Pular para o conteúdo principal

Discografia de Emmanuel Mirdad


O compositor e produtor musical, fonográfico, executivo e artístico Emmanuel Mirdad começou a registrar suas composições em álbuns a partir de 1999, vinculado inicialmente às bandas que formou e atuou, processo que durou até 2007, quando passou a atuar em produção cultural de eventos e outros artistas. Em 2014, Mirdad voltou a produzir o registro de suas composições.

Emmanuel Mirdad é compositor e produtor do projeto Orange Poem (entre 2001 e 2007, cantou e tocou também, quando era uma banda). Produziu e compôs para o projeto de reggae psicodélico & progressivo Orange Roots (2015-2019). Produziu, cantou e tocou na banda Pedradura (2007-2008) e produziu o projeto Pássaros de Libra (1999-2000), ambos com músicas suas e algumas parcerias.

Clique na playlist abaixo para ouvir os discos produzidos por Emmanuel Mirdad, ou então clique no “aqui” para conhecer (e ouvir) os discos em separado, as fichas técnicas, releases, encartes, fotos e links.

PS: Este post será atualizado sempre que Emmanuel Mirdad lançar um novo trabalho.


Ouça no YouTube aqui


[2022]
Andanças (EP)
(Zenyatta Records)
Ouça aqui

Andanças de quatro vidas distintas se harmonizam num EP de música do mundo, com várias influências, e o colorido da percussão árabe e afro-baiana.

-----------

[2019]
Fluid
Ouça aqui

Álbum de estreia do Orange Roots, lançado pelo selo Surforeggae Sound System Brazil, com 09 canções de reggae psicodélico & progressivo.

-----------

[2021]
Ouça aqui

18 canções psicodélicas e progressivas da Orange Poem disponíveis nas plataformas digitais (é o "Hybrid" com nova ordem).

-----------

[2021]
Mirdad e a pedradura
la sangre
Ouça aqui

Bolo doido de rock com um monte de ritmo, 12 canções com a voz de Emmanuel Mirdad disponíveis nas plataformas digitais (fusão de "Universo Telecoteco" com "EP ID").

-----------

[2014]
Hybrid
Ouça aqui

Álbum duplo com 18 canções psicodélicas e progressivas, e seis vocalistas distintos, como Mateus Aleluia e Teago Oliveira.

-----------

[2014]
Crowd (EP)
Ouça aqui

Uma piano progressiva, um blues épico, um grunge experimental e o vocal de Teago Oliveira da Maglore.

-----------

[2014]
Ancient (EP)
Ouça aqui

A voz aveludada, de floresta e ancestral de Mateus Aleluia (ex-Os Tincoãs) numa experiência ancestrodélica.

-----------

[2014]
Balance (EP)
Ouça aqui

A face pesada da Orange Poem encontra a voz furiosa e rasgada do cantor Mauro Pithon (Úteros em Fúria e Bestiário).

-----------

[2014]
Wide (EP)
Ouça aqui

Blues, psicodelia e groove rock com o vocal feminino da múltipla e referencial Nancy Viégas (atual Radiola e ex-Crac!).

-----------

[2014]
Unquiet (EP)
Ouça aqui

Psicodelia fina para transcender, rock estradeiro e uma homenagem a Raul Seixas com o vocal de Rodrigo Pinheiro.

-----------

[2014]
Ground (EP)
Ouça aqui

Blues psicodélico rock progressivo com o vocal de Glauber Guimarães (ex-Dead Billies e atual Teclas Pretas).

-----------


[2014]
Quarteto de Cinco
A Mendiga e Eu (single)
Ouça aqui

Single gravado pela banda Quarteto de Cinco, traz a sonoridade do rock progressivo com a crônica de um flerte inusitado.

-----------

[2009]
Harmonogonia (EP)
Ouça aqui

Acidez cândida, trilha cinematográfica catastrófica e passional, harmonogonia lascada. Composições de Emmanuel Mirdad para piano.

-----------

[2008]
Universo Telecoteco
Ouça aqui

Bolo doido de rock, groove, MPB, jazz, bossa, reggae e experimentalismo, com a voz de Emmanuel Mirdad.

-----------

[2008]
ID (EP)
Ouça aqui

Rock, groove, blues, pop e psicodelia, com participações de músicos das bandas The Orange Poem e Pedradura.

-----------

[2000]
O Primeiro Equilíbrio (EP)
Ouça aqui

Poprock nacional com pegada eletrônica. Juracy do Amor na voz e guitarras e André Magalhães nos arranjos e samplers.

Comentários

Ana Gilli disse…
Poeta, Músico, Compositor, Letrista, Arranjador, Produtor, Cantor... Sua versatilidade impressiona, Mirdad!

