Pular para o conteúdo principal

Flica 2013 - Mediadores

Mediadores da Flica 2013
Em cima: Jackson Costa e Jorge Portugal
Embaixo: Rosel Soares e Mira Silva


A 3ª edição da Flica, a Festa Literária Internacional de Cachoeira, vai acontecer de 23 a 27 de outubro na cidade histórica e heroica do Recôncavo Baiano. Conheça o time de mediadores da programação principal da Flica e a mediadora da Fliquinha.



JACKSON COSTA

Baiano de Itabuna (1966), é ator e diretor com larga experiência profissional, sendo um dos mais importantes e reconhecidos da Bahia. Trabalhou em minisséries e novelas da TV Globo como “Pedra sobre Pedra” e “Renascer”. No teatro, atuou em peças de sucesso como “Los Catedrasticos”, “D. Flor e seus Dois Maridos” e “Vixe, Maria! Deus e o Diabo na Bahia!”. Atualmente está em cartaz com a peça “A Coisa”, contemplada pelo Prêmio Funarte de Teatro Myriam Muniz. Na TV Bahia, é o atual apresentador do programa “Aprovado”. Integra o time de mediadores da Flica desde 2012.

Na FLICA
Mesa de Abertura – “Enfrascar o Cotidiano”
Cristovão Tezza e Fabrício Carpinejar
Quarta-feira, 23 de outubro, às 20h

Mesa 02 – ”Qualquer Um Poeta”
Elieser Cesar e Karina Rabinovitz
Quinta-feira, 24 de outubro, às 10h

Mesa 09 – “A Velocidade da Contemplação Moderna”
Joca Reiners Terron e Tom Correia
Sábado, 26 de outubro, às 14h

Mesa de Encerramento – “Ndongo, Ngola, Angola, Bahia”
Pepetela e Makota Valdina
Domingo, 27 de outubro, às 10h



JORGE PORTUGAL
http://www.flica.com.br/jorge-portugal/

Baiano de Santo Amaro da Purificação (1956), é educador, apresentador, consultor, escritor e compositor. Professor de língua portuguesa e redação, deu aulas nos principais colégios e cursinhos de Salvador. Idealizador e coordenador dos projetos “Circuladô Cultural” e “Aula Show”. Foi consultor e apresentador do programa “Aprovado!” da TV Bahia. Em 2010, idealizou e apresentou o programa “Tô Sabendo” pela TV Brasil. Atualmente Jorge Portugal participa do projeto “Educação em Movimento” da Rede Bahia, é membro do Conselho Nacional de Políticas Culturais do MINC e articulista do Jornal A Tarde e dos sites Pátria Latina e Notícia Capital. Integra o time de mediadores da Flica desde 2012.

Na FLICA
Mesa 03 – “Vidas Comuns, Vidas Notáveis”
Mário Magalhães e Ana Tereza Baptista
Quinta-feira, 24 de outubro, às 15h

Mesa 04 – “1889 – Clientes, Coronéis e a República”
Laurentino Gomes e Eduardo Bueno
Quinta-feira, 24 de outubro, às 19h

Mesa 07 – “Entre Flores e Espartilhos”
Sylvia Day e Állex Leilla
Sexta-feira, 25 de outubro, às 19h

Mesa 08 – “Donos da Terra? – Os Neoíndios, Velhos Bons Selvagens”
Demétrio Magnoli e Maria Hilda Baqueiro Paraíso
Sábado, 26 de outubro, às 10h



ROSEL SOARES
http://www.flica.com.br/rosel-soares/

Um dos sócios-fundadores da editora Casarão do Verbo, com sede em Anajé, no Sudoeste da Bahia, é formado em Relações Públicas pela Unifacs e Mestre em Relações Públicas pela UQAM, Canadá. Professor de francês e inglês, vem desenvolvendo um importante trabalho na editora Casarão do Verbo que, entre seus objetivos, está o de realizar e promover significativas mudanças nos hábitos de leitura dos moradores do Sudoeste da Bahia – uma pequena, mas significativa revolução literária. Integra o time de mediadores da Flica desde a 1ª edição em 2011.

Na FLICA
Mesa 05 – “O Não Legado da Literatura”
Ewan Morrison e Sérgio Rodrigues
Sexta-feira, 25 de outubro, às 10h

Mesa 06 – “Lirismo, Sonhos e Imaginários”
Kiera Cass e Gláucia Lemos
Sexta-feira, 25 de outubro, às 15h

Mesa 10 – “Afetos e Ausências”
Carola Saavedra e Leticia Wierzchowski
Sábado, 26 de outubro, às 17h

Mesa 11 – “As Imposições do Amor ao Indivíduo”
Jean-Claude Kaufmann e Luiz Felipe Pondé
Sábado, 26 de outubro, às 20h



MIRA SILVA
http://www.flica.com.br/mira-silva/

Baiana de Tanquinho, graduada em Jornalismo pela UFBA, pós-graduada em Relações Públicas (UNEB) e Roteiro para a TV e Vídeo (Universidade Jorge Amado). Com mais de dez anos de experiência em TV, onde atuou como produtora, roteirista, entrevistadora e diretora. Atualmente é diretora do programa Aprovado da TV Bahia.

Na FLICA
Mediará todos os bate-papos da Fliquinha 2013

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Seleta: Lisa Hannigan

Lisa Hannigan (foto daqui ) Conheci a cantora e compositora irlandesa Lisa Hannigan graças ao emocionante filme “ Maudie ” (2016), da diretora irlandesa Aisling Walsh (baseado na história da artista canadense Maud Lewis ). A música dos créditos finais é “ Little Bird ”, e a suavidade, timbre, afinação e interpretação tátil da bela voz de Lisa Hannigan me fisgou na hora! Contemplei três dos seus álbuns, “ At Swim ” (2016), “ Passenger ” (2011) e “ Sea Sew ” (2008), e fiz uma seleta com 20 canções que mais gostei. Confira o belo trabalho da irlandesa Lisa Hannigan ! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 1) Tender [At Swim, 2016] 2) Funeral Suit  [At Swim, 2016] 3) Home [Passenger, 2011] 4) Little Bird [Passenger, 2011] 5) Paper House [Passenger, 2011] 6) An Ocean and a Rock [Sea Sew, 2008] 7) Prayer for the Dying [At Swim, 2016] 8) Nowhere to Go [Passenger, 2011] 9) Anahorish [At Swim, 2016] 10) We, the Drowned [At Swim, 2016] 11) Splishy Splashy [Sea Sew, 2008] 12) T

Leituras 2020

Os 10 livros lidos em 2020 Li 10 livros em 2020 , com destaque para a poesia, e selecionei trechos das obras de Alex Simões , Lúcio Autran , Wesley Correia , Mariana Botelho , Nina Rizzi , Érica Azevedo , Ana Valéria Fink e Cyro de Mattos , e trechos dos romances de Franklin Carvalho e Victor Mascarenhas . Além dos livros, elaborei uma seleção de poemas de Zecalu [publicados nas redes sociais em 2019], outra seleta de trechos de crônicas de Santiago Fontoura [publicadas no Facebook], e uma seleção de poemas de Martha Galrão . Por fim, reli a autobiografia de Rita Lee e divulguei trechos também. Boa leitura! “Contrassonetos catados & via vândala” (Mondrongo, 2015) Alex Simões Leia trechos  aqui “soda cáustica soda” (Patuá, 2019) Lúcio Autran Leia trechos  aqui “laboratório de incertezas” (Malê, 2020) Wesley Correia Leia trechos  aqui “o silêncio tange o sino” (Ateliê Editorial, 2010) Mariana Botelho Leia trechos  aqui   “A ordem interior do mundo” (7Letras, 2020) Franklin Carv

Seleta: Edson Gomes

Os discos e as músicas do cantor e compositor Edson Gomes são os meus prediletos e as que eu mais gosto dentre tudo que é feito de reggae no Brasil. No meado dos anos 1990, eu só ouvia Bob Marley & The Wailers o tempo inteiro, e foi o ilustre mestre cachoeirano quem despertou o meu interesse para outros sons além do gigante jamaicano. Fiquei fã de Edson Gomes antes de conhecer Burning Spear , Peter Tosh , Alpha Blondy , Gregory Isaacs e muitos outros. Foram os clássicos dele, e são muitos, muita música boa, arranjos excelentes, o sonzaço da banda Cão de Raça (adoro a timbragem e improvisos do guitarrista Tony Oliveira ), que me apresentaram a magia do Recôncavo Baiano , de Cachoeira , muitos anos antes da Flica . Na Seleta de hoje, as 42 músicas que mais gosto, gravadas por Edson Gomes & Banda Cão de Raça , presentes em seis álbuns : “ Resgate Fatal ” (1995), “ Campo de Batalha ” (1992), “ Recôncavo ” (1990), “ Apocalipse ” (1997), “ Reggae Resistência ” (1988) e “ Acor