Pular para o conteúdo principal

Vencedores do Oscar 2014 - categorias principais



Muito feliz com o resultado do Oscar 2014. Acertei 100% dos meus pitacos (em 8 categorias - veja aqui), meus roteiros prediletos levaram (Her e 12 years a slave), o ator Matthew McConaughey também e, super importante, o supervalorizado da vez The Wolf of Wall Street e o LIXO supremo Trapaça (American Hustle) não levaram nada. Embora cinco dos meus prediletos não tenham levado, reconheço o mérito de cada um desses Oscars, merecidos, todos!



Melhor Filme 2014

Parabéns a 12 Years a Slave, um filme extremamente necessário, embora que o meu predileto tenha sido o belo Her.

Foto: O diretor Steve McQueen faz seu discurso enquanto o produtor Brad Pitt reflete.





Melhor Diretor 2014

O primeiro diretor latino-americano a ganhar um Oscar de melhor diretor, Alfonso Cuarón faz história por Gravity, embora que meu predileto tenha sido Steve McQueen por 12 years a slave.






Melhor Ator 2014

Barbada total, meu prediletaço levou com sobra, anos luz dos outros. Parabéns, Matthew McConaughey, merecidaço por Dallas Buyers Club!!!






Melhor Atriz 2014

Cate Blanchett levou por Blue Jasmine com méritos, embora que minha predileta foi a atriz mor Meryl Streep por August: Osange County - eterna DIVA!





Melhor Ator Coadjuvante 2014

Jared Leto levou como ator coadjuvante, brilhante em Dallas Buyers Club. Pra mim, a categoria mais disputada das 8. Minha preferência foi Barkhad Abdi em Captain Phillips, embora tenha reconhecido também o trabalho brutal de Michael Fassbender (sempre) em 12 years a slave.





Melhor Atriz Coadjuvante 2014

Lupita Nyong'O levou como atriz coadjuvante por 12 years a slave, merecido, embora tenha preferido Julia Roberts em August: Osange County - infelizmente não vi Nebraska.






Melhor Roteiro Original

O prêmio que me deixou mais feliz foi ganho pelo roteirista (e diretor do filme) Spike Jonze, o meu prediletaço, para roteiro original do sensacional (e melhor) Her. Feliz pra caralho!!!







Melhor Roteiro Adaptado

Ganhou o meu favorito, John Ridley pelo preciso roteiro adaptado de 12 Years a Slave. Yeahh!




Veja a lista completa dos vencedores do Oscar 2014 aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O grito do mar na noite no site do jornal Rascunho

Resenha do livro O grito do mar na noite (Via Litterarum, 2015), publicada no Rascunho #192, de abril de 2016, por Clayton de Souza, disponível para leitura no site do jornal.

Leia aqui

A mesma resenha na versão impressa do jornal aqui

Foto do autor: Sarah Fernandes

Cinco poemas e três passagens de Ana Martins Marques no livro Da arte das armadilhas

Ana Martins Marques (foto daqui)

Espelho
Ana Martins Marques

                                     d’après e. e. cummings

Nos cacos
do espelho
quebrado
você se
multiplica
há um de
você
em cada
canto
repetido
em cada
caco

Por que
quebrá-
-lo
seria
azar?


--------


Teatro
Ana Martins Marques

Certa noite
você me disse
que eu não tinha
coração

Nessa noite
aberta
como uma estranha flor
expus a todos
meu coração
que não tenho


--------


Penélope
Ana Martins Marques

Teu nome
espaço

meu nome
espera

teu nome
astúcias

meu nome
agulhas

teu nome
nau

meu nome
noite

teu nome
ninguém

meu nome
também


--------


Caçada
Ana Martins Marques

E o que é o amor
senão a pressa
da presa
em prender-se?

A pressa
da presa
em
perder-se


--------


A festa
Ana Martins Marques

Procuramos um lugar
à parte.
Como se estivéssemos
em uma festa
e buscássemos um lugar
afastado
onde pudéssemos
secretamente
nos beijar.
Procuramos um lugar
a salvo
das palavras.

Mas esse
lugar
não há.


--------


"Um dia vou aprender a partir
vou partir
como qu…

O fim do Blog do Ël Mirdad

Esta é a última postagem do Blog do Ël Mirdad (que um dia já foi Farpas e Psicodelia). Ao fim, foram 1.083 postagens em 8 anos de atividade, de 2009 a 2016. Divulguei o trabalho de muitos artistas, nas áreas da música, literatura e audiovisual (eventos, shows, quadrinhos, etc.), e também o meu trabalho como compositor, escritor e produtor cultural. Das seções que fiz, a que mais me orgulhou foi Leituras. Abaixo, seguem duas imagens com estatísticas que o próprio Blogger oferece, apuradas em 22 de dezembro. O motivo para o fim desse blog é que não assinarei mais como Emmanuel Mirdad, e não tem lógica manter um canal de comunicação vinculado a esse nome.


Algum dia farei outro blog? Acho difícil. Caso faça, divulgarei apenas o meu trabalho como escritor, o único que continua, assinando, a partir de 2017, como Emmanuel Rosa.


Muito obrigado pela sua audiência. E espero que o Google mantenha esse acervo ativo, para quando você quiser voltar por aqui e ler (ou ouvir) algo que lhe agradou, d…