Mas o que te faz um grande artista é a sua fé inabalável no poder transformador da arte e na coragem que você tem de zelar por ela, defendê-la e incentivá-la, mesmo diante das maiores reviravoltas e adversidades deste universo musical e cultural que vivemos.

Brilhante arquivo. Fico feliz por ter podido contribuir um pouco no processo de revisão das letras e saber mais sobre esta trajetória musical tão significativa.

Parabéns pela obra! Sucesso e boa sorte neste novo movimento.

Ana


Emmanuel Mirdad disse…
Que belo comentário, linda, muito obrigado, emocionou! Contribuiu sim, e foi muito importante! O melhor: continua contribuindo, espero que por muito tempo, enquanto durar o oxigênio que incentiva nosso fazer. Um beijo enorme!! Saudades!

Postagens mais visitadas deste blog

Seleta: Lisa Hannigan

Lisa Hannigan (foto daqui ) Conheci a cantora e compositora irlandesa Lisa Hannigan graças ao emocionante filme “ Maudie ” (2016), da diretora irlandesa Aisling Walsh (baseado na história da artista canadense Maud Lewis ). A música dos créditos finais é “ Little Bird ”, e a suavidade, timbre, afinação e interpretação tátil da bela voz de Lisa Hannigan me fisgou na hora! Contemplei três dos seus álbuns, “ At Swim ” (2016), “ Passenger ” (2011) e “ Sea Sew ” (2008), e fiz uma seleta com 20 canções que mais gostei. Confira o belo trabalho da irlandesa Lisa Hannigan ! Ouça no YouTube  aqui Ouça no Spotify aqui 1) Tender [At Swim, 2016] 2) Funeral Suit  [At Swim, 2016] 3) Home [Passenger, 2011] 4) Little Bird [Passenger, 2011] 5) Paper House [Passenger, 2011] 6) An Ocean and a Rock [Sea Sew, 2008] 7) Prayer for the Dying [At Swim, 2016] 8) Nowhere to Go [Passenger, 2011] 9) Anahorish [At Swim, 2016] 10) We, the Drowned [At Swim, 2016] 11) Splishy Splashy [Sea Sew, 2008] 12) T

Leituras 2020

Os 10 livros lidos em 2020 Li 10 livros em 2020 , com destaque para a poesia, e selecionei trechos das obras de Alex Simões , Lúcio Autran , Wesley Correia , Mariana Botelho , Nina Rizzi , Érica Azevedo , Ana Valéria Fink e Cyro de Mattos , e trechos dos romances de Franklin Carvalho e Victor Mascarenhas . Além dos livros, elaborei uma seleção de poemas de Zecalu [publicados nas redes sociais em 2019], outra seleta de trechos de crônicas de Santiago Fontoura [publicadas no Facebook], e uma seleção de poemas de Martha Galrão . Por fim, reli a autobiografia de Rita Lee e divulguei trechos também. Boa leitura! “Contrassonetos catados & via vândala” (Mondrongo, 2015) Alex Simões Leia trechos  aqui “soda cáustica soda” (Patuá, 2019) Lúcio Autran Leia trechos  aqui “laboratório de incertezas” (Malê, 2020) Wesley Correia Leia trechos  aqui “o silêncio tange o sino” (Ateliê Editorial, 2010) Mariana Botelho Leia trechos  aqui   “A ordem interior do mundo” (7Letras, 2020) Franklin Carv

Seleta: Edson Gomes

Os discos e as músicas do cantor e compositor Edson Gomes são os meus prediletos e as que eu mais gosto dentre tudo que é feito de reggae no Brasil. No meado dos anos 1990, eu só ouvia Bob Marley & The Wailers o tempo inteiro, e foi o ilustre mestre cachoeirano quem despertou o meu interesse para outros sons além do gigante jamaicano. Fiquei fã de Edson Gomes antes de conhecer Burning Spear , Peter Tosh , Alpha Blondy , Gregory Isaacs e muitos outros. Foram os clássicos dele, e são muitos, muita música boa, arranjos excelentes, o sonzaço da banda Cão de Raça (adoro a timbragem e improvisos do guitarrista Tony Oliveira ), que me apresentaram a magia do Recôncavo Baiano , de Cachoeira , muitos anos antes da Flica . Na Seleta de hoje, as 42 músicas que mais gosto, gravadas por Edson Gomes & Banda Cão de Raça , presentes em seis álbuns : “ Resgate Fatal ” (1995), “ Campo de Batalha ” (1992), “ Recôncavo ” (1990), “ Apocalipse ” (1997), “ Reggae Resistência ” (1988) e “ Acor