que provoca a melhor degustação do esganiçamento da hipocrisia humana. Com trechos como "Somos escravos da felicidade, mas é a infelicidade que nos torna humanos", "Em nome de um emprego melhor, em nome de sentir menos medo diariamente, em nome de conseguir melhor qualidade de vida, aceitamos qualquer crime" e "Precisamos nos sentir parte de algo (pelo menos a maioria de nós) e, para isso, pagamos o preço de não ser livres e de fingir que amamos uns aos outros", é recomendado para quem reconhece que um mundo melhor é uma mentira infantil:



Parte I
Leia aqui

"A luta contra os idiotas é uma batalha perdida. Falam demais. Acreditam que, apenas porque têm boca, podem emitir opiniões sobre tudo"




Parte II
Leia aqui

"Mulheres têm o hábito de falar em nosso lugar mesmo quando dizem que querem nos ouvir"





Parte III
Leia aqui
"Todo mundo tem seu preço, menos os santos, e estes nós matamos e não queremos em nossas famílias porque tornam inviáveis os acordos sombrios que fazem a vida possível"




Parte IV
Leia aqui
"As virtudes máximas na tragédia são a coragem e a humildade: humildade de se saber um nada, coragem de se manter de pé sabendo-se sempre um derrotado"


Nenhum comentário: